Mansueto é exonerado e Bruno Funchal é nomeado para o comando do Tesouro

Tempo de leitura: 1 minuto

A exoneração de Mansueto Almeida do cargo de secretário do Tesouro Nacional foi confirmada na edição desta quarta-feira, 15, do Diário Oficial da União. A saída foi anunciada em junho deste ano. Foi nomeado para o seu lugar o economista Bruno Funchal, que ocupava até então o posto de diretor de Programas do Ministério da Economia e é ex-secretário da Fazenda do Espírito Santo.

Com isso, Funchal foi exonerado da função que vinha exercendo. Os atos de pessoal foram assinados pelo ministro-chefe da Casa Civil, Walter Braga Netto.

No começo do mês, Mansueto Almeida reafirmou que não deve haver mudanças de trajetória no comando do Tesouro. “Não haverá mudanças na política fiscal brasileira. O plano de consolidação fiscal do Brasil está na Constituição, e o Brasil não vai mudar a Constituição”, disse, em videoconferência organizada pelo Itaú BBA. A exoneração de Mansueto, segundo consta no Diário Oficial, ocorreu “a pedido”.

Relacionados

Franco França liga para colega argentino e fala em aprofundar relações bilaterais

O novo chanceler brasileiro, o embaixador Carlos Alberto Franco França, ligou neste sábado, 10, para seu homólogo argentino, Felipe Solá, e [...]

Estadão - 10/04/2021

Comitê interno da Petrobras desaprova dois nomes indicados ao Conselho da empresa

Dois dos 11 nomes indicados para compor o Conselho de Administração da Petrobras foram considerados inaptos a assumir o cargo por [...]

Estadão - 10/04/2021

Irã inicia lockdown de dez dias; Venezuela anuncia adesão à Covax

O Irã iniciou neste sábado, 10, um lockdown de dez dias para conter a quarta onda de infecções por coronavírus no [...]

Estadão - 10/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções