CabeçalhoConteúdoNewsletterRodapé

Cotações por TradingView

Como e onde investir 20 mil reais e fazer o dinheiro render? Confira!

29 de julho de 2022
Escrito por Guide Investimentos
Tempo de leitura: 7 min
Compartilhar
imagem ilustrativa
Tempo de leitura: 7 min

Você tem 20 mil reais, mas não sabe onde investir? Essa dificuldade é muito comum. Afinal, tomar decisões de investimentos envolve conhecer o mercado financeiro a avaliar uma série de aspectos. E nem todo investidor sabe quais são esses fatores.

Por isso, antes de fazer qualquer aporte, é fundamental buscar conhecimento sobre o assunto. Dessa maneira, é possível investir de modo estratégico para alcançar os seus objetivos com mais facilidade. Se você quer entender como tomar melhores decisões, continue a leitura.

Neste conteúdo, você saberá como investir 20 mil reais e fazer seu dinheiro render. Vamos lá?

Por que investir dinheiro?

Antes de descobrir como investir 20 mil reais, é interessante entender por que fazer investimentos no mercado financeiro. Primeiramente, alocar os recursos permite compor uma reserva de emergência, que ajuda a passar por crises e urgências de maneira mais tranquila.

Além disso, investir no mercado financeiro facilita alcançar seus objetivos financeiros. Afinal, a rentabilidade pode acelerar a construção de patrimônio, pois o seu dinheiro pode se multiplicar ao longo do tempo.

Dessa maneira, você faz o seu dinheiro trabalhar para você e gerar renda. Com o acúmulo de capital, é possível até mesmo viver de renda passiva no futuro. Ou seja, obter recursos financeiros para custear seu estilo de vida sem, necessariamente, precisar trabalhar para isso.

No entanto, é importante reforçar que todo investimento apresenta riscos — uns mais do que outros. Por essa razão, é imprescindível estudar o mercado financeiro e elaborar uma estratégia eficiente conforme as suas necessidades, objetivos e perfil de investidor.

Vale a pena investir 20 mil reais?

Entendendo por que realizar investimentos, é interessante saber se vale a pena investir 20 mil reais. Algumas pessoas acreditam que é preciso ter muito mais dinheiro para investir no mercado financeiro, mas esse é um mito.

Na verdade, você pode encontrar investimentos bastante acessíveis — a partir de poucos reais. Desse modo, 20 mil reais é um valor significativo para iniciar suas aplicações.

Nesse contexto, um dos motivos para começar a investir é proteger o seu capital da inflação, que pode reduzir o poder de compra do dinheiro. Caso não sejam investidos, os seus 20 mil reais podem valer menos no futuro.

Assim, o valor não será capaz de comprar os mesmos itens que compra hoje. Por outro lado, ao alocar os recursos em um investimento que rende acima da inflação, você pode manter o seu poder de compra e ter rentabilidade real.

Além disso, investir no mercado financeiro permite contar com a ação dos juros compostos. Essa forma de remuneração incorpora os juros corridos ao valor inicial, servindo de base para a próxima incidência. Dessa forma, o montante aumenta mais rapidamente.

O efeito dos juros ou da economia real será ainda maior se, depois dos 20 mil reais, você investir novos valores frequentemente. Portanto, desenvolver o hábito de poupar e investir potencializa as chances de rendimentos e agiliza a conquista das suas metas.

Onde investir 20 mil reais e fazer o dinheiro render?

Agora que você sabe se vale a pena investir 20 mil reais, é o momento de entender como realizar esse investimento e fazer o dinheiro render.

A seguir, confira o que você deve considerar antes de alocar os seus recursos!

Identifique seu perfil de investidor

O primeiro passo para investir é conhecer o seu perfil de investidor — que mensura o seu nível de tolerância aos riscos. O perfil é identificado a partir de um teste chamado suitability, que gera um dos seguintes resultados:

  • perfil conservador: apresenta pouca tolerância aos riscos, preferindo investimentos mais seguros;
  • perfil moderado: também visa segurança, mas suporta mais riscos em prol da oportunidade de obter maiores rendimentos;
  • perfil arrojado: tem maior tolerância aos riscos, o que permite realizar investimentos com potencial de rentabilidade mais alto.

Assim, o perfil de investidor ajuda a escolher os investimentos mais alinhados aos seus interesses e evita que você tome decisões equivocadas. Por exemplo, um investidor conservador pode não tolerar os riscos de operar no mercado futuro.

Da mesma forma, um investidor arrojado pode perder oportunidades de maiores rendimentos se decidir alocar todo o seu capital na renda fixa. Então conhecer o perfil e investir de acordo com ele facilita a sua tomada de decisão.

Defina seus objetivos financeiros

Definir os objetivos financeiros também é imprescindível para entender quais investimentos são mais adequados para cada necessidade. Por exemplo, imagine que você tem uma meta de curto prazo — como fazer uma viagem em 3 meses.

Nesse caso, pode ser interessante aplicar em um título de renda fixa com vencimento para 90 dias. Além de considerar o prazo da sua meta, essa escolha pondera também a necessidade de segurança. Um investimento em renda variável em prazo curto, por exemplo, traria maior chance de perdas.

Já para objetivos de longo prazo, é possível buscar alternativas mais arriscadas e com potencial de rentabilidade maior — se fizer sentido para o seu perfil. Isso porque o horizonte mais longo ajuda a equilibrar os riscos e potencializar os rendimentos.

Conheça os investimentos disponíveis

Entendendo qual é o seu perfil de investidor e definindo seus objetivos, é importante conhecer os investimentos disponíveis no mercado. Assim, você pode analisar as alternativas e modalidades, a fim de compreender quais se encaixam em sua estratégia para saber onde investir 20 mil reais.

Nesse contexto, é preciso considerar que existem duas classes de investimentos: a renda fixa e a renda variável. Na primeira, o investidor pode conhecer a forma de remuneração das aplicações no momento do aporte.

Além disso, as alternativas de renda fixa funcionam como um empréstimo ao emissor do título. Entre os investimentos mais populares dessa classe estão:

Já na renda variável não é possível conhecer a rentabilidade previamente — e nem mesmo saber se haverá ganhos. Ademais, os ativos dessa classe tendem a apresentar oscilações em suas cotações.

Alguns dos principais investimentos dessa categoria são:

Além de conhecer as classes de investimentos, é imprescindível ampliar os seus conhecimentos sobre mercado financeiro e educação financeira. Assim, vale a pena buscar fontes de informações confiáveis sobre o assunto, como o Guia Financeiro.

Abra conta em uma corretora

Depois de conhecer os investimentos disponíveis no mercado, um passo indispensável para começar a investir é abrir conta em uma corretora de valores. Por meio dessa instituição você terá acesso às alternativas para investir.

Além da própria plataforma, a corretora oferece o home broker — que dá acesso à B3 (bolsa de valores brasileira). Por essa razão, é preciso contar com uma boa corretora que ofereça o suporte para você realizar seus investimentos de maneira fácil e segura, como a Guide.

Tenha uma reserva para emergências

Como você viu, a reserva de emergência é fundamental para ter tranquilidade financeira. Ademais, ela ajuda a proteger sua carteira de investimentos. Isso porque você pode utilizá-la quando necessário, evitando resgatar outros investimentos diante de um imprevisto.

Considerando sua importância, é interessante que a reserva de emergência seja prioridade antes de investir para outros objetivos. O montante relacionado a ela precisa ser investido em uma opção segura e de fácil acesso — como um título de renda fixa com liquidez diária.

O ideal é que a reserva de emergência corresponda a, pelo menos, 6 meses do seu custo de vida. Logo, se você ainda não tem esse montante investido, vale a pena considerar parte dos seus 20 mil reais como o início da sua reserva.

Elabore um planejamento financeiro

Até aqui você viu boas dicas para saber onde investir 20 mil reais. Mas, além desse valor inicial, é válido fazer novos aportes. Por isso, tenha um bom planejamento financeiro para conhecer seu orçamento e poupar dinheiro.

Para se organizar melhor, você pode começar a planejar as suas finanças entendendo quais são os seus gastos e seus ganhos. Em seguida, distribua a sua receita para cobrir os seus custos, incluindo um valor para investimentos mensais.

Se, após essa atividade, você perceber que o saldo é positivo, basta seguir com o plano. No entanto, se o resultado for negativo, é importante entender quais gastos podem ser cortados ou como conseguir renda extra para continuar investindo.

Mantenha a disciplina

A disciplina é uma qualidade essencial para quem investe e deseja construir patrimônio. Por meio dela, você consegue se organizar financeiramente para ter uma vida financeira mais tranquila e investir todos os meses.

Como você aprendeu, os aportes mensais potencializam os rendimentos, fazendo com que os seus objetivos sejam cumpridos mais rapidamente. Assim, mesmo que a disciplina não seja uma característica forte em você, é preciso entender como trabalhá-la em sua organização financeira.

Neste artigo, você aprendeu onde e como investir 20 mil reais. Além disso, foi possível entender a importância dos aportes frequentes para potencializar o acúmulo de patrimônio. Sendo assim, não deixe de utilizar esses conhecimentos para elaborar uma boa estratégia e impulsionar seu capital!

Para aprender ainda mais sobre o mercado financeiro, aproveite e seja um assinante do Guia Financeiro!

Guiar as pessoas para que o dinheiro não limite a vida. Este é o nosso propósito e o que acreditamos. Queremos eliminar as barreiras e limitações que impedem as pessoas de viverem sem ter que ficar só preocupadas com dinheiro. Aqui, no portal O Guia Financeiro, te auxiliamos e ensinamos diversas formas de alcançar a sua independência e sempre te lembramos de contar com os nossos Assessores-Guias com o objetivo de alcançar seus sonhos e objetivos.

Veja também