França terá volta de viagens e reabertura de comércios a partir de 19 de maio

Tempo de leitura: 1 minuto

A França vai liberar o uso de áreas abertas em restaurantes e cafés, estabelecimentos comerciais e locais culturais, incluindo museus e cinemas, a partir do dia 19 de maio, anunciou o presidente Emmanuel Mácron. Em uma entrevista à imprensa regional para falar sobre a suspensão progressiva das restrições em vigor pela pandemia de covid-19, o presidente afirmou que será necessário, no entanto, esperar até 9 de junho para poder comer ou tomar um café dentro de um restaurante ou bar.

O toque de recolher, em vigor atualmente em toda a França a partir das 19h, passará para as 21h a partir de 19 de maio e 23h a partir de 9 de junho, com a suspensão definitiva em 30 de junho. As restrições de deslocamento, que impedem os franceses de viagens a mais de 10 quilômetros de sua residência, exceto por motivo imperioso, serão suspensas em 3 de maio. No mesmo dia, os estudantes do ensino médio voltarão às aulas, uma semana depois que os alunos do ensino básico.

Atualmente, a incidência de casos em sete dias é de 300 para cada 100.000 habitantes e muitos hospitais estão lotados. Macron, no entanto, destacou: “devemos voltar à nossa arte de viver à francesa”. Ao mesmo tempo, ele pediu aos cidadãos que permaneçam “prudentes e responsáveis”.

A França registrou 103.947 mortes por covid-19 até agora.

Relacionados

Pelosi: payroll reforça necessidade por investimentos sociais e em infraestrutura

O "decepcionante" resultado do relatório de empregos de abril dos Estados Unidos reforça a "necessidade urgente" de aprovar os planos de [...]

Estadão - 07/05/2021

OMS: apoio à quebra de patentes dá suporte significativo à equidade de vacinas

Diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom disse que o apoio dos Estados Unidos à quebra de patentes de [...]

Estadão - 07/05/2021

União honrou R$ 477,74 milhões em dívidas de Estados em abril, diz Tesouro

O Tesouro Nacional precisou desembolsar R$ 477,74 milhões em abril para honrar débitos bancários com garantias da União que não foram [...]

Estadão - 07/05/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções