Cotações por TradingView

Segundo Tempo: agenda vazia (por enquanto)

Tempo de leitura: 5 minutos

Introdução: É dia de agenda fraca, aqui e lá fora. No exterior, os mercados europeus mostram direções mistas, enquanto as bolsas de NY tentam permanecer no azul. O dólar segue mais forte. No Brasil, a política é o que concentra as atenções, e não contribui para impulsionar os mercados locais. Pelo contrário.


CENÁRIO EXTERNO: MERCADOS MISTOS NA EUROPA, E EM ALTA NOS EUA.

O “básico” dos mercados… As bolsas da Europa terminaram em tom misto. O índice IBEX, da Espanha, caiu 0,75%, enquanto o índice CAC, da França, subiu 0,21%. O dólar segue em alta frente a seus principais pares, enquanto os juros das Treasuries sobem. O petróleo se mantém em alta (Brent oscilando entre US$57-58/barril), mas as commodities mostram direções mistas. Nos EUA, as bolsas operam no azul, mas perderam forças desde a abertura.

Uma possibilidade “viva”… A alta do dólar e dos juros dos títulos soberanos de EUA reflete a maior probabilidade de o Fed subir os juros até o final do ano. Segundo cálculos da Bloomberg, o mercado atribui uma probabilidade de 80% à 3ª elevação de juros do ano (que deve vir em dezembro, em nossa opinião). Lembramos: no início de setembro, esta probabilidade era de 35%. De lá pra cá, dados melhores e discursos do Fed contribuíram para esta mudança…

Pano de fundo positivo… Do ponto de vista “macro”, segue a melhor perspectiva para o crescimento global. Claro que existem riscos no cenário – estes, inclusive, foram discutidos no encontro promovido pelo FMI e Banco Mundial, na semana passada, em Washington -, mas prevalece a percepção positiva. Aliás, este é exatamente o tom do último relatório do FMI, divulgado dia 10 deste mês. As revisões, para cima, foram generalizadas (entre desenvolvidos e emergentes).


BRASIL: DIA MENOS POSITIVO POR AQUI.

Um dia menos positivo… O real de deprecia frente ao dólar, em dia misto para as divisas dos emergentes. O real tem, diga-se de passagem, uma das piores performances frente à moeda dos EUA, considerando este grupo de países. O Ibovespa, que operava em alta ainda pela manhã, passou a recuar nesta tarde, diante da perda de fôlego das bolsas americanas. No mercado de juros, a maioria dos DIs apresenta pressão altista. Não nos surpreende o desempenho menos positivo, diante do noticiário local…

Sem grandes novidades… Aqui, é dia de agenda fraca, e de olho – e à espera – da denúncia contra Temer, Padilha e Moreira Franco. Tudo indica que o “custo” para “enterrar” a denúncia aumentou, após noticiário recente. Não há, no entanto, grandes novidades neste front. O mercado seguirá monitorando este tema…

Uma empresa, muitos efeitos… Em relação à bolsa, vale um comentário: o setor de varejo segue sofrendo com a perspectiva de competição da Amazon. O setor de bens de consumo é, diga-se de passagem, o que mais sofre hoje, mantendo viés mais negativo que prevaleceu na última 6ª (dia 13). Vale notar: segundo fontes, a empresa entrará no segmento de roupas esportivas, com uma marca privada – algo que também mexeu com empresas no exterior na última 6ª.

 

 

Ignacio Crespo Rey – Economista


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,32%, aos 76.741 pontos;
Real/Dólar: +0,66%, cotado a R$3,166;
Dólar Index: +0,05%, 93,169;
DI Jan/21: +06 pontos base; 8,990%;
S&P 500: +0,06%, aos 2.555 pontos.


*Por volta das 15h10, horário de Brasília. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Ignácio Crespo Rey
[email protected]

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº. 483/10, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

Relacionados

Apito Final | Nova variante da covid faz bolsas tombarem na Black Friday

Internacional • Ativos de risco globais entraram em derrocada com detecção de nova variante potencialmente resistente às atuais vacinas. Brasil • Ibovespa afundou e [...]

Rafael Gabriel Pacheco - 26/11/2021

Guide Mercados Hoje: Risk off: variante sul-africana traz pandemia de volta ao centro das preocupações na black friday

No Mercados Hoje falamos sobre a abertura do mercado e listamos os principais acontecimentos do noticiário e da agenda econômica no [...]

Victor Beyruti Guglielmi - 26/11/2021

Apito Final | Bolsas internacionais tiveram dia de alta com feriado nos Estados Unidos

Internacional • Feriado americano favoreceu bolsas internacionais depois de dia movimentado no campo dos indicadores. Brasil • Ibovespa fechou em alta com valorização da [...]

Rafael Gabriel Pacheco - 25/11/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções