Mercados Hoje | Inflação americana de volta aos holofotes

Tempo de leitura: 8 minutos

Introdução:

Internacional: Inflação americana de volta aos holofotes

• Ativos de risco têm manhã de estabilidade;
• Investidores promovem pouca movimentação nos mercados enquanto aguardam as divulgações de mais uma decisão de política monetária do BCE e o CPI de maio nos Estados Unidos;
• Dado de inflação (CPI) promete movimentar a manhã dos mercados após a sessão de 4ªfeira ser marcada por um fechamento generalizado dos juros futuros nos EUA;
• Novos pedidos de auxílio-desemprego semanais, relatório de Flow of Funds do Fed e resultado de maio do Tesouro americano também figuram na agenda econômica desta 5ªfeira.


Novo relator da reforma administrativa promete “botar dedo na ferida”

• O deputado Arthur de Oliveira Maia defende a inclusão de todos as categorias de servidores na reforma;
• Secretário de Política Econômica admite que IPCA de maio é preocupante;
• Anvisa libera estudos clínicos da Butanvac, que não depende de insumos estrangeiros.


CENÁRIO EXTERNO: INFLAÇÃO AMERICANA DE VOLTA AOS HOLOFOTES

Nikkei 225: CSI 300: Stoxx 600: S&P Futuro: DXY: Juro T10: Petróleo:
+0,34%
28.959
+0,67%
5.271
-0,13%
453,94
+0,04%
4.221

+0,06%
90,180

1,50% a.a.
(+1,2 bps)
+0,36%
US$ 72,48/barril

Estabilidade… Índices acionários estão amanhecendo próximas à estabilidade na Europa e nos EUA, em manhã que promete uma agenda econômica movimentada. O dólar também oscila pouco, registrando uma ligeira alta contra seus principais pares desenvolvidos enquanto os juros devolvem uma pequena parte do fechamento de ontem. No campo das commodities, ativos têm mais uma manhã mista, com metálicas como destaque da ponta negativa.

Inflação americana em foco… Depois de reagir à mais uma decisão de política monetária do Banco Central Europeu (BCE), às 8h45, o mercado volta suas atenções para a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) de maio nos EUA (9h30). Com relação ao BCE, o consenso de mercado é a manutenção do nível de estímulos monetários e, portanto, o foco deverá ser a busca por pistas de quando isso não será o caso na fala da presidente da instituição, Christine Lagarde, após o anúncio. Já o CPI pode ter implicações maiores para os mercados, uma vez que uma surpresa relevante acima dos 0,5% m/m (3,5% a/a) esperados para o núcleo (Core CPI, que exclui os componentes mais voláteis de alimentos e energia) têm o potencial de promover uma nova onda de volatilidade nos mercados. O movimento de fechamento dos juros verificado ontem nos EUA pode indicar um menor receio do mercado após membros do Fed reafirmarem a intenção de sustentar estímulos mesmo em um ambiente de inflação elevada, mas este mesmo movimento pode exacerbar uma piora caso venha um número muito maior do que o antecipado.

Na agenda… Na mesma hora em que sai o CPI nos EUA, o investidor recebe os novos pedidos de auxílio-desemprego realizados na semana passada, que poderão renovar as mínimas desde a chegada da pandemia (est.: 370 mil vs. 385 mil na leitura anterior). À tarde (13h), o Fed solta o seu relatório de Flow of Funds referente ao primeiro trimestre de 2021 e o Tesouro americano divulga o resultado fiscal de maio.


BRASIL: NOVO RELATOR DA REFORMA ADMINISTRATIVA PROMETE “BOTAR DEDO NA FERIDA”

Dedo na ferida… O novo relator da reforma administrativa da comissão especial, deputado Arthur de Oliveira Maia (DEM-BA), afirmou que deseja incluir na reforma administrativa os militares e servidores do Legislativo e Judiciário. O deputado destacou que não se sente “à vontade de fazer uma reforma para apenas uma parte do funcionalismo público, vamos fazer para todos”. O deputado ainda afirmou que pretende promover debate “que bote o dedo na ferida e possa qualificar e melhorar o serviço público”. A inclusão dos demais servidores na reforma administrativa pode ampliar substancialmente a economia gerada pela proposta. Segundo o Instituto Fiscal Independente do Senado, o esboço atual projeto só geraria uma economia de R$128 bi durante período de dez anos. 

Sachsida reage ao IPCA… Em reação à divulgação do IPCA de maio, o secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, admitiu que a aceleração da inflação de fato configura uma “preocupação”, mas que ainda é possível manter as expectativas ancoradas com a consolidação fiscal: “A trajetória inflacionária é de queda, fechando o ano dentro da meta”, afirmou. O secretário explicou durante debate virtual promovido pela Comissão de Desenvolvimento Econômico da Câmara dos Deputados que um aumento dos gastos do governo não contribuiria para o crescimento da economia no momento e não é do interesse da população – principalmente os mais pobres.

Butanvac… A Anvisa autorizou o início da pesquisa clínica da Butanvac, vacina desenvolvida pelo instituto Butantan que não depende de insumos estrangeiros. Com isso, os primeiros voluntários poderão ser vacinados após a apresentação de alguns dados adicionais sobre a pesquisa ser realizada. A pesquisa clínica envolve três etapas que progridem em direção a números cada vez maiores de participantes. O imunizante deve ser aplicado em duas doses com intervalo de 28 dias. Segundo o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), o instituto já dispõe de 9 milhões de doses prontas da nova vacina.

Na agenda… Em dia de agenda econômica mais morna por aqui, os destaques ficarão com a 1ª prévia do IGP-M de junho (8h), o Levantamento Sistemático de Produção Agrícola (LSPA) para o mesmo mês (9h) e um leilão tradicional de LTNs, LFTs e NTN-Fs do Tesouro nacional (11h30).

E os mercados hoje? Mercados globais têm manhã estável, com poucas movimentações enquanto investidores aguardam as divulgações da decisão de política monetária do BCE e o CPI americano de maio. No Brasil, em dia de agenda morna, o mercado deve focar suas atenções na agenda econômica externa, com destaque para mais um dado de inflação nos EUA. Desta forma, esperamos uma abertura de viés neutro/positivo para ativos de risco locais, que seguirão reféns da agenda econômica externa – um CPI muito acima do esperado pode pressionar os juros lá fora e promover uma sessão mais fraca por aqui. 

 


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: 129.906 (+0,09%)
BR$/US$: 5,06 (+0,06%)
DI Jan/27: 8,34% (+4 bps)
S&P: 4.219 (-0,18%)

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Jornais:

VALOR
– Com pressões disseminadas, IPCA supera 8% em 12 meses
– Eletrobras deve obter R$ 25 bi, afirma Limp
– Credores se opõem a sócias da Samarco
– Os setores da economia que mais sofrem

O GLOBO
– Inflação tem a maior alta para maio em 25 anos
– Bolsonaro atuou por empresas em ligação com premiê da Índia
– Pai de auditor do TCU foi colega de Bolsonaro
– Compra leva Gol a liderar os sluts em Congonhas

FOLHA DE S.PAULO
– Brasileiros vieram da selva, diz presidente da Argentina
– Negra, Kathlen foi vítima da violência que temia no Rio
– STJ restabelece condenações por massacre do Carandiru
– Castillo se declara vencedor, mas Peru adia validação

O ESTADO DE S.PAULO
– Voto impresso tem maioria para passar em comissão na Câmara
– Analistas veem inflação disseminada e duradoura
– STJ reabre condenações por massacre do Carandiru
– TCU afasta auditor de relatório citado por Bolsonaro

Disclaimer: Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.

Relacionados

Apito Final | Mais um dado salgado

Internacional• Ativos internacionais rondam acerca das máximas à espera de dados de inflação ao consumidor nos EUA;• Inflação ao produtor e consumidor chinês [...]

Victor Beyruti Guglielmi - 09/06/2021

Flash Macro | Inflação ao consumidor tem nova aceleração em maio

O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acelerou o ritmo de avanço em maio, registrando inflação de 0,83% perante uma [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 09/06/2021

Guide Empresas - BTG Pactual precifica follow-on a R$ 122,01 por unit; JBS realiza oferta de US$ 1 bilhão em títulos atrelados à sustentabilidade e mais...

BTG Pactual: Banco precifica follow-on a R$ 122,01 por unitImpacto: PositivoJBS: Cia realiza oferta de US$ 1 bilhão em títulos atrelados [...]

Luis Sales - 09/06/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções