Mercados Hoje: BNDES anuncia pacote de R$ 55 milhões para evitar demissões em massa

Tempo de leitura: 10 minutos

 Introdução:

Internacional

• Bolsas globais iniciam mais uma semana em queda livre;
• Governos dos EUA e Europa avançam na definição de pacotes fiscais, mas tempo de implementação das medidas se mostra um grande desafio;
• Impasse no Congresso americano atrasa aprovação de pacote de gastos costurado por Donald Trump;
• Europa enrijece regras de quarentena após registrar 2 mil novas mortes entre Espanha e Itália somente neste fim de semana;
• Leituras preliminares do PMI e PCE nos Estados Unidos são destaques da agenda internacional na semana.

Brasil

• Mercado local deve iniciar a semana na esteira do exterior;
• BNDES anuncia pacote com R$ 55 bilhões em medidas para evitar demissões em massa;
• Governo apresenta medida provisória que permite adiamento do FGTS nos próximos três meses;
• Pesquisa Datafolha demonstra insatisfação com atuação do presidente frente a epidemia;
• Mandetta e Maia discordam sobre adiamento das eleições municipais;
• PMC, PMS e IBC-Br são divulgados ao longo da semana.


CENÁRIO EXTERNO: EUA E EUROPA DEFINEM PACOTES FISCAIS

Mercados… Mercados asiáticos encerraram a 1ª sessão da semana no vermelho, com exceção da bolsa de Tóquio, que voltou a abrir para negociações após ficar fechada na 6ªf. Na zona do euro, ativos de risco seguem a mesma tendência verificada na Ásia: o STOXX600, índice que abrange ativos de diversos países do bloco, cai aproximadamente 3,9%. Em NY, futuros chegaram a atingir o limite de baixa, e operam com quedas da ordem de 3,5% até o momento. Enquanto isso, o dólar (DXY) retoma forte movimento de valorização frente aos seus principais pares do G10. No plano das commodities, ativos figuram predominantemente em terreno contracionista. O preço do petróleo (Brent crude) recua 5,3%, voltando a ser negociado abaixo dos US$ 26,00/barril.

Atraso perigoso… Os mercados globais iniciaram mais uma semana em queda livre após o Congresso americano falhar na aprovação das medidas de estímulos à economia. Apesar dos avanços feitos em relação à definição dos pacotes fiscais nos EUA e na zona do euro, este novo atraso na maior economia do mundo coloca em xeque a rapidez com a qual os governos conseguirão colocá-los em prática.

Caminhando na direção certa… Os governos americano e europeu anunciaram pacotes de gastos com a finalidade de sustentar a economia frente aos impactos da crise ao longo deste final de semana. No caso dos EUA, o montante ultrapassaria US$ 2 trilhões, enquanto na Europa o número pode chegar à EUR$ 500 bilhões. Até o momento, a ideia parece ser a de que estes gastos serão direcionados para o crédito no setor corporativo, a injeção de liquidez para as empresas dos setores que mais se mostram vulneráveis (e.g. aéreas) e dinheiro para as famílias.

… mas a velocidade é o “x” da questão… A despeito de acreditarmos que os incentivos anunciados estão indo na direção certa, a velocidade com que os governos conseguirão fazer com que os recursos entrem na economia é de extrema importância. Segundo James Bullard, diretor do Fed de St. Louis, já existe a probabilidade de o desemprego saltar para 30% na maior economia do mundo, fazendo com que a produtividade do país contraia pela metade no 2º trimestre de 2020, tornando uma injeção do tamanho da proposta essencial para haja uma retomada posteriormente. Na Europa, a disseminação do Covid-19 não parece desacelerar – só neste final de semana foram registradas 2 mil novas mortes entre Espanha e Itália – e, em função disto, tanto o governo alemão quanto britânico estão enrijecendo as leis referentes à quarentena. Em suma: qualquer novo incentivo é bem-vindo, mas a falta de previsibilidade em relação ao tempo que levará para o ritmo de contaminação do coronavírus começar a cair deve continuar pressionando expectativas de melhora do quadro atual.

Briga no Senado… Em ano de eleição, a política nos EUA não trouxe boas notícias para o mercado na noite de Domingo, quando o partido Democrata bloqueou o avanço do mais novo pacote de estímulos costurado pelo governo de Donald Trump. A votação terminou empatada em 47 votos contra e 47 votos à favor (60 são necessários para a aprovação), fazendo com que o líder do Senado, Mitch McConnell ficasse enfurecido no fim da votação. De um lado, McConnel prega a importância da celeridade neste processo enquanto, do outro, os democratas acusam a proposta de ser partidária e corporativista. Vamos acompanhar… 

Agenda… A agenda desta 2ªf contara com o índice de atividade nacional do Fed de Chicago (CFNAI) referente a fevereiro (sem hora definida) e com a leitura preliminar do índice de confiança do consumidor de março na zona do euro (12h). No restante da semana, as atenções se voltarão para as leituras preliminares de março do Índice de Gerentes de Compra (PMI) na Europa e nos EUA (3ªf), o índice IFO de clima de negócios na Alemanha (4ªf) para o mesmo mês, e o PCE – leitura de inflação preferida do Fed – de fevereiro nos EUA (6ªf). Vale ressaltar: a velocidade de avanço da doença e a gravidade dos impactos econômicos gerados por ela praticamente fazem com que leituras referentes à períodos antes de março fiquem obsoletas antes mesmo de serem divulgadas.


BRASIL: BNDES ANUNCIA PACOTE DE R$ 55 MILHÕES PARA EVITAR DEMISSÕES EM MASSA

BNDES anuncia pacote de medidas de R$ 55 bilhões… O Banco de fomento anunciou um pacote de medidas que somam R$ 55 bilhões e visam mitigar os efeitos econômicos causados pela quarentena do coronavírus. O principal objetivo é disponibilizar capital de giro para que as empresas não demitam seus funcionários. Empreendimentos de pequeno e médio porte serão beneficiadas pelo programa que dará às empresas um prazo entre dois e cinco anos para quitarem as suas dívidas.

Governo apresenta MP que libera atraso do FGTS… Entre as outras ações tomadas para evitar demissões em massa, está uma medida provisória, apresentada pelo governo, que permite o adiamento do pagamento do FGTS de funcionários para os meses de abril, maio e junho. Os empreendimentos que aderirem ao deferimento poderão pagar a divida em seis parcelas a partir de julho.

Pesquisa mostra insatisfação com atuação do presidente… Pesquisa realizada pelo instituo Datafolha, feita entre os dias 18 e 20, demonstra que 33% dos brasileiros acham ruim ou péssimo o desempenho do presidente Jair Bolsonaro frente ao surto do coronavírus. Entre os mais ricos, a insatisfação com a atuação do presidente supera metade (51%). A avaliação do Ministério da Saúde foi mais positiva, com apenas 12% avaliando as medidas impostas pela pasta como ruim ou péssima.

Brasileiros preocupados… A mesma pesquisa também revelou que a ameaça do coronavírus está sendo levada a seria pelos brasileiros. Segundo os resultados, 74% estão com muito ou um pouco de medo da pandemia, 83% acreditam ter alguma chance de serem contaminados e 88% acham o surto um problema muito sério. A maioria dos entrevistados acreditam que o surto deve durar entre 30 e 60 dias (22%) ou entre 60 e 90 dias (17%).

Mandetta quer adiar eleições, mas Maia discorda… O ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) sugeriu o adiamento das eleições municipais de outubro, temendo que a reação ao coronavírus seja politizada. Porém, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), declarou que “A discussão de adiar as eleições é completamente equivocada”.

Agenda… A semana contará com agenda cheia no que se refere à divulgação de indicadores de atividade. O IBGE divulga as vendas no varejo em janeiro na 3ªf e o volume do setor de serviços para o mesmo mês na 4ªf; e o BC encerra a sequência da semana com seu indicador de atividade econômica, o IBC-Br, na 6ªf. Hoje, o boletim FOCUS traz as atualizações nas projeções de mercado sobre a conjuntura econômica atual.

E os mercados hoje? No exterior, bolsas iniciaram mais uma semana em queda livre, com investidores avaliando a viabilidade e efetividade de novos pacotes de gastos anunciados pelos governos das economias centrais. Enquanto isso, o crescente número de casos de Covid-19 continua pressionando os mercados. No Brasil, o mercado deve abrir a semana na esteira do exterior, com atenção voltada para medidas de estímulo econômico anunciadas por aqui. Por isso esperamos mais um dia de viés negativo para ativos de risco brasileiros. 


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: -1,85% aos 67.069
BR$/US$: -0,62% cotado 5,06
DI Jan/27: +21 bps cotado a 8,82%
S&P 500: -4,34% cotado a 2.304

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Jornais:

VALOR
– BNDES amplia crédito e suspende pagamentos
– G-20 discute plano global contra pandemia
– Governadores pedem ações coordenadas
– Líderes tiram proveito da crise no Chile e na Argentina

O GLOBO
– Testagem em massa vai começar pelos profissionais de saúde
– STF autoriza SP a não pagar dívida com a União
– BNDES lança ações de R$ 55 bi para conter crise
– Imprensa está entre serviços essenciais

FOLHA DE S.PAULO
– Atuação de Bolsonaro na crise tem pior avaliação
– Ministro quer adiar eleição deste ano; Maia reage
– Dívida de SP com a União é suspensa pelo Supremo
– COI admite adiar Jogos e estabelece prazo para decidir

O ESTADO DE S.PAULO
– Empresários pedem um ‘Plano Marshal para evitar colapso
– Rejeição a Bolsonaro na capital de SP é de 48%
– Saúde é vista hoje como a pior área da cidade
– Com 100 mil moradores, Paraisópolis se mobiliza

Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.

Relacionados

Rio Bravo: Olhar Atento | O impasse do orçamento 2021

O impasse do orçamento 2021 encerrou. O resultado, apesar de não ser o ideal, ajusta os principais problemas da proposta aprovada [...]

Rio Bravo - 23/04/2021

Flash Empresas | Usiminas abre a temporada de resultados do 1T21

A Usiminas reportou seus resultados referentes ao 1T21. Dentre os destaques: O Volume de Vendas de Aço atingiu 1.254 mil toneladas no [...]

Luis Sales - 23/04/2021

Guide Empresas - Eztec decepciona em termos de lançamentos, ViaVarejo anuncia mudança na marca Pontofrio

Eztec: Cia reporta dados operacionais decepcionantes do 1T21Impacto: Marginalmente NegativoVia Varejo: Cia anuncia mudança de marca no PontoFrioImpacto: Marginalmente PositivoEspaçolaser: Cia [...]

Luis Sales - 23/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções