Apib pede à Justiça do DF a suspensão do inquérito que intimou Sônia Guajajara

Tempo de leitura: 1 minuto

A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) apresentou à Vara Federal Criminal do Distrito Federal pedido de suspensão do inquérito que intimou Sônia Guajajara por suposta difamação contra o governo federal. Na ação, a entidade defende que a investigação contra a líder indígena e candidata à vice-presidência da República pelo PSOL em 2018 está sendo utilizada para intimidá-la a partir de uma “narrativa política, carecendo de elementos de materialidade, legitimidade, legalidade e de conjunto probatório”.

O documento também destaca que a participação da Fundação Nacional do Índio (Funai) no processo, no caso, trouxe “muita estranheza”, uma vez que a instituição foi criada “justamente para proteger os interesses dos povos indígenas”.

Sônia Guajajara, uma das coordenadoras executivas da Apib, foi intimada pela PF a depor por suposta difamação contra o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em razão da websérie “Maracá”, que aborda violações contra os povos indígenas na pandemia da covid-19. O inquérito foi aberto a pedido da Funai.

Relacionados

Lewandowski rejeita pedido para suspender impeachment do governador de SC

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, negou prosseguimento a uma reclamação do deputado estadual Laércio Schuster (PSB) para suspender [...]

Estadão - 06/05/2021

Renan rebate falas de Bolsonaro e diz que todos 'sem exceção serão investigados'

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) rebateu as indiretas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) [...]

Estadão - 06/05/2021

MP-RJ pede arquivamento de inquérito contra Felipe Neto

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) pediu o arquivamento do inquérito instaurado contra o youtuber Felipe Neto por [...]

Estadão - 06/05/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções