Boletim Focus: por que você deve acompanhar esse relatório do Banco Central?

Tempo de leitura: 6 minutos

Se manter atualizado com as informações sobre a economia é essencial para quem está presente no mercado financeiro. Por isso, os investidores devem acompanhar o Boletim Focus, do Banco Central.

Ao conhecer a composição desse relatório, você terá uma fonte completa de dados que podem ser úteis para a sua carteira de investimentos. Para tanto, é interessante saber como usar as informações a seu favor.

O que veremos neste artigo?
O que é o Boletim Focus?
Quais informações o Boletim Focus traz?
Quando ele é divulgado?
Por que o investidor deve acompanhar o relatório do Banco Central?
Como aproveitar as informações do Boletim Focus do Banco Central?

Neste artigo, você conhecerá os pontos mais relevantes sobre o Boletim Focus. Continue a leitura e saiba mais!

O que é o Boletim Focus?

O Banco Central do Brasil (Bacen) é a autoridade responsável pela política monetária do país e, portanto, tem grande influência nos resultados econômicos. A entidade também busca manter a transparência por meio da divulgação de dados, como acontece com o Boletim Focus.

Esse é um relatório criado e publicado periodicamente pelo Banco Central com as principais informações macroeconômicas e de indicadores da economia brasileira.

Para compor o relatório, a entidade faz uma pesquisa com diversas instituições financeiras, em busca das avaliações quanto ao cenário dos indicadores. Os resultados são apresentados na forma de expectativas do mercado sobre o desempenho da economia.

Quais informações o Boletim Focus traz?

Considerado um dos relatórios mais completos sobre o cenário econômico do Brasil, o Boletim Focus do Banco Central compila uma série de indicadores e dados. Eles são essenciais para quem deseja fazer uma análise robusta.

A seguir, veja quais são os principais pontos apresentados pelo boletim!

Taxa Selic

A Selic é a taxa básica de juros da economia e tem grande impacto nas condições econômicas. Quando está alta, ela dificulta o acesso ao crédito e ajuda a controlar a inflação. Quando está baixa, favorece o acesso ao crédito e estimula a economia.

Ela é definida a cada 45 dias pelo Comitê de Política Monetária (Copom), também do Bacen. Porém, antes disso já surgem indícios quanto ao movimento de queda, de alta ou de manutenção.

O Boletim Focus traz quais são as previsões da Selic para o mês, para os meses seguintes, para o ano e para os próximos anos, assim como acontece com os outros dados.

Indicadores de inflação

Outra informação apresentada nesse relatório envolve os indicadores de inflação. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) é o mais importante, pois consiste na taxa oficial de inflação no Brasil.

Contudo, o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) também aparece e deve ser considerado. Os dados permitem saber quais são as expectativas de avanço dos preços. Ainda, eles demonstram se o valor consolidado do ano tende a ficar dentro da meta do Bacen.

Dólar

O câmbio tem grande influência nos resultados internos e nas ações do Bacen, que pode comprar ou vender dólares para controlar o preço da moeda americana. Assim, o relatório apresenta as expectativas dos profissionais sobre o preço de negociação da moeda no período analisado.

PIB

Acompanhar o desempenho da economia do Brasil em termos de riquezas geradas também é importante. É por isso que o Boletim Focus apresenta as projeções do Produto Interno Bruto (PIB).

Em um momento pós-crise, por exemplo, os dados permitem saber se há expectativa de crescimento do PIB ou se a tendência é de prolongamento da recessão. Também é possível avaliar qual é a magnitude do movimento sobre as riquezas.

Há, ainda, outros indicadores considerados, como:

  • balança comercial;
  • investimento direto no país;
  • dívida líquida do setor público;
  • resultado primário;
  • entre outros.

Além dos dados novos, em todos os casos o relatório traz a variação em relação a relatórios anteriores e quantas vezes o movimento se repetiu.

Quando ele é divulgado?

Como o mercado é dinâmico e as expectativas são afetadas por novas notícias e projeções, o Boletim Focus é realizado com periodicidade. Todas as semanas, na segunda-feira, uma nova edição é divulgada com base na pesquisa realizada nos dias anteriores.

O acesso é gratuito, mas você não precisa buscá-lo no site do Banco Central. Aqui na Guide Investimentos, disponibilizamos o Boletim Focus semanalmente, para que você possa acessá-lo com maior facilidade.

Por que o investidor deve acompanhar o relatório do Banco Central?

O acompanhamento do Boletim Focus é indispensável para o investidor porque traz informações relevantes para a sua tomada de decisão. Para começar, a avaliação sobre os indicadores ajuda a formar o cenário macroeconômico.

Logo, ele permite reconhecer as expectativas para a economia brasileira, em curto e médio prazo. Além disso, é uma maneira de identificar fatores que interferem nos resultados. A taxa Selic, por exemplo, está ligada à rentabilidade da renda fixa e pode afetar o mercado de ações.

Quanto mais alta, maior é a atratividade da renda fixa e menos aquecido tende a ficar o mercado acionário — e vice-versa. Ademais, o IPCA diminui o poder de compra e altera a avaliação sobre o retorno dos investimentos.

Quando a inflação no Brasil está alta, há uma procura ainda maior por investimentos que sejam atrelados à inflação ou que a superem, para proteger o patrimônio. Na prática, o indicador impacta a rentabilidade real da renda fixa e da renda variável, o que exige uma análise cuidadosa.

As projeções do PIB e do dólar também afetam as decisões de investimentos. Diante de tudo isso, é indispensável acompanhar o relatório para ter um acompanhamento confiável do mercado e fazer as escolhas.

Como aproveitar as informações do Boletim Focus do Banco Central?

Tão importante quanto entender o que o Boletim Focus tem a oferecer é saber como aproveitá-lo. Nesse sentido, um dos primeiros pontos envolve saber que não é preciso, necessariamente, usar todas as informações a cada semana.

Não é porque um Boletim Focus do Banco Central indica um aumento da inflação para o ano que você deva se desfazer de ativos para adquirir outros atrelados ao IPCA, por exemplo. O mesmo vale para qualquer outra informação apresentada, até porque são projeções.

Porém, é importante reconhecer as tendências e saber o que dizem os analistas e profissionais do mercado. Encontrar movimentos fortes pode ajudá-lo a antecipar oportunidades e entender o cenário geral permite que você se prepare para oscilações.

Portanto, considere seus objetivos financeiros e pense em sua estratégia de investimentos para saber quais dados são importantes. Se pretende dolarizar sua carteira, por exemplo, uma expectativa de alta do dólar pode indicar que esse é um bom momento para realizar os aportes.

Com essas informações, você pode perceber que o Boletim Focus do Banco Central é uma das principais fontes de dados para o investidor. Então acompanhe o relatório para auxiliar na sua tomada de decisão em relação aos seus investimentos!

Para saber de forma ainda mais completa como analisá-lo, descubra o que é importante observar no Boletim Focus!

Relacionados

G7 expressa preocupação sobre China e quer mais estudos sobre origem da covid-19

Em comunicado divulgado neste domingo, os líderes do G7 emitiram um apelo para um novo estudo sobre as origens da covid-19, [...]

Estadão - 13/06/2021

'Langoni foi um economista brilhante', diz Sachsida

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, usou as redes sociais para lamentar a morte do ex-presidente [...]

Estadão - 13/06/2021

Votação neste domingo pode encerrar governo Netanyahu em Israel

O futuro político do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu será decidido neste domingo (13) quando legisladores votarão a respeito de um novo [...]

Estadão - 13/06/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções