Guide Mercados Hoje: Estabilidade antes do Payroll

Tempo de leitura: 9 minutos

No Mercados Hoje falamos sobre a abertura do mercado e listamos os principais acontecimentos do noticiário e da agenda econômica no dia.

Confira o relatório de 08 de outubro de 2021!

Mercados Globais:

Ativos de risco estão amanhecendo de lado, sem tendência bem definida, ilustrando a cautela de investidores antes da divulgação do relatório oficial de emprego de setembro (Payroll). Como destaque pela manhã, os yields das treasuries americanas retomaram movimento de abertura, com o rendimento da Treasury com vencimento em 10 anos em torno de 1,58% a.a. – movimento que se dá uma vez que uma leitura forte de abertura de vagas líquidas em setembro pode consolidar apostas no início do movimento de redução de estímulos pelo Fed (tapering) em novembro. O mercado espera que o relatório aponte para uma criação de 500 mil vagas líquidas no mês, mais do que o dobro do que foi registrado em agosto (235 mil). O dólar índice (DXY) oscila em torno do zero a zero, sustentando patamar elevado que foi alcançado nas últimas semanas (>94 pts). Por fim, commodities têm um dia de recuperação, com altas do petróleo, commodities agrícolas e metais industriais na volta dos mercados chineses após a Golden Week (cobre e gás natural estão entre as exceções na ponta negativa).

No pano de fundo, o Congresso americano passou o acordo que eleva o teto da dívida americana em quase meio trilhão de dólares, aliviando qualquer risco de “calote” da dívida dos EUA. Passado com placar apertado (50 x 48) o acordo é vigente até o dia 03/12, quando poderemos esperar novas “batalhas” em torno da dívida na maior economia do mundo. Vamos acompanhar…


Nikkei 225: CSI 300: Stoxx 600: S&P Futuro: DXY: Juro T10: Petróleo:
+1,34%
28.048
+1,31%
4.930
-0,16%
457,86
+0,09%
4.404

-0,06%
94,16

1,52% a.a.
(+1,3 bps)
+0,74%
US$ 82,57/barril

AGENDA INTERNACIONAL
09h30 – EUA – Payroll: Relatório de emprego (set) – BLS


HEADLINES

VALOR Resultado de leilão indica nova tendência. Ao atrair apenas duas empresas e negociar cinco dos 92 ativos à venda, a 17ª Rodada de blocos de exploração de óleo e gás, realizada ontem pela Agência Nacional de Petróleo (ANP), se tornou o leilão sob regime de concessões mais fraco da história do país, em número de participantes e áreas arrematadas. O certame interrompeu a sequência das grandes licitações que atraíram as principais petroleiras do mundo desde 2017 e indica que a indústria petrolífera pode começar a conviver, salvo algumas exceções no pré-sal, com leilões mais modestos no Brasil. Em meio à ausência da Petrobras, coube à Shell o protagonismo na 17ª Rodada. A multinacional levou todos os cinco blocos negociados – quatro deles sozinha e um em parceria com a colombiana Ecopetrol. Não houve concorrência, nem ágio no bônus de assinatura, por nenhum dos ativos. 

VALOR Relator da PEC dos precatórios adapta parecer a acordo fechado. O parecer à proposta de emenda à Constituição (PEC) dos precatórios, apresentado ontem pelo deputado Hugo Motta (Republicanos-PB), acompanhou o acordo que havia sido anunciado pelos presidentes da Câmara e do Senado e o ministro da Economia, Paulo Guedes, e propôs o estabelecimento de um limite anual para o pagamento de sentenças judiciais. Entre as novidades do texto, está a previsão de parcelamento de dívidas previdenciárias de municípios. O relatório limita o pagamento de precatórios ao valor pago em 2016 (ano de criação do teto de gastos) corrigido pela inflação.  

FOLHA Bolsonaro diz que Brasil vai enfrentar problemas de abastecimento. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta quinta-feira (7), que o Brasil deve enfrentar “problemas de abastecimento” no ano que vem. De acordo com o mandatário, o cenário de possível falta de produtos em 2022 está relacionado com a crise energética na China. “Eu vou avisar um ano antes, fertilizantes: por questão de crise energética, a China começa a produzir menos fertilizantes. Já aumentou de preço, vai aumentar mais e vai faltar. A cada cinco pratos de comida no mundo, um sai do Brasil. Vamos ter problemas de abastecimento ano que vem”, declarou Bolsonaro, durante cerimônia no Palácio do Planalto. 

FOLHA Moraes, do STF, manda PF tomar depoimento de Bolsonaro em 30 dias. O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), determinou nesta quinta-feira (7) que a Polícia Federal tome o depoimento do presidente Jair Bolsonaro em até 30 dias. O interrogatório deverá ser presencial. O chefe do Executivo poderá marcar dia e hora para prestar esclarecimentos à PF sobre a acusação de que interferiu na cúpula da corporação para proteger parentes e aliados, suspeita levantada pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro. Moraes tomou a decisão um dia após a AGU (Advocacia-Geral da União) comunicar ao ministro que Bolsonaro, ao contrário do que vinha insistindo desde o ano passado, aceitou prestar o depoimento pessoalmente.

ESTADÃOApenas cinco blocos são arrematados no pior leilão de petróleo da história. O governo amargou nesta quinta-feira, 7, o pior resultado de todos os leilões de concessão de petróleo já realizados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A 17.ª rodada de licitações de áreas exploratórias foi a que vendeu menos blocos e a que teve a segunda pior arrecadação de bônus de assinatura para a União: R$ 37 milhões (superior apenas à realizada em 2003). Somente cinco de 92 blocos oferecidos foram arrematados. O resultado só não foi pior porque a Shell colocou dinheiro em áreas da Bacia de Santos, onde já atua – quatro blocos foram arrematados pela Shell e um em parceria da Shell com a Ecopetrol. Sem a concorrência da Petrobras ou de qualquer outra petrolífera, a empresa anglo-holandesa pagou o bônus mínimo, sem ágio. 

ESTADÃORelator do novo Bolsa Família quer proibir filas, fixar valor dos benefícios e prever reajuste anual. A menos de um mês do fim do auxílio emergencial a vulneráveis, o relator da medida provisória que cria o Auxílio Brasil, deputado Marcelo Aro (PP-MG), intensificou as conversas para chegar a um consenso em torno do desenho final do novo programa social que substitui o Bolsa Família. Ele pretende apresentar seu relatório até o fim da próxima semana. Ao Estadão/Broadcast, Aro afirma que negocia a inclusão de um dispositivo para proibir a existência de filas para o benefício e pretende ainda fixar na lei os valores a serem pagos às famílias contempladas, garantindo também um reajuste anual pela inflação. 

GLOBO A CPI da Covid aprovou, nesta quinta-feira, a reconvocação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Ele será ouvido pela terceira vez na comissão. O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), marcou o depoimento para o dia 18 de outubro, mantendo as datas combinadas antes para apresentação do relatório final da comissão e sua votação. — Dia 18 deste mês, segunda-feira, vamos ouvir Marcelo Queiroga. Dia 19, Renan Calheiros vai ler o relatório. Com certeza haverá pedido de vista coletiva. E dia 20 vamos votar o relatório — disse Omar. Integrantes da comissão estão insatisfeitos com a possível interferência política na Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec), órgão ligado à pasta, para que não fosse aprovado um documento contraindicando o uso da cloroquina para tratamento precoce da Covid-19.


AGENDA BRASIL
08h00 – IGP-M (1ª prévia de outubro) – FGV Ibre
09h00 – IPCA (set) – IBGE

E OS MERCADOS HOJE?
Mercados globais estão iniciando o dia sem direções claras, com investidores à espera de dados chave de emprego que poderão consolidar apostas sobre o início do tapering nos Estados Unidos. No Brasil, além da atenção à agenda internacional, o investidor se prepara para receber o IPCA de setembro, que deve trazer uma inflação em 12 meses na casa dos dois dígitos em meio à implementação da bandeira tarifária de eletricidade “escassez hídrica”. Desta forma, esperamos uma abertura de viés neutro/negativo para ativos locais, que terão seus desempenhos condicionados primeiro à divulgação do IPCA por aqui, e logo em seguida pelos dados do Payroll nos EUA.


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: 110.585,43 (+0,02%)
BRL/USD: 5,51 (+0,57%)

DI Jan/27: 10,61% (+11 bps)
S&P 500: 4.399,83 (+0,83%)

*Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg.


Disclaimer: Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações. Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Resolução CVM nº 20, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.

Relacionados

Apito Final | Teto de gastos perde credibilidade com artimanhas do governo para pagar auxílios

Internacional • Queda no petróleo e indicadores positivos nos EUA fazem S&P fechar em alta. Brasil Com novo Bolsa-Família expandido e auxílio diesel, rombo [...]

Rafael Gabriel Pacheco - 21/10/2021

Rio Bravo: Olhar Atento | "Furar" teto de gastos

A confirmação de que a opção de furar o teto de gastos está sendo defendida também pelo Ministério da Economia, mostra [...]

Rio Bravo - 21/10/2021

Guide Empresas: Gafisa reporta lançamentos pela primeira vez no ano; CCR Assina Concessão de nove aeroportos na Região Sul; e mais!

Gafisa (GFSA3): Gafisa reporta lançamentos pela primeira vez no anoImpacto: PositivoCCR (CCRO3): CCR Assina Concessão de nove aeroportos na Região SulImpacto: [...]

Luis Gustavo Pereira - 21/10/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções