Mercados Hoje: o momento de parar

Tempo de leitura: 8 minutos

Introdução: As bolsas recuam na Europa, e tende a ser uma sessão mais fraca nos EUA. Lá, o destaque é o Relatório de Empregos de janeiro. Espera-se que o mercado de trabalho siga forte. O dólar sobe, e os juros das Treasuries acompanham. 10 anos ao redor de 2,8%. No Brasil, vemos mais sinais de recuperação econômica. É dia de agenda fraca.


CENÁRIO EXTERNO: JUROS AMERICANOS EM ALTA.

O “básico” dos mercados… Os juros das Treasuries seguem em alta. Os juros dos papéis de 10 anos do Tesouro americano estão próximos de 2,8%. O viés segue sendo de alta. O dólar também volta a subir lá fora. Euro e Libra recuam. Quanto às commodities? Um quadro misto. Agrícolas, cobre e prata recuam; enquanto o petróleo (brent) segue próximo de US$70/barril. As bolsas da Europa operam em baixa, após sessão negativa na Ásia. Ontem, nos EUA, o S&P 500 caiu 0,06%, mas ainda acumula alta de 5,55% no ano. Hoje, o S&P futuro opera em baixa.

Economia forte nos EUA… Saíram ontem índices que avaliam o setor industrial dos EUA, referentes ao mês de janeiro. O PMI se manteve em nível alto (55,5 pontos), em linha com o esperado pelo mercado. O índice ISM, por sua vez, teve ligeira queda, de 59,3 para 59,1, mas segue em alto patamar. Nesta semana, dados fortes foram divulgados sobre o mercado de trabalho (relatório ADP). É neste contexto positivo – e à espera dos efeitos da reforma tributária – que os juros das Treasuries têm operado em alta. Afinal, espera-se que o Fed precise elevar juros à frente.

Um “shift” para Europa e Japão… Embora as perspectivas para as bolsas americanas siga positiva, valuations mais “esticados” e um ciclo mais maduro de recuperação (na comparação com Europa e Japão) têm provocado alguma ligeira e gradual revisão das apostas dos investidores. Espera-se que o melhor momento político na Europa e no Japão contribuam para que estas econômicas sigam fortes e, consequentemente, estas bolsas continuem em alta. Também vale pontuar: os juros devem continuar baixos por mais tempo nestas economias, enquanto estes já começaram – e devem continuar – a subir nos EUA.

Na agenda macro de hoje… No front macro, atenção ao Relatório de Empregos de janeiro (11h30). A taxa de desemprego deve continuar em 4,1%; devem ter sido criados 180 mil novos empregos, após 148 mil de dezembro; e a média dos salários-hora deve ter subido 2,6% a/a, após 2,5%. Entre estes, continuamos a monitorar com maior atenção os salários, que não aceleraram como se esperaria. Afinal, se começarem a subir, isto pode dissipar o tal “mistério da inflação” (inflação ainda baixa, apesar da economia forte).

O restante da agenda… Outros 2 dados, e 1 discurso relevante: (1) confiança do consumidor (13h); (2) encomendas à indústria (13h); e (3) discurso de J. Williams, do Fed de São Francisco (18h30). No front micro: 11 empresas do S&P 500 divulgam seus números, incluindo Chevron e Exxon Mobil. Ontem, os dados da Apple foram destaque: lucro recorde de US$20 bi no 1º semestre fiscal de 2018 (outubro a dezembro de 2017).


BRASIL: UMA ECONOMIA EM RECUPERAÇÃO.

Que (re)comecem os trabalhos… Iniciam-se, de forma oficial, as atividades legislativas. Mas a sessão de abertura está marcada para 2ª (5). O governo gostaria de retomar a negociação da reforma da Previdência, mas parece cada vez mais difícil. Segundo o ministro Carlos Marun, o texto com a proposta final será apresentado na 3ª (6), pelo relator, o deputado Arthur Maia (PPS-BA). Fevereiro é a data limite: se não evoluir, sairá da pauta. “Temos uma batalha que deve ter um momento de parar. E, na nossa visão, é fevereiro”, disse Eliseu Padilha.

Uma corrida nebulosa… No front político, Rodrigo Maia (DEM-RJ) tenta se manter “longe” de Temer, dada a sua rejeição altíssima, reportada pelo Datafolha (60%). Maia evita ser o “candidato do governo”. Enquanto isso, Temer estaria preocupado em deixar a tarefa de “defender” o seu legado concentrada no tucano Geraldo Alckmin. Meirelles, quem poderia fazê-lo, ainda não deslanchou (teria ao redor de 1% das intenções de voto).

Datas importantes… Ainda em relação à corrida eleitoral: (1) até o dia 8 de março, a equipe de Maia deve estar completa, e isto daria mais corpo à sua intenção de ser presidente (será dia de Convenção Nacional do DEM, e deve aproveitar para oficializar a sua candidatura); e (2) 7 de abril é a data limite para a filiação partidária, algo que pode dar mais clareza sobre a possível candidatura de Luciano Huck.

Uma economia em recuperação… No front macro, destaque pra produção industrial de dezembro: cresceu 2,8% frente a novembro, acima dos 2,0% esperados. Frente a dez/16, cresceu 4,3%, acima dos 3,3% projetados. Em 2017, o setor cresceu 2,5% — o melhor ritmo desde 2010. Ontem, também saíram os dados da Fenabrave: as vendas de autoveículos para o mercado interno subiram 2,1% frente a dezembro; e as vendas parecem retomar a trajetória de recuperação observada até out/17.

E os mercados hoje? Temos um viés menos positivo para os ativos locais, com viés de baixa em bolsa, e de alta em dólar e DIs. O cenário externo se mostra menos favorável, e a agenda local é fraca, sem grandes destaques. Assim, o exterior deve prevalecer. Os investidores continuarão atentos à temporada de balanços (Cielo divulgou ontem, e faz teleconferência hoje).

Ignacio Crespo Rey – Economista


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +0,69%, aos 85.495 pontos;
Real/Dólar: -0,55%, cotado a R$3,170;
Dólar Index: -0,52%, 88,671;
DI Jan/21: -01 pontos base, 8,810%;
S&P 500: -0,06% aos 2.821 pontos..

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg


Empresas:

Cielo: Ambiente competitivo ainda pressiona o resultado do 4T17, mas lucro supera estimativas.
Impacto: Marginalmente Positivo.

Luis Gustavo Pereira – Estrategista


Jornais:

Folha de São Paulo
– Alckmin e Doria cortam verba de combate a mosquito
– Dono de imóvel em Curitiba, Moro recebe auxílio-moradia
– Temer empossa Cristiane Brasil como ministra dá trabalho
– Pesquisa do governo mostra desaprovação em todas as áreas

O Estado de São Paulo
– Previdência tem de ser definida em até três semanas, diz Temer
– Presidente espera definição sobre 2ª instância
– “Desacatar a Justiça é inaceitável”, diz Cármen Lúcia
– Presidente do BNDES é alvo de ação da PF

O Globo
– PF quebra sigilo de 98 para investigar fraude no Postalis
– Indústria avança 2,5% após três anos de queda
– Cármen Lúcia: “É inadmissível desacatar a Justiça ou agredi-la”
– Cidade de Deus, da fama ao abandono

Valor Econômico
– Renegociação de dívidas da CNS inclui a venda de ativo
– Leniência da SBM só durou uma semana
– Interferência gera crise entre Fazenda e Caixa
– Walmart pode ter saída “light”

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Ignácio Crespo Rey
[email protected]

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 17 da Instrução CVM nº. 483/10, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

Relacionados

Apito Final | Próximo das máximas

Internacional Ativos americanos têm dia de baixa, mas continuam operando acerca das máximas históricas;Ativos europeus encerram no verde, com continente se adaptando [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 14/04/2021

Rio Bravo: Olhar Atento | A inflação americana

A inflação americana acelerou para 0,6% a.m. em março, ligeiramente acima das expectativas (0,5%). Em 12 meses, a inflação registrou alta [...]

Rio Bravo - 14/04/2021

Guide Empresas - Gol divulga estimativas do 1T21; JHSF divulga prévia operacional

Gol: Cia divulga estimativas do 1T21Impacto: Marginalmente PositivoJHSF: Cia registra venda de R$ 346 milhões no trimestreImpacto: Marginalmente PositivoBanco Inter: Anuncia [...]

Luis Sales - 14/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções