Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas asiáticas sobem levemente, com ganhos limitados por geopolítica e covid-19

Tempo de leitura: 1 minuto

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em leve alta nesta quarta-feira, após os sólidos ganhos do pregão anterior, com investidores se mostrando mais cautelosos em meio a tensões geopolíticas e recentes surtos de coronavírus em partes da China e dos EUA.

Nos mercados chineses, o índice Xangai Composto subiu 0,14% hoje, a 2.935,87 pontos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,29%, a 1.903,77 pontos.

Em outras partes da Ásia, o Hang Seng se valorizou 0,56% em Hong Kong, a 24.481,41 pontos, o sul-coreano Kospi mostrou alta de 0,14% em Seul, a 2.141,05 pontos, e o Taiex registrou ganho de 0,20% em Taiwan, a 11.534,59 pontos.

Exceção, a bolsa japonesa ficou no vermelho. O Nikkei caiu 0,56% em Tóquio, a 22.455,76 pontos, pressionado por ações de montadoras e de empresas aéreas.

O viés positivo na Ásia veio após mais um dia de valorização das bolsas de Nova York, que ontem avançaram em boa parte por causa de novos sinais de recuperação da economia dos EUA, evidenciados por um salto bem maior do que o esperado nas vendas do setor varejista americano. Recentes estímulos dos bancos centrais dos EUA e do Japão também ajudam a sustentar o apetite por risco.

Por outro lado, surgiram questões geopolíticas envolvendo Índia e China e as duas Coreias, que justificam o tom cauteloso de hoje. Além disso, permanecem no radar o ressurgimento da covid-19 em Pequim, a capital chinesa, e o aumento de casos da doença em Estados dos EUA que estão em processo de reversão de medidas de quarentena.

Na Oceania, a bolsa australiana terminou o dia em alta, após se recuperar de uma queda no meio do pregão. O S&P/ASX 200 avançou 0,83% em Sydney, a 5.991,80 pontos. Com informações da Dow Jones Newswires.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções