CabeçalhoConteúdoNewsletterRodapé

Cotações por TradingView

Guide Empresas: Relatório sobre Valuation de Ibovespa, 1T22 de Oi e lei sobre imposto das distribuidoras de energia

29 de junho de 2022
Escrito por Rodrigo Crespi
Tempo de leitura: 5 min
Compartilhar
guide empresas
Tempo de leitura: 5 min

Oi (OIBR3): Conversão de prejuízo em lucro
Impacto: Neutro
Distribuidoras de Energia Elétrica: Lei sobre a base de cálculo de PIS/Cofins
Impacto: Neutro

Nesta quarta-feira (29/06), os destaques se voltam para:

Valuation barato: retorno normalmente positivo nos próximos 12m (e não próximos 21 dias)

O valuation do Ibovespa está barato. Podemos chegar a esta conclusão olhando diversos indicadores diferentes como relação preço/lucro, dividend yield, prêmio de risco (earnings yield* menos taxa real de juros), entre outras métricas. Isto pode ser visto abaixo: a relação preço lucro do Ibovespa está em 7x, menor valor desde a crise de 2008. O prêmio de risco implícito no mercado de ações está próximo dos maiores níveis da história. Contudo, vale destacar que o fato do Ibovespa estar barato está mais associado ao potencial de retorno elevado no médio prazo (12 a 24 meses por exemplo) e não que o retorno deve ser elevado no próximo mês. Um ponto importante para a materialização desta alta é a mudança na narrativa do mercado. Atualmente, a narrativa é que ao menos em parte o valuation barato reflete o risco político, juros altos, risco de recessão nos EUA, entre outros fatores.

Mais detalhes no nosso site: www.vip.oguiafinanceiro.com.br

Oi (OIBR3): Conversão de prejuízo em lucro

A Oi (OIBR3) publicou os seus números referentes ao 1T22, com diminuição anual de 4,8% nas suas receitas advindas de suas operações que continuarão (parte das operações da Oi foram descontinuadas após a venda de parte de seus ativos para a Vivo, Tim e Claro), como residencial e TV Digital, com destaque para a queda de 9,2% no segmento de TV Digital. Por outro lado, também houve a diminuição de 4,8% a/a nos seus custos operacionais recorrentes, com destaque positivo para a diminuição de 10,9% a/a nos seus custos recorrentes com pessoal. Com isso, a empresa atingiu R$1,8 bilhão de lucro líquido no período (vs. R$3 bilhões de prejuízo no 1T21).

O caixa da empresa teve uma queda de R$3,3 bilhões para R$2 bilhões no 1T22, em função de venda de imóveis, resgates judiciais e impactado negativamente pelo pagamento de juros das suas dívidas, aliado a última parcela de pagamento de seus fornecedores, como planejado em sua RJ.

Impacto: Neutro. Apesar da reversão da situação da empresa em relação ao lucro, a descontinuação de parte de suas operações (como o Oi móvel, por exemplo), pode tornar mais complexa a recuperação financeira da empresa no curto prazo. Além disso, vale ressaltar que diminuição da sua posição de caixa pode dificultar novos investimentos.

Distribuidoras de Energia Elétrica: Lei sobre a base de cálculo de PIS/Cofins

As distribuidoras de energia elétrica se manifestaram em relação à lei 14.385/2022, que estabelece a devolução dos valores cobrados referentes aos tributos de PIS/Cofins sobre a base de cálculo considerando o ICMS desde 2017, ou seja, a lei retira o ICMS da base de cálculo de PIS/Cofins das distribuidoras, implicando a devolução desses valores, considerando as cobranças desde 2017, quando houve a primeira determinação. A operacionalização da lei será feita pela Aneel e a devolução será feita por meio de revisões extraordinárias na tarifa das distribuidoras.

A Cemig publicou que está avaliando os impactos contábeis e jurídicos da medida. A Copel avalia os desdobramentos da lei, quanto aos aspectos contábeis, tributários, jurídicos e regulatórios. Segunda a Light, a empresa aguarda a operacionalização da medida e avalia as medidas a serem tomadas “a fim de resguardar os seus interesses e o equilíbrio econômico-financeiro da distribuidora, especialmente para preservação da coisa julgada e da segurança jurídica”.

Impacto: Neutro. A lei representaria mais um aditivo de complexidade referente ao cálculo dos impostos, além disso, a falta de clareza em relação a operacionalização da lei, dificulta a avaliação de seus impactos nas receitas e nas tarefas das distribuidoras.

RENDA VARIÁVEL
[email protected]

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações. Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Resolução CVM nº 20, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.”

Compartilhar artigo

Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.

Formado pela ESPM-SP, com pós-graduação na FGV-SP e mestrado (MSc) em Management pela Nova School of Business and Economics (Nova SBE) e Erasmus na EM Lyon. Antes de ingressar na Guide, trabalhou por quase dois anos no BNP Paribas na Europa, na área de Global Markets na equipe de Equity Derivatives. ''A minha missão é estar sempre atualizado, antecipando tendências de mercado, através de análises, e oferecer de forma simples e objetiva ao investidor, estratégias de alocação com sólidos fundamentos.'' CNPI – 2934

Veja também