Mercados Hoje: um pacto de fidelidade

Tempo de leitura: 8 minutos

Introdução: É dia menos claro para os ativos de risco no exterior. Apesar do varejo mais fraco nos EUA, acreditamos que o Fed elevará juros na semana que vem. AIE projeta preço médio do barril do brent em US$67 para 2018. No Brasil, destaque para os números da Petrobras. É dia de agenda macro fraca; e nova pesquisa Ipsos foi registrada no TSE. Segundo o Valor, a arrecadação de impostos em fevereiro foi forte.


CENÁRIO EXTERNO: MERCADOS MISTOS, APÓS VAREJO DOS EUA.

O “básico” dos mercados… As bolsas operam mistas na Europa, após sessão positiva na Ásia. Nos EUA, o S&P futuro opera próximo à estabilidade. O dólar opera estável frente a seus principais pares, e perde forças frente aos emergentes. As commodities seguem com viés mais positivo: o petróleo (brent) avança, cotado em US$65,1; e o minério de ferro, na China, teve alta de 0,66%, com a tonelada em US$72,11.

EUA: varejo desacelera… Em fevereiro, as vendas recuaram 0,1% frente a janeiro – abaixo da expectativa de crescimento de 0,3%, segundo a Bloomberg. Mas vale notar: frente a fevereiro de 2017, as vendas cresceram 4,0%. Os números fizeram preço, e contribuíram para a perda de fôlego da bolsa, diga-se de passagem. Apesar destas oscilações na “ponta”, acreditamos que a perspectiva para a economia do país segue muito positiva. O Fed deve subir os juros na semana que vem (dia 21), de 1,25-1,50% para 1,50-1,75% ao ano.

Sobre o petróleo… Segundo a Agência Internacional de Energia (AIE), o barril do brent deve ter um preço médio neste ano de US$67. O viés positivo para a cotação se dá por conta da expectativa de crescimento forte das economias desenvolvidas. Ou seja, de uma demanda forte.

Mais sobre o petróleo… Embora se espere uma oferta “contida” dos países da Opep, países não-Opep, como os EUA, tem acelerado a sua produção. No mês passado, os americanos atingiram um nível recorde, de 10,2 milhões de bpd, graças ao óleo de xisto. Hoje, no entanto, faz preço um relatório da Opep, que viu no último mês uma diminuição da produção de Emirados Árabes, Venezuela e Iraque.

Na agenda de hoje… Nos EUA, às 9h30, 2 indicadores: (1) índice Empire Manufacturing; e (2) sondagem industrial do Fed da Filadélfia. Às 11h, a confiança do construtor. Todos são dados referentes ao mês de março.


BRASIL: BALANÇO DA PETROBRAS É DESTAQUE.

O “caso-Lula”… O desembargador João Pedro Gebran Neto, do TRF-4, decidiu que a defesa do ex-presidente Lula será avisada 48 horas antes do julgamento dos embargos de declaração, no caso do tríplex do Guarujá. Na sequência, lembramos: a defesa de Lula ainda pode apresentar um “embargo do embargo” – medida que lhe dará mais algum tempo.

Mais uma vítima… No RJ, a vereadora Marielle Franco, do Psol, foi morta a tiros no centro da cidade. O Planalto soltou uma nota, declarado que “acompanhará a apuração do assassinato”, e o ministro Raul Jungmann, da Segurança Pública, “colocou a PF à disposição”.

Corrida eleitoral… A Ipsos registrou uma nova pesquisa no TSE, e sua divulgação é esperada para o dia 20 de março (próxima 3a). Hoje é dia de Executiva Nacional do PT – evento que acontece em Salvador (BA), e terá a presença de Lula e Dilma, além de Pepe Mujica (ex-presidente do Uruguai) e Cristina Kirchner (ex-presidente da Argentina).

Mais sobre as eleições… Segundo o Estadão, Meirelles irá propor um “pacto de fidelidade” a Temer, tentando emplacar a sua candidatura à Presidência pelo MDB, e não pelo PSD. Seria o seguinte: Meirelles deixa a Fazenda, até o início de abril, e tem até julho para tentar ganhar tração. Se não vingar, retira a sua candidatura, e pode, inclusive, apoiar Temer, caso este decida concorrer.

“Ele sabe que vai sofrer, porque querem criminalizar o mundo político. Nós respeitaremos a decisão dele, seja qual for. E Meirelles será muito bem-vindo.” – Romero Jucá, sobre a possível ida de Meirelles ao MDB.

Arrecadação de impostos… Em fevereiro, os números devem ser bons (aumento de 10% em termos reais frente a fev/17), e acima daquilo que estava sendo esperado pelo governo. Isto pode permitir um déficit primário menor neste ano (para o governo central, a meta é de déficit de R$159 bi). Vale registrar, no entanto, que ainda há dúvidas quanto às receitas provenientes da privatização da Eletrobrás (uns R$12,2 bi), e renegação da folha de pagamentos de vários setores (uns R$5,8 bi).

Na agenda de hoje… No front macro, é dia fraco. Além do Prisma Fiscal (10h); o BC oferta até 14 mil contratos de swap cambial, para a rolagem de abril. No front micro, o destaque é o balanço da Petrobras (pré-mercado). Às 15h, haverá teleconferência. Pós-mercado, saem os balanços de Estácio, EZ Tec, e Qualicorp.

E os mercados hoje? Sem direções muito claras no exterior, o destaque do dia são os números e sinalizações da Petrobras. É o que pode ditar rumos por aqui. Para hoje, temos um viés de neutro a positivo em bolsa; e mais neutro nos mercados de juros e câmbio.

Ignacio Crespo – Economista


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -0,39%, aos 86.051 pontos;
Real/Dólar: -0,01%, cotado a R$3,261;
Dólar Index: +0,04%, 89,704;
DI Jan/21: +04 pontos base, 8,230%;
S&P 500: -0,57% aos 2.749 pontos.

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg


EMPRESAS:

Petrobras: Resultado do 4º tri abaixo da expectativa
Impacto: Marginalmente Negativo.

Luis Gustavo Pereira – Estrategista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Temer ameaça agir na OMC contra sobretaxa de Trump
– Reino Unido acusa Rússia e expulsa 23 diplomatas
– Estudo revela que água em garrafa contém plástico
– Vereadora do PSOL é morta a tiros na zona norte do Rio

O Estado de São Paulo
– Por candidatura, Meirelles propõe pacto de risco a Temer
– Vereadora do PSOL é assassinada a tiros no Rio
– Lula aumenta pressão no STF
– USP, Unicamp e Unesp querem mais verba para inclusão

O Globo
– Líder da Maré, vereadora do PSOL é assassinada a tiros
– Fundo público financia leilão por deputados
– Comando da intervenção avalia mudar jornada de trabalho da PM
– Stephen Hawking, a mente que superou tudo

Valor Econômico
– Juro baixo leva empresas a quitar dívidas no BNDES
– Banco deixa de ser termômetro do investimento
– Alckmin acena a MDB e defende reformas
– Compra pública opõe a Anvisa à Saúde

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Ignácio Crespo Rey
[email protected]

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº. 483/10, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

Relacionados

Apito Final | O que fará o centrão?

Internacional Com recuperação em foco, ativos americanos encerram a semana com ganhos expressivos;Europa fica acerca da estabilidade após queda na produção industrial [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 09/04/2021

Flash Macro | Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) /março

O IPCA acelerou a alta para 0,93% em março, após avanço de 0,86% em fevereiro. Com isto, o índice acumula alta [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 09/04/2021

Rio Bravo: Olhar Atento | O IPCA

O IPCA acelerou para 0,93% em março, mas ficou abaixo das expectativas do mercado (1,03%). Em 12 meses a inflação registra [...]

Rio Bravo - 09/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções