Juros caem com horizonte de recessão

Tempo de leitura: 1 minuto

A manhã é de leve queda nos juros futuros curtos e médios na manhã desta sexta-feira, 3, dando continuidade ao movimento da véspera diante das perspectivas de recessão no Brasil este ano por causa da pandemia de coronavírus. Já os longos abriram com viés de baixa, mas passaram a subir, alinhados ao dólar e à cautela global.

“A grande questão são todas essas revisões de PIB, várias casas já falando em -4%, -5%. Aí não tem jeito, BC deve cortar mais”, diz o trader Luis Felipe Laudisio dos Santos, da Renascença DTVM.

Às 10h23, a taxa de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2021 recuava para 3,15%, para 3,20% no ajuste de ontem.

O DI para janeiro de 2022 caía para 3,99%, de 4,05%, enquanto o vencimento para janeiro de 2025 subia para 6,93%, de 6,95% no ajuste anterior.

Relacionados

Painel do CDC adia voto sobre riscos de coágulo com uso vacina da J&J

Um painel consultivo federal se recusou nesta quarta-feira, 14, a votar sobre como a vacina contra a covid-19 da Johnson & [...]

Estadão - 14/04/2021

Cia. Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

A Cia. Hering informou nesta quarta-feira, 14, que o seu conselho de administração decidiu, por unanimidade, rejeitar a proposta de potencial [...]

Estadão - 14/04/2021

Juros caem alinhados a uma melhora do câmbio e com apetite ao risco no exterior

Os juros fecharam a quarta-feira em queda, favorecida pelo apetite ao risco visto no mercado de moedas emergentes, especialmente após declarações [...]

Estadão - 14/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções