Calculadora de rendimento da poupança

Tempo de leitura: 6 minutos

Após um mês com recorde de captação em 2021, a poupança mostra que nem mesmo seu rendimento limitado é capaz de excluí-la da vida financeira dos brasileiros.

A questão é que nem todas as pessoas conseguem precificar quão menor é o retorno da caderneta de poupança em relação aos outros tipos de investimento.

A boa notícia é que a calculadora de rendimento da poupança é uma grande aliada para fazer esta conta.

Continue a leitura deste guia financeiro e saiba como utilizar essa ferramenta para calcular o retorno de seus investimentos.

O que veremos neste artigo?
Como funciona a calculadora?
Como é calculado o rendimento da poupança?
Qual é a melhor data para depositar o dinheiro na poupança?
Como escolher o melhor banco para a poupança?
Poupança paga imposto de renda?
Como a inflação afeta o rendimento da poupança?
Poupança é a melhor opção para reserva de emergência?
Quanto rende ao mês a poupança hoje?
Em 2021, ainda vale a pena investir na poupança?
Conheça investimentos melhores que a poupança
Conclusão

Como funciona a calculadora?

Disponibilizada pelo Banco Central do Brasil (BACEN), a calculadora do cidadão pode e deve ser bastante utilizada pelos investidores.

De fácil acesso e manuseio, você precisa ter em mente o valor a ser investido e o período (tempo desejado). Com isso, é possível saber qual foi a correção monetária do valor aplicado na caderneta de poupança por um determinado período.

Para ilustrar, experimente esta simulação. Se você tivesse investido R$100,00 entre os dias 01/01/2020 até 01/01/2021, no final deste período, teria em sua poupança o valor de R$102,11.

Ao considerar que a aplicação ocorreu após maio de 2012,  a calculadora simula as contas a partir da regra nova, de acordo às mudanças realizadas pelo governo depois desta data.

Como é calculado o rendimento da poupança?

O rendimento da poupança é calculado com base em duas taxas: Selic (Taxa básica de juros) e TR (taxa referencial).

Desde maio de 2012, o cálculo passou a seguir uma regra nova que estabelece: em momentos em que a taxa de juros estiver inferior a 8,5% ao ano, como o que passamos agora, o rendimento é de 70% da Selic mais TR.

Ao passo que, em momentos de juros altos, com a Selic acima de 8,5% ao ano, o rendimento é de 0,5% ao mês mais a Taxa Referencial (TR).

Qual é a melhor data para depositar o dinheiro na poupança?

A rentabilidade da poupança possui dinâmica diferente das outras modalidades de investimentos na hora de remunerar seus investidores. Nela, os rendimentos são creditados mensalmente, sempre na “data de aniversário” da aplicação.

De forma prática, se você investir no dia 15 de um mês, seu rendimento mensal só será creditado no dia 15 do mês seguinte. Nesse caso, a melhor opção é deixar para fazer os depósitos nos dias 29, 30 e 31, uma vez que o aniversário dessas datas ocorre apenas no dia 01.

Por este motivo, é importante ficar atento ao período em que pretende aplicar e resgatar, afinal se sair antes da “data de aniversário” da aplicação, o investidor, certamente, compromete os ganhos acumulados no período.

O que é e como funciona o rendimento da poupança? - ilustração de uma calculadora com um porquinho de cofrinho atrás

Como escolher o melhor banco para poupança?

Diferente de outras modalidades de investimentos, o rendimento da poupança é regulamentado pelo Banco Central. Isso significa que o resultado dela será sempre o mesmo independente da instituição financeira em que for acessada.

Além disso, existem alguns serviços essenciais que todos os bancos devem fornecer aos clientes que possuírem conta poupança, conforme previsto na Resolução 3.919, art. 2º, inciso II.

Sendo assim, a escolha do banco deve levar em consideração qual instituição atenderá melhor suas necessidades pessoais, tais como facilidade de acesso, atendimento, comodidade, taxa de administração e demais serviços adicionais oferecidos.

Poupança paga imposto de renda?

A poupança é uma das aplicações financeiras que contam com a isenção fiscal. Mas atenção: isso não significa que os rendimentos livres de imposto não devem ser declarados.

Por regra, os rendimentos isentos e não tributáveis também devem constar na declaração anual de imposto de renda. Portanto, é importante ficar atento.

Como a inflação afeta o rendimento da poupança?

A inflação é um dos índices com maior impacto sobre o rendimento da poupança. Isso porque para saber o retorno real da poupança é necessário descontá-la.

Como ela acumula alta de 6,76% nos últimos 12 meses, conforme dados do IBGE, o investidor precisa ter rentabilidade superior a ela para, pelo menos, preservar seu capital.

Como a poupança está com um nível de retorno inferior ao IPCA, isso significa que ela não tem conseguido preservar o poder de compra do dinheiro.

O que reforça cada vez mais a necessidade por parte dos investidores de buscar melhores investimentos compatíveis com seu perfil e necessidades. Esta busca pode iniciar-se por outros ativos da renda fixa.

Poupança é a melhor opção para reserva de emergência?

Ainda que a poupança seja a “queridinha” de muitos brasileiros, o atual cenário econômico não favorece seu desempenho. Como visto acima, seu retorno segue abaixo da inflação, não sendo portanto a melhor alternativa de investimento.

No entanto, é natural que muitos investidores utilizem dela como instrumento para reserva de emergência, mesmo que existam outras opções de investimentos na renda fixa mais interessantes também destinadas ao curto prazo.

A prova disso está na sua captação líquida em maio, que foi de R$72 milhões, de acordo com dados divulgados recentemente pelo Banco Central.

Quanto rende ao mês a poupança hoje?

Com a taxa Selic cotada a 3,50% ao ano, definida na última reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central – COPOM, o rendimento da poupança hoje, em 2021, é de apenas 0,20% ao mês, o que no ano representa 2,45%.

Por exemplo, quanto rende R$1.000,00 na poupança em um ano?

Neste caso, ao realizar 12 aportes mensais de R$1.000,00 na poupança, considerando as condições atuais, terá uma rentabilidade anual de R$134,16.

Em 2021, ainda vale a pena investir na poupança?

Embora a poupança ainda seja vista como uma aliada no curtíssimo prazo, sobretudo por sua liquidez diária, baixo risco e benefício fiscal, o atual cenário não tem sido nada favorável para ela.

Neste caso, o mais interessante é aproveitar as oportunidades disponíveis no mercado com rendimentos mais atrativos e nível de exposição ao risco equivalentes.

Conheça investimentos melhores que a poupança de acordo com seu perfil investidor

Títulos Públicos, como o Tesouro Selic, CDB, LCI, LCA e Letras de Câmbio são modalidades de investimento que podem atender às suas necessidades financeiras, respeitar seu perfil de risco e entregar um retorno real melhor que a conta poupança.

Todas são opções consideradas seguras, acessíveis para investir e algumas com cobertura do Fundo Garantidor de Créditos – FGC. Com destaque apenas para o prazo de liquidação, que pode variar.

Conclusão

Um dos investimentos mais antigos e populares no Brasil, a poupança ainda traz uma sensação de tranquilidade e tem fama de segurança.

No entanto, o atual cenário não favorece a rentabilidade da conta poupança, uma vez que a taxa de juros ainda permanece em níveis baixos, o que pode comprometer o poder de compra dos investidores.

Agora que você já sabe como utilizar a calculadora de rendimento da poupança, garanta a preservação do seu patrimônio e tenha melhores retornos com outras alternativas que podem substituir a caderneta de poupança.

Confira aqui, 5 dicas de investimentos melhores que a poupança e, com calma, encontre qual modalidade se encaixa melhor às suas particularidades com rentabilidade real.

Relacionados

Vale a pena investir em criptomoedas hoje? Veja o que considerar!

Desde seu surgimento, as moedas digitais despertaram o interesse de pessoas e se transformaram em um tipo de investimento. Porém, após [...]

Guide Investimentos - 11/06/2021

Portabilidade de investimentos: o que é, como funciona e como fazer?

Usufruir de liberdade para fazer seus investimentos onde for mais conveniente para as suas necessidades é fundamental para ter a melhor [...]

Guide Investimentos - 09/06/2021

Open banking: o que é e como funcionará no Brasil?

Com o intuito de simplificar os processos no mercado financeiro e trazer mais autonomia para o consumidor, o open banking começou [...]

Guide Investimentos - 08/06/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções