Norte do México sofre apagões que pesam sobre produção industrial do país

Tempo de leitura: 1 minuto

A Capital Economics destaca em relatório o efeito que a crise de energia no Texas teve sobre o México. A consultoria lembra que o gás natural é usado para gerar cerca de 60% da oferta de eletricidade no país e que este é cada vez mais dependente de importações do Texas. Os gasodutos responsáveis por esse transporte, porém, congelaram nesta semana, em meio a uma onda de nevascas e outros problemas climáticos em parte dos Estados Unidos nos últimos dias.

O Norte do México é o polo industrial do país e sofreu com a falta de energia em dias recentes, diz a Capital Economics. Ela calcula que isso resultará em uma queda de 4,5% a 5,0% na produção industrial mexicana em fevereiro, na comparação com igual mês do ano passado.

Para a consultoria, como a economia do México tem grande capacidade ociosa neste momento de pandemia, há espaço para que essa perda seja recuperada nos próximos meses. Além disso, a Capital Economics acredita que isso reforçará o plano do presidente Andrés Manuel López Obrador de buscar maior suficiência energética para o país.

Relacionados

Austrália vai retirar tropas do Afeganistão até setembro

A Austrália vai concluir a retirada das suas tropas do Afeganistão em setembro, junto com os Estados Unidos e outros aliados, [...]

Estadão - 15/04/2021

EUA vão anunciar sanções contra a Rússia e expulsão de diplomatas do país

O governo dos Estados Unidos vai impor uma série de medidas retaliatórias à Rússia nesta quinta-feira, 15, em resposta à suposta [...]

Estadão - 15/04/2021

Problema não é de recursos, mas de falta de projetos, diz Ricardo Paes de Barros

O economista e ex-subsecretário de Ações Estratégicas Ricardo Paes de Barros disse nesta quarta, 14, que o problema do Brasil não [...]

Estadão - 14/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções