Cotações por TradingView

A Previdência privada pode ser sua aliada na Reforma da Previdência Social

Tempo de leitura: 3 minutos

“A previdência privada com as modalidades VGBL (Vida Gerador de Benefício livre) e PGBL (Plano Gerador de Benefício livre) pode ser seu grande aliado na hora de se aposentar ou planejar o futuro.”  afirma Tais de Lima a especialista em Previdência da Guide Investimentos.

Os tipos de plano são definidos de acordo com seu momento de vida.

PGBL – Você que faz declaração de imposto de renda no modelo completo, pode ter benefício fiscal de até 12% com base na sua renda tributável anual.

Aqui se vê um exemplo: Se você possui uma renda tributável anual de R$ 100.000,00 e no ano aplicou R$ 12.000,00 no plano PGBL da Previdência Privada, sua base de cálculo para pagamento de imposto será de R$ 88.000,00.

VGBL – Para você que faz a declaração de imposto de renda simplificada também existem vantagens na previdência.

Agora mais um exemplo:  Você acumulou um montante na previdência privada de R$ 110.000,00, onde R$ 10.000,00 foram rendimentos (lucro). Quando houver necessidade de um resgate, o imposto será apenas sobre os R$ 10.000,00, ou seja, seu capital investido está preservado.

E o que isso tem relação com a reforma da Previdência Social?

A PEC 6/2019, teve como principal medida a fixação de idade mínima para a aposentadoria, que para os homens é de 65 anos e para as mulheres 62 anos, porém o texto aprovado também diz que é necessário um tempo mínimo de contribuição, que é de 20 anos para os homens e 15 anos para as mulheres.

E o que isso significa? É necessário que haja um casamento entre a idade do contribuinte mais o tempo de contribuição ao INSS. De acordo com Emenda Constitucional nº 103 de 12/11/2019 a reforma da Previdência Social, altera as regras de aposentadoria e pensão aplicáveis aos trabalhadores segurados do Regime Geral de Previdência Social, aos servidores públicos civis e aos detentores de mandato eletivo.

Entendendo isso, vimos que a regra de cálculo também foi alterada, antes da reforma era a média 80% dos maiores salários e foi reduzido para 60% da média. Assim, para receber 100%, mulheres terão que contribuir por 35 anos, e homens, por 40 anos. A aposentadoria não pode ser maior do que o teto do INSS. Em 2021, ele é de R$6.433,57.

Essa reforma foi um marco extremamente importante para a redução das despesas públicas, porém para o contribuinte a necessidade de uma previdência privada se torna imprescindível.

E por que a previdência privada se tornou imprescindível?

Aqui serão listados 3 pontos fundamentais para se ter uma previdência privada.

Expectativa de vida

De acordo com IBGE, em 2019 a expectativa de vida do brasileiro aumentou em 3 meses, sendo assim chegando aos 76,6 anos para os nascidos no ano da pesquisa. Entende-se que brasileiros estão vivendo mais, principalmente com praticidade de buscar meios saudáveis de viver, como a prática por esportes físicos e mudança na alimentação.

O Google e Sport Track fizeram um estudo que apontou o interesse por esportes entre os brasileiros, durante a pandemia do Coronavírus, onde 39% dos entrevistados declaram ter começado algum tipo de atividade nova.

Padrão de vida

O envelhecimento é inevitável, e a pergunta que fica é? Conseguirei manter o padrão de vida após a aposentadoria? Dificilmente sem planejamento a resposta será sim, tendo em vista que os custos com convênio médico e medicamentos tende a consumir boa parte do orçamento, principalmente quando os aumentos anuais regulamentados pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) são superiores à inflação

Sucessão patrimonial

O planejamento sucessório ainda é pouco falado e utilizado no Brasil, alguns processos de inventário se arrastam por anos. No Brasil o processo mais longo durou 107 anos, e não isso que você quer para seus herdeiros, não é mesmo?

A previdência privada, é um poderoso instrumento para aproveitar a expectativa de vida que tem crescido no país, manter o padrão de vida e não ter dores de cabeça com a sucessão de patrimônio. Sabe por quê? A previdência privada te permite contribuir mês a mês por débito em conta ou boleto, o dinheiro aplicado rende como um investimento e quando o inevitável acontecer, o pagamento para os herdeiros é feito em 30 dias, após envio da documentação solicitada pela Seguradora. 

Sem complicação, sem pegadinha, apenas planejamento!

Invista hoje e desfrute amanhã.

Fonte: Senado Anoreg

Colaboração: Tais Pereira de Lima


Relacionados

Mercado financeiro no Brasil: como funciona?

Nos últimos tempos, tivemos um aumento histórico na quantidade de novos investidores na Bolsa de Valores, o que abriu a porta [...]

Tiago Feitosa – T2 Educação - 09/11/2021

O que é investimento e como começar a investir hoje mesmo

Quem é iniciante no mercado financeiro costuma se perguntar o que é investimento e como começar. Se você quer entender mais [...]

Guide Investimentos - 20/08/2021

O que é VGBL e como ele funciona?

A previdência privada conta com uma diversidade de planos, sendo o VGBL e o PGBL os mais conhecidos entre os investidores. [...]

Syntax Finance - 20/07/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções