UE pede diversificação de fornecedores de 5G em meio à pressão

Tempo de leitura: 1 minuto

A Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia (UE) alertou nesta sexta-feira, 24, para a necessidade de diversificação de fornecedores de rede 5G. O pronunciamento vem em meio à pressão dos Estados Unidos para que países não comprem equipamentos da gigante chinesa Huawei, líder no setor, para implantação do serviço, alegando questões de segurança nacional.

Os americanos alegam que a Huawei utiliza seus equipamentos para fins de espionagem. O Reino Unido cedeu à pressão e já descartou fechar um negócio com a companhia da nação asiática, enquanto o Brasil ainda não se pronunciou sobre o tema.

Por meio de nota, o órgão europeu destaca que os membros do bloco iniciaram um processo para revisar e fortalecer as medidas de segurança aplicáveis às redes 5G, para além da busca de fornecedores. “Nossa prioridade e responsabilidade comum é garantir que essas redes sejam seguras”, completa o documento.

Relacionados

Em assembleia tensa, acionistas da Petrobras destituem Castello Branco

O governo venceu a batalha com o mercado financeiro e conseguiu eleger 7 dos 8 nomes que indicou ao conselho da [...]

Estadão - 12/04/2021

Taiwan reporta atividade da China em seu espaço aéreo

O Ministério da Defesa de Taiwan registrou uma série de atividades chinesas na ilha nesta segunda-feira, 12, seguindo um reforço dos [...]

Estadão - 12/04/2021

Em viagem à América do Sul que exclui Brasil, enviados de Biden visitam Colômbia

Autoridades dos Estados Unidos realizaram uma visita oficial à Colômbia nesta segunda-feira, 12. Os enviados especiais do presidente americano, Joe Biden, [...]

Estadão - 12/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções