Mercados Hoje: Buscando pistas em Jackson Hole

Tempo de leitura: 9 minutos

Introdução:

Internacional
• Bolsas internacionais iniciam o dia com viés levemente negativo;
• A atenção de investidores se voltará ao discurso de Jerome Powell durante o simpósio de Jackson Hole (Wyoming);
• Prévias dos PMIs de agosto apontam maior estabilidade da economia europeia;
• Mercados emergentes seguem pressionados em duas frentes.

Brasil
• Rumores de privatização sustentam melhor desempenho do mercado local;
• MP da liberdade econômica é aprovada no Senado;
• Governo estuda privatizar a Petrobras até o fim deste mandato;
• A executiva nacional mantém Aécio Neves no PSDB.


CENÁRIO EXTERNO: BUSCANDO PISTAS EM JACKSON HOLE

Mercados… Mercados asiáticos encerraram mistos nesta 5ªF. As bolsas de Shanghai (0,1%) e Tóquio (0,1%) operaram estáveis, e o Hang Seng (Hong Kong) caiu 0,8% na sessão. Na Europa, índices de mercado abrem o dia em leve queda, com o índice de mercado europeu, STOXX 600, recuando de 0,1% até o momento. Em NY, futuros seguem a mesma tendência verificada na Europa, e o dólar (DXY) registra leve valorização contra seus principais pares. Em relação às commodities, o ambiente se mostra menos favorável. Na contramão, o petróleo (Brent crude) sobe 0,6%, negociado próximo dos US$ 60,60/barril.

Buscando pistas em Jackson Hole… Após a divulgação das minutas da reunião do FOMC finda em julho não trazerem grandes surpresas para o mercado, a atenção de investidores se voltará ao discurso de Jerome Powell durante o simpósio de Jackson Hole (Wyoming), onde devem residir novas pistas sobre a direção que a política monetária americana deve tomar em setembro. Historicamente, banqueiros centrais têm utilizado o evento para planejar e sinalizar ao mercado qual serão os próximos passos do Federal Reserve. A expectativa neste ano é grande, isso porque, desde a decisão, Donald Trump elevou tensões com a China drasticamente ao anunciar a imposição e novas tarifas com vigência a partir do mês que vem e, paralelamente, a divulgação de dados de atividade econômica fracos na China e na Zona do Euro reforçaram a preocupação em torno da desaceleração econômica global – dois dos 3 principais riscos à economia americana ressaltados pelos membros do FOMC na última reunião. Atualmente, o mercado precifica uma redução de 65 pontos base (0,65%) na taxa até o fim do ano.

PMI estável na Zona do Euro… Em meio às incertezas políticas vividas na Itália, no Reino Unido e na França, as prévias dos PMIs de agosto vieram como boa notícia para economias Europeias. O dado superou expectativas de mercado com um resultado de 51,8, mostrando um pequeno avanço de 0,3 em relação à leitura de julho. O número é bem recebido, pois apresenta uma maior estabilidade da economia do bloco após uma série de indicadores fracos, apesar de não ter força o suficiente para indicar uma recuperação mais sustentável.

Emergentes desconfortáveis… Na frente das economias emergentes, o movimento desta manhã segue desfavorável, com a lira turca e o rand sul-africano se desvalorizando contra o dólar. A situação delicada vivida na Argentina e a desvalorização constante do yuan pelo governo chinês seguem contaminando o mercado e contribuindo para o pior desempenho da cesta de países.

Na agenda… O principal destaque da agenda será justamente o simpósio anual do Fed de Kansas City, que tem início às 12h. Paralelamente, saem as leituras preliminares de agosto do PMI/Markit nos EUA (10h45) e da confiança do consumidor na Zona do Euro (11h).


BRASIL: SENADO APROVA MP DA LIBERDADE ECONÔMICA

Aprovada MP da liberdade econômica… O Senado aprovou, ontem (22), medida provisória que trata da liberdade económicas. O projeto visa reduzir barreiras burocráticas para empresas, principalmente as de pequeno e médio porte. A proposta deve facilitar a abertura e o fechamento de empresas que operam em setores de baixo risco, removendo a obrigação de alguns alvarás.

Mais detalhes sobre a MP… O projeto também cria a CLT digital e retira a obrigatoriedade do ponto (registro de horários) para empresas com menos de 20 funcionários, antes as únicas isentas eram as com menos de 10. Os senadores só rejeitaram uma alteração, a que tratava do trabalho aos domingos e feriados para novas categorias. Os parlamentares optaram por remover a alteração que tinha o maior potencial de gerar empregos. Anteriormente a esta alteração, o projeto tinha potencial de gerar 3,7 milhões de novos empregos. As novas regras devem tomar efeito após a provável promulgação do projeto pelo Executivo.

Petrobras privatizada até 2022? Segundo o ministro da casa civil, Onyx Lorenzoni, além de vender várias subsidiárias da Petrobras, o governo estuda a possibilidade de privatizar a petroleira como um todo, antes do fim do primeiro mandato do presidente Bolsonaro. A declaração imponderará a oposição governista no Congresso, que agora tem mais sustento para o discurso que alega que o Brasil está sendo entregue para os empresários e ou estrangeiros. A venda da estatal só será possível com a aprovação legislativa.

Executiva nacional mantem Aécio no PSDB… A executiva nacional do PSDB decidiu rejeitar 2 pedidos de expulsão que visavam remover o deputado Aécio Neves (SP) do partido. Entre os 35 Tucanos que participarão da decisão, somente 4 votaram a favor da expulsão. A decisão frustrou o novo dono do partido e governador de São Paulo, João Dória, que declarou nas redes sociais “O derrotado neste caso não foi de quem defendeu o afastamento de Aécio. Quem perdeu foi o Brasil”.

Na agenda… Hoje o IBGE divulga o IPCA-15, às 9h, onde já há expectativa de aceleração dos preços em relação à leitura anterior. Mais cedo (8h), sai a sondagem do consumidor da FGV.

E os mercados hoje? Lá fora, bolsas registram leves baixas, enquanto investidores aguardam o início do simpósio de Jackson Hole. Aqui, o noticiário doméstico contribui para a sustentação do mercado brasileiro, que deve seguir condicionado aos desenvolvimentos no exterior. Com isso, esperamos um dia de viés neutro/positivo para ativos de risco locais.

Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: +2,00%, aos 101.202 pontos;
Real/Dólar: -0,53%, cotado a R$ 4,029;
Dólar Index: +0,11%, cotado a 98.295;
DI Jan/21: -08 pontos base, 5.37%;
S&P 500: +0,82% aos 2924 pontos.

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Jornais:

Folha de São Paulo
– Morte por intervenção do Estado no Rio atinge maior patamar em 20 anos
– Brasil deveria doar estatais para acelerar privatização, diz professor americano
– Após ações de Bolsonaro, ala do PSL ameaça contraria recomendações do Planalto
– Senador vai ao STF por impeachment do ministro Ricardo Salles

O Estado de São Paulo
– Doria acirra clima de confronto com Bolsonaro, mas sofre revés no PSDB
– ‘Programa de privatização do governo é tímido e sem impacto fiscal relevante’
– Com um terço no vermelho, lucro de privatizáveis encolhe 80% em 2018
– Operação contra hackers tira da ‘geladeira’ delegado do mensalão

Valor Econômico
– Governo colocará à venda uma Petrobras mais enxuta
– Governo inclui Correios e mais 8 estatais na lista de privatizações; veja relação
– Cataratas quer renegociar contratos de parques
– Desmatamento afeta imagem do país e causa preocupação no agronegócio brasileiro

O Globo
– Venda de estatais vai melhorar eficiência, mas modelo jurídico é desafio, dizem analistas
– Eduardo Bolsonaro quer acabar com monopólio no transporte e entrega de cartas no país
– ‘Modelo de negócio de gigantes da internet é perigoso’, alerta Nobel de Economia
– União lança programa para revitalizar produção de óleo e gás em terra

Contatos

Renda Variável*


Luis Gustavo Pereira – CNPI
[email protected]

Equipe Econômica

Lucas Stefanini
[email protected]

Rafael Gad
[email protected]

Julia Carrera Bludeni
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

 

*A área de Renda Variável é a responsável por todas as recomendações de valores mobiliários contidas neste relatório.
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

Relacionados

Apito Final | O que fará o centrão?

Internacional Com recuperação em foco, ativos americanos encerram a semana com ganhos expressivos;Europa fica acerca da estabilidade após queda na produção industrial [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 09/04/2021

Flash Macro | Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) /março

O IPCA acelerou a alta para 0,93% em março, após avanço de 0,86% em fevereiro. Com isto, o índice acumula alta [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 09/04/2021

Rio Bravo: Olhar Atento | O IPCA

O IPCA acelerou para 0,93% em março, mas ficou abaixo das expectativas do mercado (1,03%). Em 12 meses a inflação registra [...]

Rio Bravo - 09/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções