CabeçalhoConteúdoNewsletterRodapé

Cotações por TradingView

Guide Mercados Hoje: Ocidente se mantém volátil enquanto otimismo com china impulsiona commodities

8 de junho de 2022
Tempo de leitura: 8 min
Compartilhar
Mercados Hoje - toalha vermelha com prato de torradas, xícara e jornal com gráfico indicando crescimento
Tempo de leitura: 8 min

No Mercados Hoje falamos sobre a abertura do mercado e listamos os principais acontecimentos do noticiário e da agenda econômica no dia.

Confira o relatório de 08 de Junho de 2022!

Mercados Globais:

Depois de mais uma sessão positiva, mesmo que marcada pela alta volatilidade, nesta terça-feira, ativos de risco estão amanhecendo em tom predominantemente negativo, com exceção para os mercados asiáticos, que voltaram a registrar bons desempenhos frente ao recente fluxo de notícias favorável advindo da China. Bolsas europeias e futuros americanos operam no vermelho, o dólar ganha força e juros desenvolvidos esboçam dia de alta (com destaque para uma nova inversão dos vértices de 5 e 10 anos na curva americana). Commodities, na contramão, têm manhã positiva, também reagindo à melhora de sentimento com relação à China.

Na agenda, em manhã que traz poucas novidades ao cenário, o mercado avalia uma nova leitura mais positiva para o PIB europeu no primeiro trimestre deste ano, com alta revisada de 0,3% para 0,6% para o período (5,4% vs. 5,1% na comparação com o 1º tri/21). O dado, apesar de mais forte, é uma foto do passado, não alterando as perspectivas piores para a economia do bloco frente à manutenção da guerra entre Rússia e Ucrânia. Tal piora é mais bem captada por uma recente série de dados mais fracos da indústria alemã – a principal economia do bloco – que ontem trouxe uma forte queda das encomendas à indústria em abril e hoje mostrou um resultado aquém do esperado para o setor no mesmo mês.

Por fim, do outro lado do Atlântico, o investidor ainda recebe os números de estoques e vendas no atacado nos EUA em abril, além da variação dos estoques de petróleo bruto do Departamento de Energia americano.


Nikkei 225: CSI 300: Stoxx 600: S&P Futuro: DXY: Juro T10: Petróleo (Brent Crude – ICE):
+1,04%
28.234
+0,97%
4.220
-0,68%
439,88
-0,36%
4.146
+0,17%
102,49
+3,7 BPS
3,00% a.a.
+0,85%
US$ 121,60/barril


AGENDA INTERNACIONAL
03h00 – Alemanha – Produção industrial (abr): +0,7% m/m (est.: +1,0% m/m) – Destatis
06h00 – Z. do euro – PIB (1T22): +0,6% t/t; +5,4% a/a (est.: +0,3% t/t; +5,1% a/a) – Eurostat  
06h00 – Z. do euro – Variação do emprego (1T22): +0,6% t/t; +2,9% a/a (est.: +0,5% t/t; +2,1% a/a) – Eurostat
11h00 – EUA – Estoques e vendas no atacado (abr) – C. Bureau
11h30 – EUA – Estoques de petróleo bruto (03/jun) – DoE


MANCHETES

ValorEstados projetam perdas e estudam judicializar a questão. Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro projetam perdas de receita caso sejam aprovadas a proposta de emenda constitucional (PEC) que prevê o ressarcimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para os Estados que zerarem o tributo sobre diesel e gás (GLP), assim como o projeto de lei complementar (PLP) 18, que limita a alíquota de ICMS sobre combustíveis, energia elétrica, transporte coletivo e comunicações a um teto padrão entre 17% e 18%. No caso do Rio, fontes próximas ao Palácio Guanabara ouvidas pelo Valor disseram que a redução do imposto pode prejudicar o regime de recuperação fiscal do Estado.

ValorCompensações ao projeto do ICMS devem ser apresentadas hoje. Duas propostas de emenda à Constituição (PEC) para compensar as perdas dos Estados e garantir uma alíquota para o álcool 30% menor em comparação com a gasolina serão apresentadas no Senado hoje, para tentar fechar um pacote de medidas que permita baixar temporariamente o preço dos combustíveis. Também deve ser divulgado o parecer do projeto que limita em 17% o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, energia elétrica, comunicações e transporte público.

ValorPacheco vê ‘grande clamor’ por solução para combustíveis. Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) afirmou que o projeto que limita em 17% o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis, energia elétrica, comunicações e transporte público deve ser votado na segunda-feira (13). Já as duas PECs sobre o tema, que serão apresentadas nessa quarta (8), podem entrar na mesma votação, mas isso não está garantido, disse.

ValorOCDE reduz projeção de crescimento do Brasil em 2022 e 2023 com incertezas por eleição. A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) baixou sua projeção do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro para 0,6% neste ano e 1,2% no ano que vem. A entidade avalia que a eleição presidencial de outubro acrescenta “consideráveis incertezas” que podem amortecer o consumo e os investimentos. E prevê que a inflação continuará elevada em 2023 na maior economia da América Latina.

O GloboLira diz que pacote de combustíveis precisa ser aprovado para ‘panela de pressão’ não explodir. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), disse nesta terça-feira que o pacote do governo que visa a baixar o preço dos combustíveis é importante para que o Brasil não vire “uma panela de pressão” e exploda.

O GloboGoverno quer usar dinheiro da privatização da Eletrobras para reduzir preço do diesel; analistas veem risco fiscal. Em uma tentativa de aliviar a inflação a quatro meses da eleição e em situação desfavorável nas pesquisas, o presidente Jair Bolsonaro anunciou ontem uma proposta de emenda à Constituição (PEC) para tentar reduzir os impostos sobre os combustíveis. A medida, se aprovada, valerá até o fim do ano.

O GloboPEC dos Combustíveis pode consumir todo o dinheiro da venda da Eletrobras sem pagar toda a conta. A quatro meses da eleição presidencial, o governo anunciou um pacote para subsidiar o preço do combustível que deve consumir todos os recursos que ingressarão no caixa do Tesouro com a privatização da Eletrobras. E ainda assim, isso não será suficiente para pagar a conta.



AGENDA BRASIL
08h00 – IGP-DI (mai): +0,69% m/m (est.: +0,79% m/m) – FGV Ibre
09h00 – Pesquisas trimestrais do abate de animais (1t22) – IBGE


E os Mercados Hoje?

Mercados globais estão ensaiando um início de dia fraco, com abertura dos juros desenvolvidos e alta das commodities em foco após mais uma sessão positiva para as bolsas asiáticas. Na zona do euro, uma revisão positiva para o PIB do 1T22 é contrabalanceada por mais uma série de dados fracos indústria na alemã. Enquanto isso, no Brasil, as atenções deverão seguir voltadas ao fiscal, com destaque para a apresentação do parecer senador Fernando Bezerra (MDB) do projeto que limita em 17-18% a alíquota do ICMS para determinados itens. A medida, quando aprovada, abrirá portas para a avaliação da PEC que prevê a zeragem do imposto e o ressarcimento da receita perdida dos Estados pelo Governo Federal – a proposta ainda não agrada alguns governadores, que ameaçam judicializar a proposta (vide as Manchetes). Segundo o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, a votação deve acontecer no início da semana que vem. Na agenda, o investidor recebeu o IGP-DI de maio, com aceleração mais fraca do que a prevista pautada nas altas de combustíveis e commodities agrícolas.


Sobre o fechamento do último pregão:

Ibovespa: 110.579 (-0,00%)
BRL/USD: 4,82 (+0,18%)
DI Jan/27: 12,10 (+9,5 bps)
S&P 500: 3.979 (+0,95%)


Disclaimer: Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações. Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Resolução CVM nº 20, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.

Compartilhar artigo

Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.

Graduado em Administração de Empresas e Economia pelo Insper. Integra a equipe econômica da Guide há mais de 1 ano. Atualmente atua como economista no segmento de varejo, sendo responsável pela confecção de relatórios e de comitês mensais com intuito de embasar recomendações de alocação de recursos no cenário político-econômico.

Veja também