Comissão Europeia aprova fusão de Fiat e Peugeot, mas com exigências

Tempo de leitura: 1 minuto

A Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia, aprovou a fusão da montadora Fiat Chrysler Automobiles (FSA) com a Peugeot, segundo comunicado emitido na manhã desta segunda-feira (21). A transação vai resultar no quarto maior grupo automotivo do mundo, que receberá o nome de Stellantis.

O acordo de fusão, contudo, seguirá normas restritivas para garantir a concorrência no setor. Uma parceria existente entre Peugeot e Toyota para produção de pequenos veículos comerciais deverá ser ampliada e termos de manutenção de automóveis deverão ser alterados para facilitar acesso de concorrentes à rede de reparação.

“Podemos aprovar a fusão da Fiat e da Peugeot porque seus compromissos facilitarão a entrada e a expansão no mercado de pequenas vans comerciais. Nos outros mercados onde os dois fabricantes automotivos estão atualmente ativos, a concorrência permanecerá vibrante após a fusão”, diz a vice-presidente executiva da Comissão Europeia Margrethe Vestager , responsável pela política de concorrência.

Relacionados

Petróleo fecha em leve alta após quedas recentes

Os contratos futuros de petróleo fecharam em leve alta nesta quinta-feira, após quedas recentes, observando sinalizações sobre a demanda. O avanço [...]

Estadão - 22/04/2021

Casa Branca defende financiamento de infraestrutura por aumento de impostos

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, disse nesta quinta-feira, 22, que o presidente americano, Joe Biden, acredita que [...]

Estadão - 22/04/2021

BC reduz exigências de funcionamento para arranjos de pagamento menores

O Banco Central reduziu nesta quinta-feira, 22, por meio da Resolução BCB nº 89, as exigências de funcionamento para os arranjos [...]

Estadão - 22/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções