Cotações por TradingView

Guide Mercados Hoje: Lockdowns na zona do euro revivem receio com impactos econômicos da pandemia

Tempo de leitura: 11 minutos

No Mercados Hoje falamos sobre a abertura do mercado e listamos os principais acontecimentos do noticiário e da agenda econômica no dia.

Confira o relatório de 19 de Novembro de 2021!

Mercados Globais:

Ativos de risco estão ameaçando encerrar a semana em tom de maior cautela, com índices acionários e commodities em queda, dólar mais forte e o fechamento dos juros nas economias desenvolvidas na medida em que investidores acompanham a situação sanitária delicada da zona do euro.

Após a Áustria anunciar um novo lockdown, a Alemanha já sinaliza que pode fazer o mesmo ao restringir a circulação em restaurantes, bares e eventos públicos em meio ao forte recrudescimento da pandemia no país. Assim, na medida em que Europa voltou a ser o epicentro mundial da covid-19, investidores passam a prever um fim de ano menos favorável para a economia da região, se preparando para eventuais espasmos de volatilidade no mercado.

Adicionalmente, o mercado ouviu a presidente do Banco Central Europeu (ECB, na sigla em inglês), Christine Lagarde, que voltou a afastar a possibilidade da alta dos juros em 2022 apesar do atual ambiente de inflação elevada. Segundo Lagarde, um aperto monetário precipitado frente às pressões inflacionárias de características transitórias teria o efeito de sufocar a recuperação econômica em curso na região.

Do outro lado do Atlântico, nos EUA, investidores seguem acompanhando os bastidores da decisão de Joe Biden sobre quem comandará o Federal Reserve ao fim do mandato de Jerome Powell no ano que vem (fev/22). Além disso, os membros da Casa dos Representantes dos Estados Unidos se preparam para votar o projeto econômico (Build Better Act) de cerca de US$2 trilhões do governo. Vamos acompanhar…


Nikkei 225: CSI 300: Stoxx 600: S&P Futuro: DXY: Juro T10: Petróleo:
+0,50%
29.746
+1,08%;
4.890
-0,14%;
487,10
-0,18%;
4.698

+0,50%;
96,02

1,55% a.a.
-3,9 BPS
-2,66%;
US$ 79,08/barril

AGENDA INTERNACIONAL
03h30 – Z. do euro – Discurso Christine Lagarde – ECB
08h30 – EUA – Alvarás de construção (out) – US DoC
10h45 – EUA – Discurso C. Waller – Fed
13h00 – Z. do euro – Discurso Christine Lagarde – ECB
14h15 – EUA – Discurso Richard Clarida – Fed


HEADLINES

VALOR Bezerra estuda fatiamento da PEC dos Precatórios. O relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios e líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), revelou ontem ao Valor PRO, serviço de tempo real do Valor, que estuda fazer um fatiamento da proposta, como forma de garantir o pagamento da primeira parcela de R$ 400 do Auxílio Brasil antes do Natal. O assunto foi discutido por ele com os presidentes da Câmara e do Senado, e a possível PEC paralela teria ao menos quatro pontos: a instituição do novo programa de transferência de renda como permanente; a vinculação específica dos recursos do novo espaço fiscal ao Auxílio Brasil; a possibilidade de se criar uma auditoria ou comissão mista para analisar a evolução dos precatórios; e, por fim, estabelecer alguma previsibilidade para o pagamento dos precatórios dos Estados, demanda solicitada pelos governadores. Segundo o relator, a expectativa é fechar um acordo nesses termos na próxima semana. Seguem os principais trechos da entrevista.  

VALOR Lira diz que não há espaço para aumentar salário de servidor. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), rechaçou ontem a ideia do presidente Jair Bolsonaro de usar o espaço fiscal aberto pela Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos Precatórios para conceder um reajuste salarial aos servidores públicos federais. “Absolutamente não vi esse espaço, não conheço esse espaço. Os números apresentados pela [pasta da] Economia para a Câmara dos Deputados não previam esse aumento, e penso que aquele portfólio de custos que foi amplamente divulgado para a imprensa possa ser honrado para que a gente tenha a fidedignidade do que foi acertado nas discussões de plenário”, disse. Durante entrevista concedida no início da semana, Bolsonaro fez o aceno aos servidores públicos. “Eu conversei com [o ministro da Economia] Paulo Guedes. Em passando a PEC dos Precatórios, tem que ter algum espaço para dar algum reajuste. Não é o que eles merecem, mas é o que podemos dar”, afirmou. “Todos os servidores federais, sem exceção. Concurso público: apenas o essencial.” 

FOLHAItaú espera queda do PIB no período eleitoral, vê inflação no limite e juro a 11,75% em 2022. O banco Itaú manteve a previsão de contração da atividade econômica no próximo ano, passou a ver uma inflação no limite da meta e projeta que a taxa básica de juros chegará a 11,75% em 2022. De acordo com relatório divulgado nesta quinta-feira (18) pela área de Pesquisa Macroeconômica da instituição, o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) deve ficar em 4,7% neste ano, valor inferior ao projetado anteriormente, de 5%. As projeções indicam um PIB estável (variação de 0%) nos dois últimos trimestres deste ano, com expansão dos serviços e contração da indústria e do comércio. “Para 2022, mantemos nossa projeção de queda no PIB de -0,5%, principalmente devido à contração esperada na demanda agregada por causa do aumento de juros”, afirma o banco no relatório assinado pelo seu economista-chefe, Mario Mesquita. 

FOLHA Aliados de Bolsonaro dizem que Congresso deve barrar reajuste a servidores e preservar emendas. A avaliação de líderes aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) é que o Congresso deverá atuar contra um amplo reajuste salarial a servidores federais, principalmente se a medida exigir uma redução ainda maior no valor a ser destinado a emendas parlamentares e a despesas na área social em 2022. Bolsonaro afirmou nesta semana que quer usar a verba a ser liberada pela PEC (proposta de emenda à Constituição) dos Precatórios, que dá calote em dívidas da União reconhecidas pela Justiça, para dar um aumento linear a todos os servidores federais. As negociações no Senado, porém, mostram que, para aprovar a PEC, o governo deverá alterar o texto e impedir que o aumento de despesas previsto na proposta seja usado para bancar o reajuste. O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou nesta quinta-feira (18) não ver espaço no texto da PEC dos Precatórios já aprovado pelos deputados para conceder aumento salarial a servidores.  

ESTADÃO PEC dos precatórios: com 40 votos ‘garantidos’ e 13 ‘possíveis’, governo avalia sugestões para texto. Sem votos suficientes para aprovar a PEC dos precatórios no Senado, o governo analisa sugestões dos parlamentares para carimbar recursos para o Auxílio Brasil e tornar o programa permanente, ainda que a mudança signifique uma tramitação mais demorada e retorno do texto à Câmara dos Deputados. Entre senadores governistas, circula uma tabela que aponta apenas 40 votos favoráveis garantidos e outros 13 possíveis – um cenário de indefinição diante da necessidade de apoio de 49 congressistas para a aprovação. O retrato do placar acendeu o alerta no governo, que agora trabalha para virar votos e sensibilizar senadores sobre a importância da proposta para viabilizar o pagamento de ao menos R$ 400 aos beneficiários do programa social.   

ESTADÃOProjetos de ferrovias privadas com R$ 47 bilhões previstos em investimento avançam na ANTT. Os planos de construção de novas ferrovias privadas no Brasil registraram os primeiros avanços concretos nesta quinta-feira, 18. A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou a chamada “compatibilidade locacional” de cinco trechos, um passo necessário para o Ministério da Infraestrutura futuramente autorizar a construção e o funcionamento dessas ferrovias. Somente esses projetos envolvem R$ 47,4 bilhões em investimentos privados. Os pedidos para empreender os segmentos foram feitos com base em medida provisória editada pelo governo em agosto. O texto libera um novo regime ferroviário no País, chamado de autorização. Nele, traçados são construídos exclusivamente pelo interesse da iniciativa privada, sem licitação. Muito comum em países como Estados Unidos e Canadá, o modelo nasce para atender demandas específicas de transporte de cargas, identificadas pelos próprios produtores e empresas. Desde que a MP foi publicada, o governo já recebeu mais de 20 solicitações para construção de ferrovias, com investimentos que ultrapassam R$ 100 bilhões. 

GLOBOGuedes: diminuição de gasto com a saúde abre possibilidade de reajuste de salário. O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira que a redução nos gastos com saúde por conta do arrefecimento da pandemia de Covid-19 abre a possibilidade de dar reajuste aos servidores públicos. Guedes não mencionou diretamente a promessa do presidente Jair Bolsonaro de dar reajustes ao funcionalismo, caso a PEC dos Precatórios seja aprovada no Senado. Mas comentou a possibilidade ao defender que a classe política deve assumir o controle do Orçamento público. — Esse é o grande desafio à frente para a classe política: assumir os orçamentos públicos. Fazer em tempos de paz o que nós só conseguimos fazer em tempos de guerra contra a pandemia. “Olha, está aqui o dinheiro para a saúde, mas não tem dinheiro para aumento de salário neste ano”. No ano seguinte, a crise foi embora, ok, diminuiu o gasto com a saúde, temos aqui a possibilidade de dar reajuste de salário — disse o ministro, durante evento da Secretaria de Política Econômica da sua pasta. 

GLOBO ‘Cashback’ e pagamento em até 30 vezes, as estratégias na Black Friday da inflação. Cashback, frete grátis e financiamento a perder de vista serão os atrativos da “Black Friday da inflação”. Com a alta de preços batendo quase 11% nos últimos 12 meses, o orçamento das famílias ficou comprometido e também a margem de lucro das varejistas. A estratégia tem sido oferecer outros atrativos para além do tradicional desconto no preço. Uma das que adotaram essa abordagem é a Via, detentora das marcas Ponto e Casas Bahia, que está dividindo em até 30 vezes sem juros as compras, com o primeiro pagamento só para daqui a 100 dias, ou seja, em 2022, em compras no cartão das lojas. E, durante novembro, os clientes podem renegociar as parcelas do carnê em atraso, tendo desconto de até 90% do valor, além de reparcelamento da dívida em até 36 vezes.


AGENDA BRASIL
08h00 – Monitor do PIB – FGV Ibre

E OS MERCADOS HOJE?
Mercados globais estão amanhecendo com movimento de uma maior aversão ao risco, com queda das bolsas e commodities, alta do dólar e forte queda dos yields nas economias desenvolvidas frente ao aumento de preocupações com a situação sanitária na zona do euro. No Brasil, os bastidores do trâmite da PEC dos Precatórios no Senado seguem regendo os ânimos do mercado. Sem os votos necessários para a aprovação (49), o líder do governo no Senado já ventila a possibilidade de fatiar a PEC de forma a acelerar o pagamento do Auxílio Brasil, que tem que sair antes da virada de ano. Desta forma, em meio a um exterior mais negativo e na ausência de notícias positivas em âmbito local, esperamos mais uma sessão de viés neutro/negativo para ativos de risco locais, que devem seguir sem fôlego para recuperar as quedas das últimas sessões.


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: 102.332 (-0,60%)
BRL/USD: R$ 5,52 (+0,48%)

DI Jan/27: R$ 5,57 (+0,83%)
S&P 500: 4.704 (+0,34%)


Disclaimer: Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações. Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Resolução CVM nº 20, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.

Relacionados

Apito Final | Nova variante da covid faz bolsas tombarem na Black Friday

Internacional • Ativos de risco globais entraram em derrocada com detecção de nova variante potencialmente resistente às atuais vacinas. Brasil • Ibovespa afundou e [...]

Rafael Gabriel Pacheco - 26/11/2021

Guide Mercados Hoje: Risk off: variante sul-africana traz pandemia de volta ao centro das preocupações na black friday

No Mercados Hoje falamos sobre a abertura do mercado e listamos os principais acontecimentos do noticiário e da agenda econômica no [...]

Victor Beyruti Guglielmi - 26/11/2021

Apito Final | Bolsas internacionais tiveram dia de alta com feriado nos Estados Unidos

Internacional • Feriado americano favoreceu bolsas internacionais depois de dia movimentado no campo dos indicadores. Brasil • Ibovespa fechou em alta com valorização da [...]

Rafael Gabriel Pacheco - 25/11/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções