Mercados Hoje | Mantendo a torneira de liquidez acionada

Tempo de leitura: 10 minutos

Introdução:

Internacional

• Índices globais iniciam mais um dia em terreno negativo;
• Comitê de política monetária do Fed mantém juros próximos de zero e sinaliza continuidade no programa de compra de ativos;
• Powell, em coletiva de imprensa, debela expectativas sobre aperto monetário;
• Confiança na economia europeia passa por ligeiro aumento na leitura de janeiro;
• Agenda internacional destaca leva de índices americanos.


Brasil

• Secretário do Tesourou alertou que espaço para novos gastos é “extremamente reduzido;
• Pasta econômica estuda ressuscitar programa de redução de jornadas;
• Bolsonaro cogita reduzir taxação do óleo diesel para evitar nova paralização dos caminhoneiros;
• Favoritos nas eleições do Congresso são contra abertura e manutenção de comissões que podem prejudicar o Palácio do Planalto;
• Agenda econômica local conta com indicadores de inflação, atividade e política fiscal.


CENÁRIO EXTERNO: MANTENDO A TORNEIRA DE LIQUIDEZ ACIONADA

Mercados… Índices asiáticos encerraram a sessão de ontem com quedas generalizadas, acompanhado o movimento de sell-off global que ocorreu nos mercados ocidentais. Na zona do euro, o Stoxx 600, índice que abrange uma gama de ativos ao redor do continente, opera em queda de quase 1,00%, enquanto futuros em NY ensaiam uma abertura com a mesmo movimento, ainda que em magnitude menor. Enquanto isso, o índice dólar registra estabilidade contra seus principais pares e, no plano das commodities, ativos se movimentam em direção negativa. Destaque para o preço do petróleo (Brent Crude) que, ao operar com queda de cerca de 0,20%, é negociado em torno dos US$ 55,43 por barril.

Política monetária nos EUA… Governadores do Federal Reserve, BC americano, reiteraram a postura extremamente acomodatícia que vem adotando desde o início da crise. Mantiveram a taxa de referência, o Federal Funds Rate, em seu atual intervalor de 0% – 0,25% e comunicaram a continuidade no programa de compra de ativos públicos e privados. O Fed continuará injetando, mensalmente, US$ 120 bilhões por meio da compra de títulos públicos do tesouro nacional (US$ 80 bilhões) e títulos lastreados em hipotecas (US$ 40 bilhões).

Fala de Powell… Mais importante do que a decisão em si, foram os comentários de Powell nos momentos que seguiram a reunião. Claro, o presidente do Fed reforçou muito dos pontos contidos na ata, mas enfatizou com muita clareza que qualquer expectativa de retirada de estímulos no futuro próximo é precoce. Com a concretização da onda azul, criou-se a expectativa de que, por conta de um novo mega-pacote de gastos que poderia possivelmente pressionar a inflação, o Fed poderia apertar a política monetária mais cedo do que anteriormente estimado. Em resposta a este movimento, Powell reforçou que as orientações em torno da expansão de seu balanço estão ligadas ao atingimento do pleno emprego e à obtenção da meta média de inflação de 2,00%. Como ambos os objetivos ainda estão longe de serem cumpridos, não faz sentido falar em redução no grau de estímulos atualmente. Ou seja, a reforçar os riscos à atividade, Powell reforça que a economia ainda necessita de um elevado grau de estímulo.

Confiança na Europa… O índice de confiança na economia europeia apresentou ligeiro aumento, indo de 90,4 para 91,5 em janeiro, indicando os efeitos positivos proporcionados pelo avanço da vacinação e consequente expectativa de retomada econômica. A alta do índice foi puxada principalmente pelo resultado do setor industrial, cujo subíndice foi de -7,2 para -5,9. O setor de serviços, na contramão, inibiu avanços mais concretos do sentimento, ficando praticamente estável em patamar de -17,8. O resultado geral do índice ainda se encontra distante de seu pico pré-pandêmico de 104, e sinaliza perda de tração no dispêndio de famílias e investimento das empresas ao redor do continente.

Na agenda… Em dia de agenda recheada, o investidor acompanha a divulgação de indicadores americanos. Sai pela manhã do PIB do 4T2020, os pedidos de auxílio-desemprego, os indicadores antecedentes do Conference Board e a venda de novas moradias.


BRASIL: DÍVIDA PÚBLICA PODE BEIRAR 6 TRILHÕES NO FINAL DE 2021

Tesouro projeto dívida pública de R$ 5,6 tri no final de 2021… Segundo o Plano Anual de Financiamento do Tesouro Nacional, a dívida pública federal já ultrapassou o limiar de R$ 5 trilhões e deve fechar o ano de 2021 entre R$ 5,6 e 5,9 trilhões. A projeção do Tesouro não contempla a possiblidade de novas parcelas do auxílio emergencial, apesar da crescente pressão pelo retorno do custoso programa assistencialista. O secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal, assegurou que, apesar do crescimento vertiginoso do endividamento federal, no momento, o colchão de liquidez da União é suficiente para cobrir o vencimento de títulos do governo no primeiro semestre. Mesmo assim, o secretario alertou que o espaço para novos gastos “é extremamente reduzido” e enfatizou a importância de reformas fiscalistas que podem ajudar a conter o crescimento do endividamento público.

Novo programa de redução de jornadas… Técnicos do Ministério da Economia estudam a possiblidade de reimplementar o programa de redução de jornada trabalhista em efeito durante 2020 para amenizar o crescimento do desemprego. O programa permitia que empresários e funcionários negociassem uma redução parcial na jornada de trabalho ou uma suspenção integral do contrato, com cortes proporcionais ao salário, a serem ressarcidos pelo governo federal. O programa foi extinto na virada do ano, custou R$ 51,5 bi aos cofres públicos e beneficiou 10 milhões de trabalhadores. A pasta econômica estuda maneiras para custear a reimplementarão da medida, que agora pode vir a ser financiada pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador. Propostas para reerguer o programa devem ser apresentadas pelo ministro Paulo Guedes (Economia) ao presidente Jair Bolsonaro em breve.

Bolsonaro estuda reduzir tributos do diesel… O presidente Jair Bolsonaro revelou ontem que discute a possibilidade de reduzir o PIS/Cofins que incide sobre o óleo e diesel com o ministro Paulo Guedes (Economia). Bolsonaro esclareceu que não pretende influenciar a política de preço da Petrobras e pediu paciência para os caminhoneiros que ameaçam uma nova greve. Membros da categoria estão dessatisfeitos com um aumento no preço do diesel de 4,4% nas refinarias que ocorreu no final de janeiro. O PIS/Cofins agregar R$ 0,33 ao custo do litro do diesel. Segundo o presidente, cada R$ 0,01 reduzido na tributação do combustível representa uma renúncia de R$ 800 milhões para o governo federal. Alguns representantes da categoria já organizam uma paralização no dia 01/02, mas, até o momento, não aparente existir adesão em massa ao movimento.

Favoritos nas eleições do Congresso são contra CPIs… Ambos os favoritos nas eleições do Congresso – Arthur Lira (PP-AL), na Câmara, e Rodrigo Pacheco (DEM- MG), no Senado – são contra a manutenção e abertura de comissões parlamentares de inquéritos que podem prejudicar o Palácio do Planalto. Uma destas comissões, a CPI das Fake News, já está em curso e vinculou alguns dos ataques digitais feitos contra rivais do presidente a um funcionário do gabinete do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), o “zero três”. Alguns parlamentares também desejam estabelecer uma nova CPI para apurar a gestão do governo federal da crise sanitária do coronavírus. Lira condicionou a continuidade da CPI das Fake News ao desejo da maioria dos seus colegas e se posicionou contra a formação de um colegiado para investigar a atuação do governo durante a pandemia. Pacheco não se posicionou publicamente em relação a continuidade ou abertura de novas CPIs, mas uma matéria do Estadão informa que o senador pretende desincentivar as investigações parlamentares.

Na agenda… A agenda econômica conta com a divulgação da primeira leitura mensal do IGP-M; a divulgação da taxa de desemprego de novembro a partir da PNAD-Contínua; mais um leilão de títulos do tesouro nacional; o resultado primário do governo central em dezembro e dados de emprego do Caged para o mês dezembro.

E os mercados hoje? Ativos financeiros internacionais devem apresentar movimentos voláteis enquanto investidores ponderam os riscos à atividade mencionados por Powell contra a continuidade na postura altamente dovish do BC americano. Esta volatilidade deve influenciar negativamente os mercados domésticos. A falta de direcionamento claro no que tange à política fiscal e à campanha de vacinação devem continuar retirando força do fluxo comprador. Com isto, esperamos mais um dia de viés negativos para o índice Bovespa.

 


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: 115.860 (-0,52%)
BR$/US$: 5,41 (+1,10%)
DI Jan/27: 7,21% (-9 bps)
S&P 500: 3.750 (-2,56%)

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Jornais:

VALOR
– Grandes empresas descartam aderir à compra de vacinas
– Receita perde R$ 167 bi com compensações
– Grupo de rede social vira o jogo na bolsa
– Comércio eletrônico cresce 41,2%

O GLOBO
– Butantan cobra, mas governo não garante compra de vacinas
– De olho na retomada, indústria corre atrás de imunizantes
– Bolsa Família: ministério pode ir para o centrão
– No Senado, MDB avalia abandonar Simone Tebet

FOLHA DE S.PAULO
– Biden lança plano de US$ 2 tri contra mudança climática
– Capital paulista vai usar estoque inteiro na 1ª dose
– Sem decisão da Saúde, SP cogita exportar vacina
– Bolsonaro admite interferência na eleição da Câmara

O ESTADO DE S.PAULO
– Governo avalia corte no imposto do diesel para atender caminhoneiros
– Candidatos de Bolsonaro falam em barrar CPIs
– Guedes estuda facilitar corte de jornada e de salários
– Verba para Manaus não acompanhou alta da covid

Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.

Relacionados

Apito Final | Teto de gastos perde credibilidade com artimanhas do governo para pagar auxílios

Internacional • Queda no petróleo e indicadores positivos nos EUA fazem S&P fechar em alta. Brasil Com novo Bolsa-Família expandido e auxílio diesel, rombo [...]

Rafael Gabriel Pacheco - 21/10/2021

Rio Bravo: Olhar Atento | "Furar" teto de gastos

A confirmação de que a opção de furar o teto de gastos está sendo defendida também pelo Ministério da Economia, mostra [...]

Rio Bravo - 21/10/2021

Guide Empresas: Gafisa reporta lançamentos pela primeira vez no ano; CCR Assina Concessão de nove aeroportos na Região Sul; e mais!

Gafisa (GFSA3): Gafisa reporta lançamentos pela primeira vez no anoImpacto: PositivoCCR (CCRO3): CCR Assina Concessão de nove aeroportos na Região SulImpacto: [...]

Luis Gustavo Pereira - 21/10/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções