CabeçalhoConteúdoNewsletterRodapé

Cotações por TradingView

O que é e como funciona uma carteira recomendada de fundos imobiliários?

31 de maio de 2022
Escrito por Guide Investimentos
Tempo de leitura: 8 min
Compartilhar
imagem ilustrativa
Tempo de leitura: 8 min

Os fundos imobiliários (FIIs) podem ser alternativas para quem deseja investir no segmento de imóveis de maneira acessível. Contudo, não é tão simples escolher quais FIIs comprar. Para solucionar essa questão, é possível recorrer a uma carteira recomendada de fundos imobiliários.

Com esse portfólio, você tem acesso a informações apresentadas por especialistas do mercado financeiro. Se a opção lhe interessa, vale a pena conhecer quais são os pontos de atenção e como usar essa ferramenta a seu favor.

Neste artigo, você entenderá o que é a carteira recomendada de fundos imobiliários e saberá como investir com ajuda dela. Confira!

O que é uma carteira recomendada?

Para começar a compreender esse assunto, é fundamental descobrir o que é uma carteira recomendada. Na prática, ela consiste em um portfólio equilibrado, que é formado por analistas do mercado financeiro.

As carteiras recomendadas podem ser compostas por diferentes ativos, aplicações e modalidades financeiras. Logo, você pode encontrar carteiras recomendadas de ações, de fundos de investimentos e outras possibilidades.

Além disso, vale saber que a carteira recomendada costuma ser acompanhada por um relatório que justifica as escolhas dos ativos. No documento, os analistas demonstram suas visões e perspectivas para o mercado financeiro e para os investimentos em questão.

O que são fundos imobiliários?

O próximo passo do seu aprendizado envolve saber o que são os FIIs. Esses são fundos de investimento que preveem a participação por meio da aquisição de cotas e os recursos são movimentados por um gestor profissional.

As operações de investimentos são realizadas com base na estratégia definida e, para os FIIs, são três os tipos principais para considerar. Veja:

  • fundos de papel: alocam a maioria dos recursos em títulos ligados ao mercado imobiliário, como letras de crédito imobiliário (LCIs), letras hipotecárias (LHs) e certificados de recebíveis imobiliários (CRIs);
  • fundos de tijolo: investem a maior parte dos recursos em imóveis físicos, que podem ser vendidos ou alugados. Entre as opções mais comuns, estão lajes corporativas, galpões logísticos e imóveis comerciais;
  • fundos de fundos: priorizam a aquisição de cotas de outros FIIs que são negociadas no mercado.

Para fazer o investimento em fundos imobiliários, você deve adquirir as cotas disponíveis na bolsa de valores. Além disso, é preciso considerar as oportunidades de obter rendimento ao comprar as cotas de FIIs.

Uma das alternativas consiste em vender as cotas com lucro, em relação ao preço médio de compra. Ainda, é possível receber dividendos, que correspondem a uma porcentagem do lucro líquido que é dividida entre os cotistas.

Por lei, os FIIs são obrigados a distribuírem, no mínimo, 95% dos resultados na forma de dividendos em caso de lucro. Logo, há como compor renda passiva com esse investimento, se for do seu interesse.

O que é e como funciona uma carteira de fundos imobiliários?

Depois de conhecer os conceitos de carteira recomendada e de FIIs, é possível entender o que é uma carteira recomendada de fundos imobiliários. Esse é um portfólio estabelecido por analistas e composto por cotas de diferentes FIIs disponíveis na B3, a bolsa de valores brasileira.

Por meio dessa ferramenta, portanto, você tem acesso a uma carteira criada e balanceada por profissionais, com foco em fundos imobiliários. Ao replicá-la, é possível se expor a esses veículos e às estratégias que cada um deles segue.

Quais as vantagens de acompanhar uma carteira de FIIs?

Após entender o que é uma carteira recomendada composta por cotas de FIIs, vale a pena saber por que acompanhá-la. Se o seu perfil de investidor e os seus objetivos estiverem alinhados a esse tipo de investimento, é possível aproveitar diversos benefícios.

A seguir, confira quais são as principais vantagens de recorrer a uma carteira recomendada de FIIs!

Praticidade de análise e investimento

Um dos maiores pontos positivos de carteira recomendada de fundos imobiliários é a praticidade que ela oferece. Investir em um FII já é prático pelo fato de a gestão ser realizada de modo profissional.

Com a carteira recomendada, essa questão se torna mais forte. Afinal, você tem acesso a um portfólio completo e que, como você viu, já está balanceado. Assim, a tarefa de realizar as avaliações e considerações cabe ao analista responsável — e você não precisa investir tempo e esforços na escolha.

Diversificação de carteira

Outra vantagem da carteira recomendada de FIIs é a diversificação oferecida. Normalmente, esses portfólios são compostos por diversos fundos, atribuindo um peso a cada um deles. Dessa forma, você evita que os recursos fiquem concentrados em apenas um fundo, por exemplo.

Como consequência, é possível diluir parte dos riscos e até aumentar o potencial de resultados. Afinal, a diversificação permite exposição a condições diferentes, de modo que as quedas de um fundo podem ser compensadas pelos ganhos de outros.

Maior compreensão sobre o mercado

Além dos pontos que você conferiu, o uso de uma carteira de FIIs pode ajudá-lo a evoluir seus conhecimentos sobre esses investimentos e sobre o mercado de modo geral. Isso acontece, principalmente, devido ao uso dos relatórios dos analistas.

Ao conferir as informações apresentadas pelos profissionais, você entenderá melhor a composição de cada fundo e verá como as características podem interferir nos resultados. Além disso, há como aprender a avaliar melhor os fundos e a equilibrar o portfólio.

Esses conhecimentos serão úteis para implementar outras estratégias de investimentos, permitindo que você aproveite o mercado financeiro de modo mais completo.

Quais são os principais pontos de atenção?

Ao mesmo tempo em que uma carteira recomendada de fundos imobiliários apresenta vantagens, existem pontos que exigem sua atenção. Conhecendo-os, você pode utilizar essa ferramenta de maneira mais adequada para compor o seu portfólio.

A seguir, descubra quais são alguns dos principais elementos para observar antes de recorrer à carteira de FIIs montada por analistas!

Estratégia

Um dos aspectos que merece cuidado é a estratégia de investimento adotada em uma carteira recomendada. Uma carteira de ações, por exemplo, pode ser focada em empresas que são boas pagadoras de dividendos, em negócios sustentáveis ou small caps.

No caso da carteira de FIIs, também podem ser adotadas estratégias distintas. Se um portfólio tiver um foco maior em dividendos, os resultados serão diferentes de uma carteira voltada para FIIs com maior potencial de valorização. Logo, você deve conferir com atenção qual é a proposta do portfólio.

Uso da carteira

Ao recorrer à carteira recomendada é essencial que você note a importância de seguir por completo as informações e configurações trazidas. É preciso comprar exatamente as cotas apresentadas — e nas proporções definidas. Qualquer mudança altera o desempenho e a diversificação do risco.

Essa orientação serve para evitar a combinação entre carteiras recomendadas diferentes, por exemplo. Se você utilizar uma dessas carteiras apenas como base para criar o próprio portfólio, não há garantias de que a sua carteira se mantenha equilibrada e diversificada.

Atualização do portfólio

Além de fazer o investimento inicial conforme as instruções da carteira recomendada, é fundamental conferir a atualização das informações ao longo do tempo. Uma carteira de FIIs pode ser atualizada mensalmente, por exemplo.

Embora ela tenha o foco no longo prazo, também contempla mudanças que podem ter acontecido e afetado as perspectivas de resultados. Portanto, você deve saber com qual frequência as mudanças são divulgadas pelos analistas.

A partir das novas análises e composições de portfólio, será necessário comprar e vender as cotas de acordo com as orientações. É essencial realizar as mudanças assim que elas sejam divulgadas, pois essa dinâmica ajudará a manter o seu desempenho alinhado à performance dos analistas.

Como escolher uma carteira de FIIs para acompanhar?

Até aqui, você viu como funciona e como usar uma carteira recomendada de fundos imobiliários. Agora, é necessário entender como selecionar um portfólio para orientar as suas movimentações no mercado financeiro.

O primeiro aspecto a avaliar é o seu perfil de investidor. Como FIIs são investimentos de renda variável, eles apresentam mais riscos. Além disso, mesmo um portfólio criado por profissionais não é capaz de garantir resultados, então você deve considerar os riscos para escolher.

Em seguida, vale pensar em quais são os seus objetivos ao investir em FIIs. Se a intenção for obter renda passiva, por exemplo, vale focar em um portfólio voltado para o recebimento de dividendos. Assim, será mais fácil atingir as suas metas financeiras com esses veículos.

Ainda, é fundamental selecionar um time de analistas qualificado e de confiança. Como os profissionais realizarão todo o trabalho de avaliação, seleção e diversificação, vale a pena se certificar de que eles tenham a capacitação necessária.

A partir disso, você deve analisar as informações da carteira, como a composição e a periodicidade de mudanças. Depois da escolha, o foco deve estar em executar os aportes e as mudanças que forem divulgadas ao longo do tempo.

Neste artigo, você descobriu o que é uma carteira recomendada de fundos imobiliários e como essa alternativa funciona. A partir de agora, se você definir que faz sentido investir dessa forma, será possível contar esse tipo de portfólio criado por analistas de investimentos.

Quer aproveitar carteiras recomendadas de FIIs, ações e outros investimentos? Assine O Guia Financeiro VIP e tenha acesso a isso e muito mais!

Guiar as pessoas para que o dinheiro não limite a vida. Este é o nosso propósito e o que acreditamos. Queremos eliminar as barreiras e limitações que impedem as pessoas de viverem sem ter que ficar só preocupadas com dinheiro. Aqui, no portal O Guia Financeiro, te auxiliamos e ensinamos diversas formas de alcançar a sua independência e sempre te lembramos de contar com os nossos Assessores-Guias com o objetivo de alcançar seus sonhos e objetivos.

Veja também