Como encontrar as melhores pagadoras de dividendos? Confira 6 dicas!

Uma das formas de investir na bolsa de valores e rentabilizar é por meio do recebimento de proventos. Essa estratégia pode ser interessante para acumular capital e ter uma renda passiva no futuro. Para isso, é importante investir nas melhores pagadoras de dividendos ao longo do tempo.

O que veremos neste artigo?
O que são dividendos?
Para que os dividendos servem?
Por que investir em Ações que pagam bons dividendos?
Quais tipos de empresas costumam pagar bons dividendos?
Como investir em dividendos?
Indicadores fundamentalistas mais importantes para avaliar
6 Dicas para encontrar as melhores pagadoras de dividendos

Afinal, mesmo em momentos de instabilidade econômica, elas tendem a ser menos afetadas. Dessa forma, você pode rentabilizar tanto na valorização do preço das Ações quanto na distribuição dos lucros.

Os dividendos também são isentos de Imposto de Renda. As empresas pagadoras fazem a dedução do imposto antes de distribuir o lucro aos acionistas. Assim, você recebe o valor líquido que pode ser utilizado sem nenhuma dedução fiscal.

Quer entender como encontrar as melhores pagadoras de dividendos na bolsa de valores? Continue a leitura e confira 6 dicas sobre o assunto!

O que são dividendos?

Vale a pena começar conhecendo melhor o conceito. Os dividendos são parte do lucro de uma empresa listada na bolsa de valores. As companhias são obrigadas a distribuir parte dos resultados aos seus acionistas – e costumam fazê-lo via pagamento de proventos.

A legislação brasileira não estabelece uma porcentagem mínima de distribuição do ganho. Logo, cada empresa fica livre para definir o percentual — a informação deve constar no estatuto. A frequência com que os dividendos são pagos também depende de cada negócio.

A distribuição pode ocorrer de uma a 12 vezes por ano e cada acionista recebe uma parte proporcional ao número de Ações que possui. Contudo, é importante ficar atento ao fato de que os dividendos pagos no passado não são garantia de que uma companhia continuará tendo lucro.

De forma geral, o pagamento de proventos pode ocorrer em dinheiro ou em Ações. A remuneração também pode ser feita em direitos de propriedades, o que é menos comum.

Para que os dividendos servem?

O pagamento de dividendos é uma forma de atrair as pessoas que desejam se tornar sócias de grandes empresas no mercado de Ações. Além disso, a atitude serve para manter os investidores atuais e, claro, para cumprir a legislação brasileira.

A distribuição também pode ser uma forma de compensar os investidores. O motivo é que normalmente o preço das Ações de companhias que pagam bons dividendos não varia muito, pois se trata de negócios mais sólidos.

Por um lado, o pagamento consegue atrair novos investidores e, consequentemente, valorizar as Ações da empresa. Por outro, quem adquire os ativos tem uma vantagem interessante, já que receber parte dos lucros de uma companhia pode ser uma boa maneira de gerar rentabilidade.

Os dividendos são atrativos, especialmente, para investidores focados no longo prazo. Isso significa que eles servem como uma possibilidade de investimento para viver de renda e aumentar o patrimônio. Podem, inclusive, ser um caminho para a independência financeira.

Por que investir em Ações que pagam bons dividendos?

Além dos motivos que você viu para as companhias distribuírem seus lucros, as melhores pagadoras de dividendos costumam ser empresas que não são afetadas tão intensamente em momentos de crise.

Ou seja, elas podem manter sua estabilidade e até mesmo continuar obtendo lucros quando a economia do país está passando por desafios. Também costumam ser as companhias com recuperação mais rápida depois da crise.

Dessa forma, quem tem Ações que pagam dividendos pode ter chances de rentabilizar quando o mercado não está tão favorável. No entanto, é importante destacar que em momentos críticos as empresas podem não ter lucro para distribuir.

Também não há garantias de que o pagamento ocorrerá mesmo para aquelas que têm um histórico positivo. Isso porque uma companhia que distribui seus lucros pode aumentar o valor distribuído, mas também pode reduzir ou até suspender a distribuição, caso aconteça alguma mudança no negócio.

Em relação às vantagens dos dividendos, também vale lembrar o fato deles representarem uma oportunidade de viver de renda. Quem constrói capital e acumula patrimônio pode, no futuro, ter uma renda passiva total ou complementar. Com isso, não é necessário dedicar tanto tempo ao trabalho.

Depois de fazer o investimento inicial e construir um patrimônio sólido, o dinheiro continuará rendendo. E o recebimento de dividendos é uma forma de fazer isso acontecer. Logo, quem tem planos de viver com renda passiva pode utilizar tal estratégia.

Quais tipos de empresas costumam pagar bons dividendos?

Depois de ver os benefícios de receber dividendos, vale a pena saber como encontrar empresas que pagam proventos interessantes. Em geral, companhias que atuam em um segmento consolidado e que não têm uma política forte de expansão tendem a pagar bons dividendos.

Nesse sentido, os negócios que não precisam de reinvestimentos frequentes para crescer podem ser boas oportunidades. Por exemplo, empresas de energia, saneamento, bancos, entre outras. Sem a necessidade de reinvestir, elas podem distribuir maiores parcelas do lucro.

É diferente de companhias que atuam em mercados em expansão ou que possuem políticas enérgicas de crescimento. Por exemplo, negócios no ramo de tecnologia necessitam sempre se atualizar.

Assim, eles tendem a aplicar a maior parte dos lucros no seu próprio crescimento. Em primeiro momento, podem não ser a melhor escolha para recebimento de proventos. No entanto, também é válido notar que, conforme as empresas crescem, podem obter lucros maiores e oferecer bons dividendos no futuro.

Além de identificar setores e companhias sólidas, também há indicadores que podem ser utilizados para encontrar as melhores pagadoras de dividendos. Você verá mais sobre isso adiante.

Como investir em dividendos?

Como você viu, o investidor que tem perfil para esse tipo de investimento em Ações pode alocar recursos em empresas para receber dividendos no longo prazo. Mas é importante ter uma tolerância maior a riscos na hora de investir.

Afinal, trata-se da renda variável. Ou seja, não há promessa de estabilidade em relação aos rendimentos. Além disso, o lucro passado não deve ser visto como garantia de rendimentos futuros. É fundamental que você se sinta confortável com a volatilidade da renda variável.

Quando se está ciente dos riscos, os investimentos que visam o recebimento de dividendos atendem bem aos investidores com planos no longo prazo. Se você investe com foco na aposentadoria, por exemplo, os proventos podem ser boas opções para ter uma renda recorrente.

Inclusive, ter uma visão de longo prazo protege você contra a volatilidade. Assim, mesmo que as Ações baixem de preço no curto prazo, sua carteira estará equilibrada, já que não é seu objetivo realizar a venda dos papéis.

Investidores que querem diversificar a carteira também podem procurar por Ações que pagam dividendos. Elas têm a vantagem de ajudar a aumentar o seu patrimônio e a alcançar os seus objetivos mais rapidamente.

Outra estratégia muito utilizada pelos investidores para aumentar o capital é investir com frequência e reinvestir os dividendos. Ao criar esse hábito, você potencializa seus rendimentos e seu patrimônio pode ser ampliado de forma considerável.

Reinvestir os dividendos recebidos significa que o investidor pode utilizar o valor para comprar mais Ações. Então os novos ativos podem impulsionar suas chances e lucro, ajudando a aumentar o capital total. Isso funciona de forma semelhante aos juros compostos, agindo sobre o dinheiro investido e sobre os rendimentos acumulados.

Datas importantes

Quem busca investir com foco no recebimento de dividendos deve conhecer e entender algumas datas importantes na bolsa. É por meio delas que os acionistas saberão se terão ou não direito a algum provento pago pela empresa.

Conheça as mais relevantes para acompanhar!

Data de declaração ou aprovação

Essa é a data em que o Conselho de Administração da empresa anuncia o valor que será pago em dividendos por Ação. Outras informações importantes também são reveladas nesse dia, como a data de ex-dividendos e a data do pagamento dos proventos.

Data ex-dividendos

Na data ex-dividendos as Ações não negociam mais com o direito de receber os dividendos. Dessa forma, os investidores que comprarem os papéis nesse dia não farão jus ao recebimento dos proventos.

Data de pagamento

Como o próprio nome já diz, é a data em que são depositados os dividendos na conta dos investidores. Ou seja, é o dia em que de fato ocorre o pagamento dos recursos.

Indicadores fundamentalistas mais importantes para avaliar

Além de todas as informações que demos, ainda existem alguns indicadores fundamentalistas que ajudam a avaliar se uma empresa é boa pagadora de dividendos. Dois dos mais importantes são o Dividend Yiel e o Dividend Payout, que você conhecerá melhor a seguir:

Dividend Yiel

O Dividend Yield (DY) é um indicador usado para mensurar o desempenho da empresa de acordo com os dividendos distribuídos aos seus acionistas. Ele é baseado na relação entre os proventos pagos e o preço atual da Ação.

O DY é um parâmetro muito relevante para quem não busca lucro apenas com a compra e venda dos papéis no mercado. Isso significa que quem deseja investir nas melhores pagadoras de dividendos deve entender o Dividend Yield como um importante critério a ser analisado.

Dividend Payout

Esse outro parâmetro indica a taxa de distribuição do lucro líquido de uma empresa para os acionistas em forma de proventos. Assim, o Dividend Payout demonstra como os lucros de uma companhia sustentam o pagamento de dividendos.

Por meio do Payout, é possível saber qual a porcentagem do lucro líquido de uma empresa é distribuída aos acionistas e qual parte dos lucros é retida. Conhecer tal indicador é um fator relevante para os investidores que querem investir em companhias com taxas de distribuição de dividendos mais elevadas.

6 Dicas para encontrar as melhores pagadoras de dividendos

Está interessado em investir na bolsa de valores com foco em receber dividendos? Então confira agora 6 dicas para encontrar as melhores pagadoras de dividendos na bolsa de valores!

1.      Avaliar o Dividend Yield

Ao considerar o indicador de dividendo, os investidores que montam carteiras com o objetivo de receber proventos podem encontrar as companhias que distribuem valores maiores. Um DY mais elevado indica maior potencial pago pela empresa em relação ao preço da Ação.

É importante destacar, contudo, que buscar um DY elevado nem sempre é a melhor solução. Isso porque os valores de Dividend Yield alto também podem indicar que o negócio tem pouca perspectiva de crescer. Ou seja, pode ser um sinal de alerta de que as finanças não estão bem.

Além disso, uma dica é não considerar apenas o último DY, mas observar o fator ao longo dos anos. Assim, é interessante avaliar o contexto da empresa para saber se os dividendos são consistentes.

2.      Considerar o Payout

Como você viu, o Payout é outro fator relevante no momento de escolher uma empresa que paga bons dividendos. No entanto, companhias que apresentam esse indicador muito elevado nem sempre são boas alternativas de investimento.

Isso acontece porque a empresa pode estar se endividando para distribuir os proventos ou para compensar a desvalorização da Ação. Por isso, o recomendado é investir em organizações que apresentam Payout estável ao longo dos anos.

3.      Acompanhar o mercado

Você também observou que empresas maduras e que tem participação de mercado consolidada tendem a distribuir uma parte maior dos seus lucros. Por isso, vale a pena acompanhar o mercado e conhecer os setores mais estáveis da economia.

4.      Avaliar os fundamentos das empresas

Na hora de avaliar os fundamentos das empresas, não se limite apenas aos que se referem diretamente aos dividendos. É preciso considerar a saúde financeira e a qualidade do negócio como um todo. Em geral, quem faz esse tipo de análise de fundamentos busca montar uma carteira de investimentos sólida e deseja se tornar sócio de boas empresas.

5.      Diversificar os investimentos

Diversificar os investimentos é outra dica básica para qualquer investidor que deseja fazer um manejo de risco eficiente na carteira. Se você quer viver com proventos mensais, não pode alocar todo o seu capital em uma única Ação – atrelando todo o risco do portfólio a ela.

Portanto, considere sempre diversificar sua carteira de investimentos – inclusive entre papéis distintos.

6.      Acompanhar carteiras recomendadas

Por fim, saiba que também é possível acompanhar carteiras recomendadas para ajudar a balizar suas escolhas. Elas são criadas por analistas do mercado financeiro e visam facilitar o acesso de investidores a ativos interessantes.

As carteiras recomendadas podem informar quais organizações demonstram potencial de ter uma melhor performance dentro de determinado prazo ou condição. Portanto, elas podem ser um bom ponto de partida para investidores iniciantes ou que desejam contar com uma visão mais profissional na hora de investir.

Agora que você sabe como encontrar as melhores empresas pagadoras de dividendos, pode começar a investir para ter uma renda passiva ou para alcançar outros objetivos. Lembre-se de que é importante estudar a fundo as companhias antes de comprar suas Ações! Você está interessado em dividendos? Não deixe de entender também o que são Fundos Imobiliários — outra modalidade de investimento que também paga prove

Relacionados

5 Investimentos de liquidez diária que você deve conhecer

Os investimentos com liquidez diária trazem vantagens interessantes para os investidores que precisam de dinheiro disponível a qualquer momento. Afinal, nem [...]

Guide Investimentos - 26/11/2020

4 princípios de Warren Buffett para comprar ações

É impossível falar de investimentos de longo prazo sem citar Warren Buffett, o maior investidor de todos os tempos. Ao longo [...]

Suno Research - 18/11/2020

O que são Ações e como ganhar dinheiro com elas?

Quando se fala em investimentos, uma dúvida que pode surgir é o que são Ações. Elas são alternativas para quem deseja [...]

Guide Investimentos - 18/11/2020

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções