Apito Final | IPCA-15 frustra estimativas e reforça expectativa de corte na Selic

Tempo de leitura: 6 minutos

Internacional

• Bolsas encerram em queda com sinais de desaceleração na velocidade de recuperação;
• Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA apresentam primeira alta desde março;
• Sentimento do consumidor europeu registra piora em julho.

Brasil

• Ibovespa recua com exterior e encerra abaixo dos 103 mil pontos;
• Dólar volta a subir na esteira da piora de percepção sobre o risco-país brasileiro;
• Tim e Klabin são destaques do dia.

 


FECHAMENTO:

Ibovespa: 102.381
(+0,09%)

BR$/US$:5,22
(+0,12%)

DI Jan/27: 6,28%
(-15 bps)

S&P 500: 3.215
(-0,62%)

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg

MAIORES ALTAS:

IRBR3: R$ 8,34
(+6,24%)

GGBR4: R$ 17,14
(+4,58%)

SUZB3: R$ 42,30
(+3,83%)

MAIORES BAIXAS:

COGN3: R$ 8,28
(-5,37%)

RENT3: R$ 44,70
(-2,57%)

TIMP3: R$ 14,41
(-2,44%)


Cenário Externo:

Mercados… Ativos de risco internacionais operaram com tendência baixista no exterior, em linha com o maior sentimento de aversão ao risco reflete dois principais vetores de pressão. A elevação de tensões sino-americanos – com a China fechando um consulado americano em Chengdu, cidade ao sudoeste do país – contribui com os anseios dos investidores, que passaram a optar pela realização de lucros após dados de emprego apontarem para a desaceleração de ritmo da retomada da atividade econômica nos Estados Unidos. Assim como nas sessões anteriores, o ouro seguiu em trajetória ascendente, repercutindo o anseio dos investidores com relação a um momento que, todavia, ainda resguarda muitas incertezas. Ao final do dia, tanto o S&P500, nos EUA, assim como o Stoxx 600, na Europa, encerraram o dia no verde vermelho.

Economia americana… A leitura do Índice de Gerentes de Compra composto – que compreende o setor de serviços e a indústria – avançou de 47,9 em junho para 50,0 (indicando expansão dos setores) na leitura preliminar de julho, a maior alta em seis meses. Enquanto o setor industrial apresentou um avanço modesto na produção, o setor de serviços reduziu a taxa de retração verificada na leitura de junho. Maiores avanços foram travados pela queda nos novos pedidos e na demanda, que foram parcialmente afetados pela reinstituição de medidas de distanciamento social em alguns Estados do Sul americano. As exportações melhoraram marginalmente, acompanhando a retomada da demanda internacional, enquanto os empregos voltaram a ter uma dinâmica um pouco mais favorável. Por fim, na fronte dos preços, preções inflacionárias se intensificaram e as expectativas com relação à produção futura seguiram em território otimista.


BRASIL:

Mercados… O índice Bovespa acompanhou o teor volátil dos mercados e encerrou o dia acerca da estabilidade, também sujeito a um movimento de realização de lucros por parte dos investidores. No mercado cambial, o dólar teve uma sessão novamente marcada pela elevada volatilidade. A divisa americana iniciou o dia em forte alta contra o real – em linha com o agravamento de tensões entre China e Estados Unidos – mas perdeu força ao longo da sessão após as divulgações dos PMIs americanos e Europeus (vide a seção do cenário externo e Mercados Hoje desta manhã), acompanhando o seu enfraquecimento no cenário internacional. No final das contas, encerrou o dia com ligeira desvalorização. O CDS de cinco anos, no entanto, voltou a rondar em torno dos 230 pontos base, ainda refletindo a elevada ansiedade e incerteza com relação à trajetória fiscal do país. No mercado de juros, as taxas operaram em queda ao longo de todos os vértices, em última instância, reagindo à inflação aquém do esperado do IPCA-15 acoplada à maior expectativa de estímulos monetários.

Atividade econômica… O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15) avançou 0,30% em julho, ante aumento de 0,02% em junho. No acumulado de 12 meses, o índice apresenta alta de 0,67%. O resultado de junho foi influenciado, principalmente, pela categoria de transportes, que foi puxada pelo avanço nos preços do petróleo, em linha com a retomada da demanda pela commodity em âmbito internacional. Na ponta oposta, artigos de vestuário seguiram com pressão baixista em virtude da adoção de descontos para estimular a demanda face ao ainda incerto cenário. De modo geral, o resultado ampliou as apostas em torno de mais um ajuste na taxa Selic, uma vez que veio abaixo do consenso de mercado, que previa uma inflação de 0,52% – o DI de janeiro de 2021, vértice que aponta para a taxa de juros esperada pelo mercado no período, caiu abaixo dos 2,00%.

Gerdau… Após uma casa de análise revisar suas estimativas para o setor siderúrgico, elevando a recomendação do papel de “neutro” para “compra” e elevando seu preço alvo, as ações da companhia encerraram o dia em alta. De acordo com os analistas, o ritmo de recuperação observado nos volumes das indústrias siderúrgica e suas relacionadas, como a de cimento, em maio e junho, os surpreendeu positivamente, o que os leva a acreditar que no 3T20, uma aceleração pode abrir as portas para aumentos adicionais de preços, impactando positivamente suas margens.

AES Tietê… Após forte desempenho nos últimos pregões, a geradora de energia caiu forte na sessão desta sexta-feira. O desempenho esteve ligado a notícia de que o BNDESPar não ficou satisfeito com a oferta da Eneva e tenderá a aceitar a da AES Corp. A união entre as empresas poderia resultar em uma gigante de R$23 bilhões no setor de energia, trazendo mais estabilidade e diversificação na geração.

Equipe Econômica

Conrado Magalhães
[email protected]

Alejandro Ortiz Cruceno
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

 

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

Relacionados

Rio Bravo: Olhar Atento |O PLN

O Congresso aprovou ontem o PLN que reedita o Programa de Manutenção do Emprego e da Renda e o Pronampe, duas [...]

Rio Bravo - 20/04/2021

Guide Empresas - Vale e Carrefour divulga dados operacionais do 1T21; BRMalls retoma operações de Shoppings

Vale: Cia apresenta dados de produção referente ao 1T21Impacto: NeutroCarrefour: Cia divulga dados de vendas do 1T21Impacto: Marginalmente PositivoBrMalls: Cia anuncia [...]

Luis Sales - 20/04/2021

Mercados Hoje | R$100 bilhões fora do teto

Introdução: Internacional: Consolidação • Bolsas globais têm manhã de consolidação, com queda dos principais índices em movimento de realização de lucro por parte [...]

Victor Beyruti Guglielmi - 20/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções