Mercados Hoje | Governo se aproxima da primeira vitória relevante da pauta de privatizações

Tempo de leitura: 6 minutos

Introdução:

Internacional: Rotação

• Bolsas globais ensaiam fechar a semana no vermelho, com investidores reagindo à mensagem do Fed;
• Rotação em direção à ativos de crescimento (“growth”) é destaque em manhã de agenda econômica vazia, com postura menos relaxada do FOMC com relação à inflação tirando força da tese de reflação.


Governo se aproxima da primeira vitória relevante da pauta de privatizações

• Medida provisória da Eletrobras foi aprovada pelo Senado noite desta 5ªfeira;
• Votação final na Câmara deve ocorrer na segunda-feira;
• Vitória no Senado mostra que mesmo com rejeição alta governo retém capacidade de articulação.


CENÁRIO EXTERNO: ROTAÇÃO

Nikkei 225: CSI 300: Stoxx 600: S&P Futuro: DXY: Juro T10: Petróleo:
-0,19%
29.964
+0,01
5.102
-0,67%
456,26
-0,23%
4.203

+0,03%
91,900

1,49% a.a.
(-2,1 bps)
-0,73%
US$ 72,55/barril

Rotação… Em manhã que não trouxe grandes novidades ao cenário, ativos de risco estão ensaiando fechar a semana em tom predominantemente negativo. De destaque, uma nova rotação de portfólios em direção a ativos de crescimento (“growth”) parece estar em curso, após sinais de um Federal Reserve menos tolerante de um cenário de inflação elevada retirarem força da tese do “reflation trade”. Este mesmo movimento é visto nos juros futuros, que seguem devolvendo a alta angariada após o anúncio da decisão do FOMC em movimento de “flattening” (achatamento) da curva, e no dólar, que têm manhã de estabilidade após duas sessões de forte apreciação contra seus principais pares. Commodities, por sua vez, têm manhã de leve recuperação após uma sessão de quedas quase que generalizadas nesta 5ªfeira.

Na agenda… Não existem indicadores de peso a serem divulgados ao longo desta 6ªfeira. 


BRASIL: GOVERNO SE APROXIMA DA PRIMEIRA VITÓRIA RELEVANTE DA PAUTA DE PRIVATIZAÇÕES

Senado aprova MP da Eletrobras… O Senado aprovou a medida provisória (MP) que abre o caminho para a capitalização da Eletrobras por placar de 42 votos favoráveis contra 37 contrários – um voto a mais do que o número mínimo necessário para aprovar a proposição. A MP ainda terá de passar por mais uma votação na Câmara para ser aprovada definitivamente, mas a batalha mais aguerrida foi superada ontem. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), prometeu realizar a análise final da proposta na segunda-feira, um dia antes da data em que a MP perderá a sua validade.

Controversas… Apesar da sua aprovação no Senado, o debate em torno do verdadeiro impacto da privatização da Eletrobras continua indefinido. Segundo projeções do grupo União pela energia, que reúne 45 associações do setor de geração e distribuição de energia, alterações presentes no projeto, não relacionadas ao processo da capitalização da estatal, devem aumentar em bilhões o custo de eletricidade pago pelo consumidor final. O governo e seus aliados defendem que MP deve baratear o custo das tarifas em 6,34%. O presidente Jair Bolsonaro ainda poderá remover alguns dos “jabutis” que ameaçam encarecer a conta luz por meio de vetos, mas, até o momento, o governo aparenta estar satisfeito com as alterações feitas ao projeto pelos parlamentares.  

Finalmente uma privatização… A vitória no Senado abre o caminho para a primeira grande conquista da pauta de privatizações do governo Bolsonaro e fortalece a equipe econômica e o ministro Paulo Guedes (Economia). A aprovação também afasta questionamentos sobre a capacidade de articulação do governo no Senado frente ao desgaste sofrido como resultado da CPI da Pandemia. A capitalização da estatal ainda deve ser questionada no Judiciário – muitos senadores abordaram essa possibilidade durante a votação da MP –, mas, pelo menos por ora, o governo aparenta estar próximo de adicionar um feito relevante ao seu currículo.

Na agenda… Não existem indicadores relevantes a serem divulgados ao longo do dia.

E os mercados hoje? Mercados globais têm nova manhã negativa, com investidores ainda reagindo à mensagem passada pelo Fed na 4ªfeira na falta de grandes novidades na agenda. No Brasil, também há uma ausência de indicadores econômicos relevantes na agenda e, portanto, a abertura deve ser movimentada principalmente pela aprovação da MP da Eletrobras no Senado. Desta forma, levando em conta o balanço geral dos mercados nesta manhã, esperamos uma abertura de viés neutro/positivo para ativos de risco locais, que deverão reagir positivamente à primeira grande vitória da agenda de privatização do governo ao mesmo tempo em que reage, mesmo que em menor grau, à recuperação no mercado de commodities.  

 


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: 128.057 (-0,93%) ­­
BR$/US$: 5,01 (-0,80%)
DI Jan/27: 8,55% (+12 bps)
S&P: 4.221 (-0,04%)

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Jornais:

VALOR
– Governo faz concessão e passa MP da Eletrobras no Senado
– Térmicas vão operar até na época da chuva
– Bolsonaro quer elevar fastos de olho na eleição
– Mercado prevê Selic em 6,5% e maior em 2022

O GLOBO
– Senado aprova MP que permite venda da Eletrobras
– Vacina salvou a vida de 43 mil brasileiros acima de 70 anos
– Preso ladrão de bicicleta do caso de racismo no Leblon
– Dois policiais militares são executados dentro de carro

FOLHA DE S.PAULO
– Senado aprova MP da Eletrobras que distribui privilégios
– PT vê rejeição de Bolsonaro menor até o ano que vem
– CPI perde fôlego e agora aposta em sigilos de Pazuello
– Vacinação salvou 40 mil idosos no Brasil, diz estudo

O ESTADO DE S.PAULO
– MP da Eletrobras pode gerar custo de R$ 84 bi a consumidor
– Estados batem recorde de vacinação, mas meta é desafio
– PSDB dá guinada à esquerda e se aproxima de Lula
– Motociata vira banco de dados bolsonarista

Disclaimer: Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.

Relacionados

Apito Final | Turbulência

Internacional• De olho em resultados corporativos promissores, investidores mantêm índices internacionais nas máximas históricas;• Leva de índices americanos e europeus marcam agenda de [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 03/08/2021

Flash Macro | produção industrial fica estável em junho

A produção industrial, medida pela Pesquisa Industrial Mensal, apresentou variação nula (0,00%) em junho frente a maio, após alta de 1,4% [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 03/08/2021

Rio Bravo: Olhar Atento | Nova proposta para o Bolsa Família

Após um anúncio conturbado de uma proposta para postergar parte das despesas com precatórios em 2022, o governo deve divulgar uma [...]

Rio Bravo - 03/08/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções