Cotações por TradingView

Bear trap: o que é e como identificar e evitar esse padrão?

Tempo de leitura: 5 minutos

As movimentações da Bolsa de Valores podem gerar interpretações incorretas e criar armadilhas para os operadores — ou traders —, como o bear trap. Em casos como esse, as perdas financeiras e de oportunidades podem se tornar significativas e prejudicar o investidor.

Sendo assim, é indispensável entender como identificar e como evitar esse quadro. Desse modo, você consegue se preparar melhor para tomar as decisões de especulação, conforme previsto em sua estratégia.

Na sequência, descubra o que é o bear trap e veja como não cair nessa armadilha do mercado!

O que você verá neste artigo:
O que é bear trap?
Como funciona?
Quais as diferenças entre bear trap e bull trap?
Como identificar esse padrão?
Por que é preciso evitar o bear trap?
Como se prevenir desse padrão?

O que é bear trap?

O termo bear trap pode ser livremente traduzido como “armadilha para ursos”. Ele representa um padrão encontrado na análise técnica que pode levar o operador ao erro.

Na prática, ele acontece no chamado bear market, que reflete a queda da Bolsa. Nesse caso, a armadilha costuma afetar quem realiza venda a descoberto, beneficiando-se dessa queda de desempenho do mercado.

Como funciona?

Em relação ao funcionamento, o padrão gráfico chamado de bear trap envolve uma suposta reversão de tendência de queda. Logo, essa armadilha pode levar o operador ao erro, por apresentar informações que, na verdade, não se concretizam.

Nesse caso, a armadilha acontece com um ativo que está em alta, mas que apresenta uma queda e chega a romper o suporte. Com isso, existe a percepção de que o mercado cairá ainda mais, o que tende a aumentar a força vendedora.

Contudo, com a queda do preço, pode ocorrer um aumento da força vendedora. Por isso, logo depois, o preço volta a subir. A armadilha está na leitura de que houve uma reversão de tendência da alta e que, portanto, o mercado continuará a cair.

Quais as diferenças entre bear trap e bull trap?

Como os termos são semelhantes, é comum que haja uma confusão entre bear trap e bull trap. Porém, eles indicam cenários diferentes, até mesmo pelo modo como o trader opera no mercado para executar sua estratégia.

No caso do bull market, que significa que o mercado está subindo, a atuação ocorre a favor do mercado — ou seja, com foco em sua valorização. A armadilha é composta por um movimento de recuperação de preço.

Nessa alta, há o rompimento da resistência e o alcance de patamares mais elevados para os preços. Isso pode fazer com que os investidores e especuladores acreditem na tendência de crescimento do preço.

O que acontece, entretanto, é uma rápida desvalorização do ativo, o que interfere nos resultados que podem ser obtidos. Já o bear trap, como visto, aponta uma reversão de um ativo que está em tendência de queda. Como consequência, em vez de caírem, os preços continuam a subir.

Como identificar esse padrão?

Além de saber o que é o bear trap, é necessário entender como fazer a sua identificação. Uma das informações mais importantes para avaliar é o volume de transações financeiras. Uma reversão de tendência, em geral, aumenta o volume de negociações do ativo.

Porém, se a mudança não tiver sido significativa, pode se tratar de uma armadilha. Além disso, vale a pena usar as médias móveis, pois elas ajudam a analisar o comportamento do ativo em perspectiva. Assim, é possível saber se a tendência realmente tinha as características referentes à armadilha.

Também é importante saber acompanhar os limites de suporte e resistência para entender quando um ativo está próximo de vencê-los, considerando topos e fundos. A partir disso, há como usar as informações anteriores para verificar a reversão de tendência.

Assim, utilizar as ferramentas adequadas e fazer uma boa análise gráfica são elementos fundamentais para se antecipar a esse tipo de armadilha. Dessa maneira, suas decisões não serão confundidas por esse comportamento do mercado.

Por que é preciso evitar o bear trap?

A identificação adequada do bear trap é essencial para reduzir os riscos de perdas financeiras na especulação. No day trade, por exemplo, cair em uma armadilha como essa pode comprometer todo o resultado de operações.

Isso se deve ao potencial ilimitado de perdas, com destaque para quem opera vendido. Ao fazer a venda descoberta de um ativo, o objetivo é começar vendendo mais caro para depois comprar os ativos a preços mais baixos.

Contudo, a reversão de tendência do bear trap não se concretiza. Com a alta, os prejuízos podem ser ilimitados. Quanto maior for a valorização em relação ao preço vendido, maiores serão as perdas.

Além disso, cair nessa armadilha afeta quem faz a especulação na Bolsa de Valores de modo comprado. Com a breve reversão e queda do mercado, operadores podem escolher vender os papéis para evitar perdas maiores.

Contudo, na verdade, deixam de aproveitar uma valorização maior que pode ocorrer logo após essa queda.

Como se prevenir desse padrão?

Considerando que o bear trap pode afetar diretamente seus resultados ao operar na Bolsa, evitá-lo é um ponto crucial. Para tanto, o primeiro passo envolve conhecer as suas características e como identificá-lo. Focar no volume de negociações, como visto, pode ajudar.

Além disso, é necessário fazer uma análise gráfica completa e que confirme as tendências de outras formas. Desse modo, você corre menos riscos de se deixar convencer apenas pelo padrão gráfico da armadilha.

Outro aspecto importante inclui o controle emocional. Seja para fazer day trade, seja para operar com outros prazos especulativos, é indispensável manter o domínio das emoções.

Afinal, o bear trap é uma armadilha que, em regra, funciona devido ao efeito manada. Portanto, é preciso pautar suas decisões de forma estratégica e não apenas pela movimentação coletiva do mercado.

Já se você decidiu operar vendido diante da expectativa de queda do mercado, o mais importante é estabelecer o mecanismo de stop loss. Assim, com a retomada do crescimento do preço, pode-se encerrar a operação automaticamente quando o nível de perda tolerável for alcançado.

Como visto, o bear trap é um tipo de armadilha que acontece quando não há a efetiva reversão de tendência esperada. Após aprender a identificá-lo, você poderá se prevenir quanto a essa situação, visando evitar perdas em potencial durante as suas operações na Bolsa.

Essas informações foram úteis? Aproveite e aprenda mais sobre a diferença entre o bull e o bear market!

Relacionados

Você sabe realmente para que serve a bolsa?

Se alguém perguntar o que vem à sua cabeça quando o assunto é investimento, provavelmente uma das primeiras coisas que você [...]

B3 - A Bolsa do Brasil - 18/01/2022

Aluguel de ações: o que é e como funciona?

Você sabia que é possível ter uma boa rentabilidade quando se negocia ações em um mercado em queda? Para fazer isso, [...]

Syntax Finance - 05/01/2022

Como e por que utilizar gráficos comparativos ao investir na bolsa?

Investir na bolsa de valores é uma forma de buscar rendimentos a partir dos seus aportes. Porém, decidir qual é o [...]

Guide Investimentos - 28/12/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções