Segundo Tempo: como ficam as “bolinhas”?

Tempo de leitura: 7 minutos

Introdução: O ambiente para os ativos de risco segue desfavorável. Em dia de agenda macro esvaziada nos EUA, aproveitamos para abordar o “gráfico das bolinhas” do Fed – gráfico extremamente importante, e que será divulgado nesta 4ª, dia 21. No Brasil, Ibovespa recua, e dólar sobe, em linha com o esperado pela manhã. No front macro: (1) IBC-Br veio acima do esperado em janeiro; e (2) mercado precifica corte de Selic nesta semana. A Ipsos, segundo o TSE, pode divulgar nova pesquisa amanhã.


CENÁRIO EXTERNO: E SE O “GRÁFICO DAS BOLINHAS” MUDAR?

O “básico” dos mercados… Não mudou muito o ambiente, em relação ao período da manhã. Ativos de risco seguem apresentando um pior desempenho. O ouro e a prata sobem, em meio às quedas generalizadas das commodities. O dólar se enfraquece, enquanto o euro ganha forças (ao redor de US$1,23). Os juros das Treasuries recuam (10 anos ao redor de 2,84%). Nos EUA, o índice S&P 500 recuava 1,9%, às 14h30, horário de Brasília.

Atenções voltadas ao Fed… Falamos disto pela manhã, mas é impossível não voltar comentar sobre a decisão desta semana. Na 4ª, os juros devem subir, e as atenções estarão voltadas àquilo que Jay Powell sinalizará em sua coletiva de imprensa. O mercado mostra cautela às vésperas destas novidades…

Sobre o “gráfico das bolinhas” – parte I… Um dos destaques desta 4ª será a atualização do chamado “gráfico das bolinhas” – gráfico divulgado de 3 em 3 meses, composto por 19 opiniões de dirigentes do Fed (7 dirigentes do boarddo Fed, e 12 presidentes regionais da instituição), sobre o lugar aonde os juros devem estar nos próximos anos. Foi criado no final de 2011, para sinalizar ao mercado, de forma mais transparente, sobre as perspectivas para os juros do próprio Fed.

Sobre o “gráfico das bolinhas” – parte II… Para este ano, a mediana das projeções indicava, até dezembro/17, que os juros iriam subir 3 vezes em 2018. A elevação desta semana será a 1ª do ano. Começará a sinalizar o Fed que os juros podem subir 4 vezes, após bons números de lá pra cá? Registre-se: por conta de 4 assentos vagos no board, haverá, nesta atualização, somente 15 “bolinhas” neste gráfico.

E se o “gráfico das bolinhas” mudar? O viés, em nossa opinião, é o Fed se mostrar mais “hawkish”. Ou seja: mais “duro” em relação à normalização da política monetária. Afinal, de lá pra cá, as perspectivas para a economia americana têm melhorado. Não é por acaso que o próprio Powell, recentemente, reconheceu: “as perspectivas econômicas seguem fortes”(discurso do dia 1º de março, no Congresso).


BRASIL: O GOVERNO BRASIL: MERCADOS LOCAIS ACOMPANHAM O EXTERIOR.

Sobre a política… Com 42% do eleitorado brasileiro, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais são estados relevantes para os presidenciáveis. Neste contexto, vale frisar: Alckmin, ontem, obteve vitória importante: o senador Antonio Anastasia avisou ao PSDB que aceita ser candidato ao governo mineiro.

Intervenção no RJ… Temer disse hoje que a intervenção federal no Rio receberá algo entre R$600-800 milhões. A decisão sobre o valor exato será tomada até 4ª (dia 21), e o repasse, via medida provisória. Hoje, à CBN, o ministro Meirelles disse que os recursos da reoneração da folha de pagamentos serão utilizados para financiar a intervenção (embora o projeto esteja parado).

Atividade econômica… O BC divulgou hoje o índice IBC-Br de janeiro: -0,56% frente a dezembro, e +2,97% frente a janeiro de 2017. Os números ficaram acima do esperado pelo mercado (-0,80% e +2,40%, respectivamente), segundo pesquisa da Bloomberg.

 

Sobre o Ibovespa… O Ibovespa, dando sequência às quedas recentes, recua mais de 1%, na casa dos 83 mil pontos. Seguimos com perspectivas de recuperação e, para fevereiro, esperamos um avanço próximo de 1,5% na comparação mensal. puxado pelos papéis de Itaú, Bradesco, Petrobras e Vale. Por conta do exercício de opções na B3, movimentou-se no segmento Bovespa R$5,6 bi.

Sobre a SUZB3… Os papéis da Suzano ainda refletem o anúncio de acordo de fusão com a Fibria. Conforme abordamos no Guide Empresas de hoje, a transação foi mais vantajosa para os acionistas da Suzano, dado os valores da oferta. Vale a pena a leitura. Assim, os ativos avançam mais de 12%, após subirem 22% na última 6ª (dia 16). No mês, o desempenho do papel é de 48%; no ano, 72%.

Mais sobre os mercados… A percepção de risco-país, medida pelo CDS de 5 anos, avança (o ativo tem alta mais de 3%, ao redor de 152 pontos base, neste início de tarde). O dólar acompanha o movimento de alta, e opera firme frente ao real. Por sinal, é dia de dólar mais forte, quando confrontado com as moedas dos países emergentes. Por trás destes movimentos? Em grande parte, a expectativa pela reunião do Fed…

Uma pesquisa Ipsos… Em tese, será divulgada amanhã uma pesquisa Ipsos, feita nas regiões urbanas do país. Segundo registro no TSE, a pesquisa realizada entre os dias 1º e 13 de março. A divulgação está marcada para amanhã (dia 20).


    Sobre as oscilações do pregão:

    Ibovespa: -1,10%, aos 83.954 pontos;
    Real/Dólar: +0,19%, cotado a R$3,287;
    Dólar Index: -0,43%, 89,848;
    DI Jan/21: +02 pontos base; 8,230%;
    S&P 500: -1,56%, aos 2.709 pontos.

    *Por volta das 15h27, horário de Brasília. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.

    Contatos

    Renda Variável*


    Luis Gustavo Pereira – CNPI
    [email protected]

    Equipe Econômica

    Ignácio Crespo
    [email protected]

    Lucas Stefanini
    [email protected]

    Rafael Gad
    [email protected]

    *A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
    “Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº. 483/10, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

    Relacionados

    Apito Final | (Ainda) entre a cruz e a espada

    Internacional Sem novidades no radar, ativos internacionais dão continuidade a perdas após testar máximas consecutivamente nas últimas semanas;Em dia fraco de indicadores, [...]

    Alejandro Ortiz Cruceno - 20/04/2021

    Rio Bravo: Olhar Atento |O PLN

    O Congresso aprovou ontem o PLN que reedita o Programa de Manutenção do Emprego e da Renda e o Pronampe, duas [...]

    Rio Bravo - 20/04/2021

    Guide Empresas - Vale e Carrefour divulga dados operacionais do 1T21; BRMalls retoma operações de Shoppings

    Vale: Cia apresenta dados de produção referente ao 1T21Impacto: NeutroCarrefour: Cia divulga dados de vendas do 1T21Impacto: Marginalmente PositivoBrMalls: Cia anuncia [...]

    Luis Sales - 20/04/2021
    Logo o guia financeiro

    Entrar

    Como deseja continuar?

    Abra sua conta

    Preencha os campos abaixo
    ou use uma das opções