Secretária do Tesouro dos EUA reativará conselho de risco financeiro com reunião

Tempo de leitura: 1 minuto

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, vai reativar um conselho de reguladores incumbidos de monitorar a estabilidade do sistema financeiro, com foco em riscos que sugiram durante a turbulência dos mercados há um ano, quando a maior economia do mundo foi atingida em cheio pela pandemia do coronavírus. Yellen vai liderar sua primeira reunião do Conselho de Supervisão de Estabilidade Financeira (FSOC, pela sigla em inglês) nesta quarta-feira, 31, para avaliar uma série de questões, incluindo as atividades de fundos mútuos e de hedge, e seu papel na volatilidade ocorrida no ano passado, segundo informou o Departamento do Tesouro na última semana.

Em março de 2020, as preocupações de investidores com o possível impacto da pandemia dispararam uma abrupta liquidação até de ativos considerados muito seguros, como Treasuries.

A turbulência foi marcante nos mercados de financiamento de curto prazo, com investidores abandonando certos tipos de fundos mútuos com mais rapidez do que o fizeram na crise de 2008.

O FSOC não tem a atribuição de tomar medidas regulatórias, mas seus integrantes discutirão as questões e avaliarão se estudos ou medidas precisam ser considerados.

A reunião desta quarta foi marcada antes de relatos da imprensa sobre perdas bilionárias sofridas pelo hedge americano Archegos Capital Management.

Relacionados

Austrália vai retirar tropas do Afeganistão até setembro

A Austrália vai concluir a retirada das suas tropas do Afeganistão em setembro, junto com os Estados Unidos e outros aliados, [...]

Estadão - 15/04/2021

EUA vão anunciar sanções contra a Rússia e expulsão de diplomatas do país

O governo dos Estados Unidos vai impor uma série de medidas retaliatórias à Rússia nesta quinta-feira, 15, em resposta à suposta [...]

Estadão - 15/04/2021

Problema não é de recursos, mas de falta de projetos, diz Ricardo Paes de Barros

O economista e ex-subsecretário de Ações Estratégicas Ricardo Paes de Barros disse nesta quarta, 14, que o problema do Brasil não [...]

Estadão - 14/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções