Inflação ao consumidor medida pela OCDE sobe 1,5% em janeiro, na comparação anual

Tempo de leitura: 1 minuto

A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) informa que a inflação anual ao consumidor nos países do grupo subiu 1,5% em janeiro, na comparação com o mesmo mês de 2020, após alta anual de 1,2% em dezembro. Depois de uma reação entre dezembro e janeiro, a queda anual dos preços de energia foi menos pronunciada em janeiro (-3,9%) do que em dezembro (-6,5%), enquanto a inflação dos preços de alimentos desacelerou para alta anual de 3,1% (de 3,2% em dezembro).

Excluindo-se energia e alimentos, o núcleo da inflação na OCDE subiu 1,7% em janeiro, de 1,6% em dezembro.

Em relatório, a OCDE destaca o ganho de fôlego nos preços na zona do euro. A região da moeda comum teve alta anual de 0,9% na inflação em janeiro, após recuo de 0,3% em dezembro.

Relacionados

Rússia: BC eleva juro básico a 5% e diz que avaliará necessidade de novo aumento

O Banco Central da Rússia decidiu elevar sua taxa básica de juros em 50 pontos-base, a 5%, após concluir reunião de [...]

Estadão - 23/04/2021

Startup loft fecha o maior aporte do Brasil

Após receber um aporte de US$ 425 milhões em março, a startup de compra, reforma e venda de imóveis Loft está [...]

Estadão - 23/04/2021

Especialistas criticam política ambiental brasileira

Em um discurso de quase 7 minutos na abertura da cúpula do clima, o presidente Jair Bolsonaro procurou desenhar um cenário [...]

Estadão - 23/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções