Cotações por TradingView

Conhecimento financeiro: entenda a importância de aprimorar o seu!

Tempo de leitura: 11 minutos

A falta de conhecimento financeiro é um dos grandes problemas que impedem as pessoas de começarem a investir. Além disso, ela afeta diretamente a forma como você se relaciona com o dinheiro e as finanças pessoais.

Ao mesmo tempo, o Brasil ainda não tem uma cultura forte voltada à educação financeira. Isso se reflete nos altos índices de endividamento e inadimplência no país. O baixo número de investidores também é resultado dessa ausência de conhecimento.

Ademais, mesmo que você já invista, é importante aprimorar o seu conhecimento financeiro constantemente. Afinal, o mercado é bastante dinâmico e mudanças ocorrem com frequência, exigindo maior atualização para garantir estratégias mais adequadas.

O que você verá neste artigo:
O que é conhecimento financeiro?
Qual a importância para o investidor?
Como o conhecimento financeiro pode fazer diferença na sua vida?

Por isso, você aprenderá a importância de o investidor buscar conhecimento sobre finanças ao longo deste conteúdo. Continue a leitura e entenda!

O que é conhecimento financeiro?

O conhecimento financeiro traz informações que ajudam na gestão do seu dinheiro. Ele permite melhorar a relação das pessoas com as finanças, sem se restringir aos conceitos contábeis ou matemáticos. No entanto, é comum que muitos deixem de desenvolver essa habilidade.

Isso acontece, principalmente, porque a educação financeira não é um tema tratado no ensino básico dos brasileiros. Logo, o fato contribui para que as pessoas achem os assuntos relacionados a investimento e finanças bastante complexos.

Essa falta de conhecimento também colabora para que a população tenha um elevado nível de endividamento e inadimplência. Ao mesmo tempo, poucos brasileiros acreditam que podem economizar e investir.

Existe um senso comum que diz que isso só é possível para quem tem muito capital disponível — o que não é verdade. Por fim, falar de dinheiro ainda é um grande tabu, mas essa realidade vem mudando gradualmente.

Principalmente diante do desenvolvimento e da popularização da internet, o assunto é cada vez mais debatido. Bons cursos e mentores de educação financeira também têm surgido para melhorar a situação.

Esse é um avanço muito relevante para a sociedade. Afinal, o conhecimento financeiro permite entender, entre outros fatores, como funciona a gestão financeira pessoal. Ele também explica conceitos como produtos bancários, juros, alternativas de investimento e outros temas importantes.

Dessa forma, o conhecimento sobre finanças permite tomar decisões com mais embasamento teórico. E é esse know-how que possibilita compreender e avaliar quais são as melhores oportunidades do mercado financeiro e os seus riscos.

Qual a importância para o investidor?

Depois de saber o que é conhecimento financeiro, fica mais fácil entender o seu papel para o investidor. Esse entendimento pode ser um importante transformador da situação de quem deseja obter bons resultados no mercado financeiro.

Por meio dele, é possível aprender a lógica do mercado e compreender como uma estratégia de investimentos é composta e pode ser aplicada. Também surgem oportunidades para compreender operações, reconhecer riscos e tomar decisões mais acertadas.

Afinal, esse processo envolve desde o planejamento até a alocação dos investimentos da carteira. Portanto, estudar para ter uma base teórica sólida é fundamental para quem investe. Também cabe ressaltar que esse conhecimento teórico pode ser construído de diferentes formas.

O uso crescente da tecnologia trouxe oportunidades diversas para acessar conteúdos e se informar. Assim, mesmo que você entenda muito pouco ou praticamente nada sobre o mercado financeiro, é possível aprimorar o seu aprendizado sobre os temas.

Como o conhecimento financeiro pode fazer diferença na sua vida?

Agora que você conhece o conceito de conhecimento financeiro e por que é tão importante, pode entender de que forma ele faz diferença na sua vida. Veja:

Permite ter uma relação melhor com o dinheiro

Você sente que não sabe lidar com o dinheiro? Isso é bastante comum e, geralmente, o sentimento é causado pela falta de conhecimento sobre finanças. Apenas com mais entendimento sobre o assunto é que você poderá ter um bom planejamento no campo das finanças.

A medida permitirá que você tenha mais consciência dos seus hábitos, das suas necessidades e das suas possibilidades financeiras. Se você não sabe cuidar do dinheiro, é mais difícil identificar os problemas com antecedência para resolvê-los.

Logo, o conhecimento financeiro também ajudará a elaborar um controle do seu orçamento. Para tanto, é necessário registrar toda a sua receita e todos os seus gastos mensais, possibilitando que você identifique como o dinheiro é usado.

Com essas informações, é possível identificar despesas desnecessárias ou oportunidades de melhoria. Assim, o orçamento tende a ficar mais alinhado às suas expectativas e necessidades.

Ajuda a construir patrimônio

Ao aprender a lidar com os gastos e a poupar, você tem a oportunidade de construir patrimônio. Dessa maneira, há chances de realizar objetivos e sonhos, tanto seus como da sua família. Afinal, um bom planejamento financeiro permite ter dinheiro para investir.

Vale ressaltar que existe diferença entre poupar e investir. No primeiro caso, trata-se de economizar. Ou seja, mudar comportamentos e rotinas para se organizar, de forma que as despesas mensais sejam menores que a sua renda.

Já investir significa fazer o dinheiro guardado render. Na prática, é preciso escolher alternativas de investimento alinhadas ao seu perfil e objetivos para alocar os recursos de forma que eles possam se multiplicar e gerar renda.

Previne dívidas

Além de ajudar a construir patrimônio, educar-se financeiramente é uma forma de manter a saúde financeira. O motivo está no fato de que o conhecimento ajuda a reduzir compras feitas por impulso, o que pode ser uma maneira de evitar o endividamento.

Isso é ainda mais notável quando os gastos são realizados de forma parcelada. Com maior controle do orçamento, você passa a viver de acordo com o seu salário. Assim, as chances de precisar recorrer ao crédito, como empréstimos ou financiamentos, é menor.

Além de ajudar a ter uma rotina mais equilibrada, essa é uma forma de evitar o pagamento de juros, que podem ser bastante elevados nessas situações.

Possibilita investir de forma adequada

Para investir de maneira certa, você também precisa de conhecimento financeiro. Aqui, um dos principais pontos que o investidor deve identificar é o seu perfil. A classificação está relacionada com o seu nível de tolerância ao risco.

Ou seja, o quanto você está disposto a abrir mão da segurança no momento de investir, em busca de melhores rentabilidades. Em geral, pessoas com perfil conservador costumam optar por investimentos seguros, mesmo que isso signifique rendimentos limitados.

Já os investidores moderados aceitam correr mais riscos em busca de melhores oportunidades de rendimento. Por fim, os arrojados são aqueles que dispensam uma maior segurança, de forma estratégica, para obter resultados ainda maiores.

Além disso, é comum que, ao aprofundar o conhecimento financeiro, o investidor passe a ficar mais confortável com alternativas de menor segurança. Isso porque ele também sabe como manejar melhor esses riscos, principalmente por meio da diversificação.

Ademais, o conhecimento ajuda a estabelecer seus objetivos, que podem ser de curto, médio ou longo prazo. Com esse entendimento, é possível criar uma estratégia de investimentos que atenda às suas necessidades, como investir na bolsa de valores ou na renda fixa.

Existe momento certo para começar a desenvolver conhecimento financeiro?

Não existe momento certo para começar a aprender sobre finanças. Até mesmo as crianças podem conversar sobre dinheiro e desenvolver afinidade com o tema. Para isso, é importante que os assuntos sejam adaptados para cada fase da vida.

A partir dos 6 anos, por exemplo, o diálogo fica mais fácil, pois a criança passa a lidar com dinheiro em diferentes contextos, como no momento de comprar lanche na escola. Da mesma forma, não existe limite para começar a aprender.

Para despertar o interesse das crianças sobre finanças, você pode utilizar algumas técnicas. A principal é deixar o assunto palpável para a realidade delas. Então o ideal é ter bastante diálogo e investir em abordagens que fazem parte do universo infantil.

Vale começar incentivando o hábito de poupar. Afinal, guardar dinheiro é um dos principais hábitos financeiros para uma vida mais estável e tranquila no futuro. Por exemplo, incentive a criança a guardar parte do que ganhar, como a mesada, para realizar o desejo dela no futuro.

Livros infantis e brincadeiras também podem auxiliar no processo. Uma dica é propor um faz de conta que envolva um banco, um comércio ou outro contexto em que o dinheiro está presente.

Contudo, embora o conhecimento trabalhado desde a infância seja importante, é possível melhorar a relação com as finanças em qualquer fase da vida. Até mesmo adultos que não tiveram educação financeira desde cedo podem aprender e se envolver com o assunto.

Como aprimorar o conhecimento financeiro?

Se você ainda acredita que conhecimento sobre finanças é uma habilidade nata, destinada a poucas pessoas, saiba que isso não é verdade. Como visto, a educação financeira envolve o aprendizado e o desenvolvimento contínuo.

Ainda, é comum que as pessoas busquem esse entendimento depois de adultas, especialmente quando não têm educação financeira desde a infância. Se esse é o seu caso, confira algumas dicas práticas para desenvolver seu conhecimento financeiro de forma simples:

Estude conteúdos sobre o assunto

Pesquisar sobre orçamentos, finanças, planejamento, entre outros assuntos, é fundamental para quem quer aprimorar o conhecimento financeiro. Então é importante consumir conteúdos diversos, em busca de cada vez mais informações. Aqui no nosso portal você encontra bastante informação disponível e ainda pode se aprofundar em séries, podcasts, vídeos, recomendações e notícias na área do assinante.

Você pode aproveitar a internet para ler notícias e análises do mercado. Ademais, existe muito conteúdo gratuito em sites, vídeos, relatórios e podcasts, por exemplo. Outra possibilidade é adquirir livros e cursos sobre o tema, caso você tenha como arcar com os custos.

De todas as formas, é importante ter em mente que o aprendizado deve ser constante. Todo investidor precisa se manter atualizado para aproveitar as oportunidades e o potencial do seu patrimônio da melhor forma.

Acompanhe seu orçamento

Você já conferiu que um passo importante para educar-se financeiramente é ter consciência dos seus hábitos e das suas necessidades. Quem não sabe quanto ganha, quanto gasta e como o dinheiro é distribuído, não consegue identificar possibilidades com clareza.

Por isso, a dica é elaborar um controle completo do seu orçamento pessoal. Registre todas as despesas e receitas e identifique se existem gastos desnecessários. Se houver, vale a pena rever seus hábitos de consumo para mudar padrões.

Elabora um planejamento financeiro robusto

O conhecimento financeiro envolve saber fazer um bom planejamento das finanças. Ele servirá como um guia, orientando o uso dos seus recursos. Para elaborá-lo, você deverá ter em mãos as informações sobre entradas e saídas, além de quanto está disponível para investir, por exemplo.

Aproveite essa tarefa para definir objetivos específicos. Entre eles, você pode estabelecer metas de economia ou incluir uma viagem que deseja fazer. Com planejamento, fica mais fácil saber que caminho seguir e o que evitar para economizar e manter a saúde financeira.

Adapte ou mude seus hábitos

Esse conhecimento também se relaciona com seus hábitos e suas atitudes diárias. Portanto, é fundamental reconhecer o seu comportamento e tentar agir para desenvolver mudanças importantes na rotina e nas suas práticas de consumo.

Você pode, por exemplo, reduzir as compras por impulso e planejar melhor suas aquisições. Também é interessante desenvolver disciplina para economizar constantemente. O objetivo é criar hábitos que ajudem a concretizar seu planejamento financeiro para atingir os resultados desejados.

Realize investimentos

Investir, na prática, é uma das melhores formas de aprimorar seu conhecimento financeiro. Isso porque os investimentos permitem seu dinheiro trabalhar por você, agilizando a realização dos seus sonhos.

Antes de começar a investir, no entanto, é importante conhecer as alternativas disponíveis no mercado, analisar o seu perfil de investidor e definir seus objetivos e prazos. Ao buscar as informações, você aumentará o seu conhecimento e terá condições de analisar as opções.

Forme uma reserva de emergência

Como visto, o conhecimento sobre finanças envolve prevenir dívidas e melhorar a relação entre você e o seu dinheiro. Uma das melhores formas de garantir a sua saúde financeira é formando uma reserva de emergência.

Com educação financeira, seu dinheiro deve ser gasto com eficiência. Então o ideal é que haja sobras no orçamento. Esse montante que resta após você pagar seu custo de vida pode ser destinado a compor uma reserva de emergência.

Ela deve ser suficiente para cobrir pelo menos 6 meses do seu custo de vida. Nesse caso, a finalidade é oferecer suporte financeiro em casos de imprevistos, como perda de emprego ou emergências de saúde.

Essa reserva ainda fornece proteção em períodos de crise, por exemplo. Depois de montá-la, você pode destinar os recursos para outros objetivos e investimentos, sejam de curto, médio ou longo prazo.

Agora você sabe que o conhecimento financeiro permite que você seja uma pessoa capaz de gerir as finanças de forma estratégica. E não se esqueça de que esse entendimento pode e deve ser aprimorado ao longo da vida para que seus resultados sejam ainda melhores.

Quer desenvolver a sua educação financeira? Assine o Guia Financeiro e tenha acesso a conteúdos educacionais e de análise do mercado financeiro para todos os níveis de conhecimento!

Relacionados

Existe ETF de bitcoins? Conheça fundos de índice para investir em criptomoedas!

As criptomoedas vêm se destacando no mercado financeiro, atraindo a atenção de diversos investidores. Como consequência, é comum que novas alternativas [...]

Guide Investimentos - 26/11/2021

O que é RDB? Aprenda a investir nesse título!

A renda fixa oferece investimentos com diferentes características. Há, por exemplo, os títulos públicos, as aplicações privadas e, ainda, as alternativas [...]

Guide Investimentos - 24/11/2021

O que é Tesouro SELIC?

O Tesouro Selic é considerado uma das aplicações financeiras da renda fixa mais seguras do Brasil. Ele é um dos títulos [...]

Syntax Finance - 24/11/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções