Bolsas de NY fecham em alta; Dow Jones e S&P 500 renovam recordes

Tempo de leitura: 2 minutos

As bolsas de Nova York fecharam em alta nesta segunda-feira, 5, impulsionadas pelo otimismo no mercado por uma retomada econômica dos Estados Unidos, repercutindo especialmente os dados acima do esperado do relatório de empregos (payroll) norte-americano, publicados na última sexta-feira, mas que só tiveram impacto maior nesta segunda-feira, pelo feriado de Páscoa. O cenário levou Dow Jones e S&P 500 a renovarem seus recordes de fechamento. Ações de tecnologia e aéreas tiveram algumas das altas mais relevantes. Por outro lado, a queda das petroleiras, acompanhando a forte baixa no barril da commodity energética, limitou ganhos.

O índice Dow Jones fechou em alta de 1,13%, aos 33.527,19 pontos, o S&P 500 encerrou com avanço de 1,44%, aos 4.077,91 pontos, e o Nasdaq, de 1,67%, aos 13.705,59 pontos.

Na última sexta-feira, o payroll dos EUA apontou criação líquida de 916 mil postos em março, bem acima da expectativa de analistas. Já o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) de serviço dos EUA avançou de 59,8 em fevereiro para 60,4 em março, conforme mostrou pesquisa final da IHS Markit divulgada nesta segunda-feira. O índice de atividade do setor de serviços americano medido pelo ISM teve alta de 55,3 a 63,7 no período, maior nível desde 1997.

Analistas avaliam que há um cenário de retomada econômica no país, impulsionado pela vacinação e estímulos fiscais. As aéreas tiveram ganhos, observando o quadro da pandemia e uma possível recuperação. American Airlines (+1,55%), Delta Airlines (+2,91%) e United Airlines (+2,54%) tiveram altas.

A Tesla teve alta de 4,43%, após a companhia informar que as entregas de carros elétricos no primeiro trimestre do ano superaram as expectativas. A fabricante entregou cerca de 184 mil veículos entre janeiro e março, acima das projeções consultados pelo Wall Street Journal.

Já a desenvolvedora Roblox subiu 5,08%, após uma recomendação de compra do Bank of America (BofA), citando menor risco de capital do que concorrentes tradicionais e a presença mobile. Algumas big techs também tiveram altas relevantes, como Facebook (+3,43%), Alphabet, que controla o Google (+4,19%), e Microsoft (+2,77%).

Por outro lado, seguindo decisão da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) de aumentar gradualmente a produção, a queda no preço do barril levou Chevron (-1,17%), ExxonMobil (-1,55%) e ConocoPhilips (-3,35%) a registrar baixas. Após anunciar plano para vender até 3,5 milhões de seus papéis ordinários, as ações da Gamestop tombaram no pré-mercado, mas a empresa terminou com uma baixa mais leve, de 2,35%.

Em meio ao otimismo crescente dos mercados, o BofA apresentou um sinal de alerta. O indicador Sell Side, elaborado pelo banco e chamado por ele de “medidor contrário de sentimento de Wall Street”, subiu de 59,2% para 59,4%, maior nível em 10 anos – e, agora, está mais próximo da recomendação de venda (60,5%).

Relacionados

Artistas dos EUA e Brasil pedem a Biden que não feche acordos com Bolsonaro

Uma carta, assinada sobretudo por artistas de Brasil e Estados Unidos, pede ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que "não [...]

Estadão - 20/04/2021

Lojas Americanas adquire Grupo Uni.co

A Lojas Americanas comunicou nesta terça-feira, 20, que sua subsidiária IF Capital fechou contrato para a adquirir 70% das ações do [...]

Estadão - 20/04/2021

ONS diz que discussões sobre leilões de potência estão sendo finalizadas

O diretor geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Carlos Ciocchi, informou que as discussões sobre os inéditos leilões de [...]

Estadão - 20/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções