Mercados hoje | Descontando riscos

Tempo de leitura: 10 minutos

Introdução:

Internacional

• Mercados globais voltam a abrir em terreno positivo;
• Apesar de manutenção de tensões sino-americanas, a atenção do investidor se voltou às negociações de um novo pacote fiscal no Congresso e aos resultados corporativos nos EUA, além do maior otimismo com uma vacina;
• Líder Republicano no Senado americano apresenta projeto para fazer frente à proposta de estímulo aprovada pelos democratas na Casa dos Representantes;
• Autoridades chinesas voltam a ameaçar governo americano com novas medidas de retaliação;
• Temporada de resultados corporativos traz balanços da AT&T, Twitter e Intel Corp. nesta 5ªfeira.

Brasil

• Presidente da comissão mista promete aprovar totalidade da reforma tributária ainda este ano;
• Comissão mista será recomposta na semana que vem, audiências públicas começarão em agosto;
• Incerteza em torno do papel da Comissão Mista gera dúvidas sobre o trâmite;
• Deputados aprovam MP com extensão de auxílio financeiro para estados e municípios.


CENÁRIO EXTERNO: DESCONTANDO RISCOS

Mercados… Bolsas asiáticas voltaram a encerrar sessões com desempenhos mistos, sem grandes destaques. Na zona do euro, os principais índices de mercado amanheceram em tom de recuperação, devolvendo parte das perdas angariadas na sessão de ontem. O Stoxx 600, índice que abrange uma gama de ativos ao redor do continente europeu, avança 0,5% até o momento. Nos EUA, futuros de NY operam com o mesmo viés verificado na zona do euro, dando sequência ao movimento de valorização de ativos de risco enquanto o dólar (DXY) segue em trajetória de queda contra seus principais pares. Por fim, no plano das commodities, ativos registram desempenho predominantemente positivo. O preço do petróleo (Brent Crude) opera próximo a estabilidade, negociado em torno de US$ 44,20/barril.

Descontando riscos… Mercados globais voltaram a amanhecer em alta após a maior volatilidade desta 4ªfeira, quando o governo americano elevou tensões com a China ao ordenar o fechamento abrupto do consulado geral chinês em Houston, no Texas. No momento, as atenções estão voltadas para as negociações em torno do novo pacote de estímulos nos EUA, que não tem registrado avanços significativos depois de três dias de negociações no Congresso. Nesta frente, a notícia de que o governo está avaliando a extensão do auxílio emergencial aos desempregados (atualmente de US$ 600 semanais), que expira no fim do mês de julho, ajuda a dar fôlego adicional aos mercados. Por fim, o otimismo com o desenvolvimento de uma vacina também continua como um dos principais pivôs de sustentação dos mercados, movimento que foi reforçando ontem após a notícia de que o governo americano enviou uma ordem por 600 milhões de doses da vacina em desenvolvimento pela Pfizer.

Nada resolvido… Apesar dos mercados estarem marginalizando os riscos de um novo embate entre os EUA e a China, a situação entre os dois países se mantem tensa. Nesta 5ªfeira, as autoridades chinesas voltaram a avisar o governo americano para tomar cuidado com a direção em que está conduzindo o seu relacionamento com a 2ª maior economia do mundo. Após Donald Trump desafiar a promessa de retaliação feita pela China na manhã de ontem, ameaçando fechar mais consulados chineses nos EUA, o Ministério das Relações Internacionais da China, através de um porta-voz, declarou que a postura da China frente aos Estados Unidos sempre foi clara e que cabe aos americanos decidirem aonde esta disputa vai acabar. Em outras palavras, o desentendimento iniciado ontem está longe de ter chegado a um fim e, por isso, não descartamos novas manhãs de turbulência para os próximos dias.

Importância do pacote… A retomada das discussões em torno de um novo pacote de estímulos nos EUA nesta 2ªfeira tem ilustrado a forte dificuldade que os membros do Congresso estão encontrando para chegar a um consenso. Prometido para o início de agosto, quando os membros do Legislativo entram em recesso, o novo pacote tem como finalidade impulsionar o ritmo de retomada da economia americana ao gerar empregos e estimular o consumo. O auxílio emergencial aos desempregados aprovado em março expira no fim de julho e, a partir daí, a falta de um novo programa similar irá levar as famílias que dependiam do mesmo a poupar mais, debilitando o consumo – força motriz por traz do crescimento econômico nos EUA. Hoje, o líder Republicano do Senado, Mitch McConnell irá apresentar um novo projeto para fazer frente ao plano de US$ 3,5 trilhões aprovado pelos Democratas na Casa do Representantes (análoga à nossa Câmara dos Deputados). Vamos acompanhar…

Na agenda… Como destaques na agenda econômica, o investidor avaliará o número de novos pedidos de auxílio desemprego nos EUA, referente à semana passada, e o Índice de Confiança do Consumidor na zona do euro – ambos às 11h. Enquanto isso, a temporada de resultados corporativos segue a todo vapor: AT&T e Twitter divulgam seus balanços antes da abertura das negociações em NY e a Intel Corp. solta seu resultado após o fechamento.


BRASIL: PRESIDENTE DA COMISSÃO MISTA PROMETE APROVAR TOTALIDADE DA REFORMA TRIBUTÁRIA AINDA ESTE ANO

Comissão Mista será reinstalada na próxima semana … Segundo o senador Roberto Rocha (PSDB-MA), presidente da Comissão Mista encargada com a análise da reforma tributária, o colegiado será reinstalado na próxima quinta-feira (30). Na semana seguinte (04/08), a primeira audiência pública será realizada para discutir o recém apresentado projeto de lei do governo que uni os impostos federais PIS e Cofins.

Promulgação ainda este ano… Ainda segundo o senador Rocha, um texto que substitui as propostas da Câmara (PEC 110), Senado (PEC 45) e do governo (sem número) será aprovado não só na comissão, mas de forma definitiva (promulgação) ainda este ano. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM- RJ), tem uma meta menos ambiciosa para este ano: aprovar o texto em uma das duas casas do Congresso.

Trâmite incerto… É difícil avaliar a probabilidade da previsão do senador Rocha se concretizar por várias razões: (i) o Legislativo Federal trabalha, de forma inédita, por meio de sessões remotas, (ii) no início de setembro as eleições municipais começarão a competir pela atenção dos parlamentares, em especial na Câmara, (iii) declarações dos parlamentares sugerem que a eventual PEC unificada pode não respeitar o trâmite determinado pelos regimentos internos das respectivas casas legislativas. Segundo estas regras, as comissões mistas só deveriam analisar vetos e o Orçamento, e não PECs. Estas deveriam ser tratadas separadamente em comissões das duas casas, como foi feito, por exemplo, na reforma da Previdência.

Câmara aprova prorrogação do auxílio para estados e municípios até novembro… Ontem, os deputados aprovaram a MP 938/20. A redação aprovada inclui uma alteração que prorroga o auxílio financeiro para os estados e municípios até o mês de novembro. Inicialmente, a MP só previa a transferência de recursos da União até junho. Os entes inferiores devem terão acesso a R$ 16 bi no total, R$ 10 bi dos quais já foram repassados. Agora, o projeto segue para análise no Senado.

Agenda Por aqui, temos novo dia de agenda econômica praticamente esvaziada, com destaque para o leilão de títulos pré-fixados (LTN e NTN-F) do Tesouro Nacional, marcado para às 11h30.

E os mercados hoje?… Mercados globais voltam a amanhecer em alta após maior volatilidade verificada na 4ªf. Apesar da manutenção do mal-estar entre China e Estados Unidos, o mercado parece ter descontado o risco e voltado a sua atenção às negociações em torno de um novo pacote de estímulos econômicos nos EUA, além de voltar a mostrar otimismo com relação ao desenvolvimento de uma vacina contra a covid-19. Na agenda econômica, os resultados corporativos seguem chamando atenção: ontem a Tesla surpreendeu investidores com seu resultado e se contrapôs ao fraco desempenho da Microsoft frente às projeções do mercado. No Brasil, a intenção do presidente da Comissão Mista que discute a reforma tributária de aprová-la até o final do ano pode ajudar sustentar os ânimos do investidor local. No pano de fundo, a prorrogação do auxílio emergencial aos entes inferiores tem o potencial de esticar ainda mais as já deterioradas contas do governo federal. Assim, esperamos uma sessão de viés neutro/positivo para ativos de risco locais.


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: 104.289 (-0,02%)
BR$/US$: 5,10 (-1,25%)
DI Jan/27: 6,40% (+8 bps)
S&P 500: 3.276 (+0,57%)

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Jornais:

VALOR
– Consumidor pagará a conta do aumento de impostos
– Caixa quer fazer IPO de banco digital
– Empresas vão à Justiça para pagar menos à Previdência
– Com Agrivalle, Tarpon avança no agronegócio

O GLOBO
– ‘Ninguém está aqui para descumprir a lei’, diz ministra sobre a Amazônia
– Setor de serviços alerta Guedes de que imposto pode triplicar
– EUA dá 72 horas para China fechar consulado
– Registro de novos casos de covid-19 no Brasil é recorde

FOLHA DE S.PAULO
– Comércio digital ganha 5,7 milhões de consumidores
– EUA fecham consulado da China; Pequim avalia resposta
– Em SP, interior ultrapassa capital em número de casos
– Menos da metade das casas tem saneamento, mostra IBGE

O ESTADO DE S.PAULO
– Pazuello foi alertado de que sem isolamento crise duraria 2 anos
– Supercompra dos EUA acirram corrida por acesso à vacina
– Bancos se unem e lançam plano para Amazônia
– Filha de ministro da Casa Civil desiste de emprego na ANS

 

Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.

Relacionados

Apito Final | Ainda sem orçamento

Internacional Índices internacionais iniciam a semana de lado, sem grandes destaques;Dados referentes aos fundamentos macroeconômicos dos EUA garantem reforço ao otimismo com [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 12/04/2021

Carteira Semanal de Ações | 12 de Abril

Nesta semana, optamos por realizar duas alterações pontuais em nossa Carteira Semanal. Totvs ON (TOTS3) Gol PN (GOLL4) Performance: A [...]

Luis Sales - 12/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções