Guide Empresas – Grupo de caminhoneiros agenda greve para 1 de fevereiro; Panvel registra recorde de abertura de lojas em 2020; e mais…

Tempo de leitura: 7 minutos

BR Properties: Cia realiza aquisições de ativos no valor de R$832,4 milhões 
Impacto: Positivo
Carrefour: Acordo da Couche-Tard criaria gigante no mercado
Impacto: Positivo
Panvel: Grupo controlado pela Dimed registra recorde de lojas inauguradas em 2020

Impacto: Positivo
Ser Educacional: Mesmo com preferência, Ser não exerce direito de compra de ativos da Laureate

Impacto: Positivo
Setor de Transportes: Grupo de caminhoneiros agenda greve para 1 de fevereiro

Impacto: Negativo

Confira os destaques de hoje:

BR Properties: Cia realiza aquisições de ativos no valor de R$832,4 milhões 

A BR Properties anunciou novas aquisições.

A primeira delas é a Torre Corporativa B2 – Paineira e a segunda é uma participação de 30% da Torre Corporativa B3 – Jatobá, no Condomínio Parque da Cidade, em São Paulo.

O valor da transação de ambas as aquisições soma R$ 832,4 milhões, valor reajustado pelo INCC.

Impacto: Positivo. As novas aquisições, dentro do mercado de luxo, colaboram diversificam seu portfólio. Com isto, a empresa passa a deter 101.865 m2 do ABL referido no empreendimento compreendido nas torres de Aroeira, Paineira e Jatobá.

Carrefour: Acordo da Couche-Tard criaria gigante no mercado

A canadense Alimentation Couche-Tard , enviou uma oferta não vinculante ao grupo Carrefour a um preço de € 20 por ação, o que equivale a € 16,3 bilhões (US$ 19,7 bilhões), com prêmio de 30% em relação à cotação de terça-feira, e que seriam pagos majoritariamente em dinheiro.

Analistas afirmam que a proposta vem sendo considerada, mas que não há ainda uma decisão tomada.

Caso a negociação avance, será a maior aquisição do varejo no mundo e criará a terceira maior companhia do setor (a primeira não-americana), atrás apenas do Walmart e da Amazon e à frente da Costco.

Couche-Tard e Carrefour juntas teriam hoje vendas anuais de cerca de US$ 152 bilhões (a câmbio atual), 30 mil lojas e 450 mil empregados. Em um cenário onde o negócio seja concluído, deve superar a compra da Tiffany pela LVMH, e da fusão de Promodes com Carrefour, segundo cálculo do Valor, realizado com apoio do consultor Alberto Serrentino, da Varese Retail.

Impacto: Positivo. A oferta a rede francesa, caso se consolide, deverá ser a maior aquisição do varejo no mundo. As companhias em conjunto teriam hoje vendas anuais de US$152 bilhões. Vale ressaltar que a proposta pode impactar a operação do grupo no Brasil, que provavelmente seja incluído. Com isso, a empresa ganha alta escalabilidade e expansão de sua área de atuação.

Panvel: Grupo controlado pela Dimed registra recorde de lojas inauguradas em 2020

A Panvel, rede de farmácias controlada pela Dimed, registrou abertura de 44 lojas em 2020. Apenas no 4T20, foram lançadas novas 21 lojas.

O número de lojas inauguradas representa um novo recorde para a companhia.

Agora, a Panvel conta com 473 pontos de venda. A aceleração do processo de abertura de lojas pode beneficiar a companhia nos próximos meses, caso venha a servir como rede de apoio para vacinação contra a Covid-19.

Impacto: Positivo. A Panvel acelerou o ritmo de lançamentos de suas lojas, o que pode, além de melhorar suas vendas, agora em novos pontos, também beneficiar a companhia caso venha a servir como rede de apoio para vacinação contra a Covid-19.

Ser Educacional: Mesmo com preferência, Ser não exerce direito de compra de ativos da Laureate

A Ser obteve a preferência de compra de cinco centros universitários pertencentes a Laureate após desistir das ações judicial e arbitral que movia contra a empresa.

No entanto, a companhia acabou não exercendo o direito de aquisição dos centros universitários IBMR, no Rio, UniRitter e Fadergs, ambos em Porto Alegre (RS), ativos que pertencem à Laureate, cuja operação brasileira foi adquirida pela Ânima por R$ 4,4 bilhões.

Segundo fontes, a Ânima pediu quantia aproximada de R$ 1 bilhão pelos três centros universitários, mas a Ser Educacional ofertou metade dessa quantia. Ainda assim, a Ser tem a preferência de compra desses ativos até 30 dias após o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) dar o aval da transação, o que está previsto para ocorrer daqui a cerca de quatro meses.

Ainda de acordo com fontes, a Ser está negociando a compra de outras instituições de ensino com cursos de medicina, localizadas no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. No total, a companhia tem no radar 30 ativos, entre faculdades de médio porte com ou sem graduação de medicina.

Impacto: Positivo. A Ser tem o direito de preferência sobre os ativos, no entanto, optou por não exercer sua opção de compra. Na nossa visão, a Ânima possui uma série de oportunidades pela frente, após a aquisição da operação da Laureate no Brasil, que a fornece uma série de novos cursos e bases de alunos.

Setor de Transportes: Grupo de caminhoneiros agenda greve para 1 de fevereiro

Um grupo de caminhoneiros agendou para 1 de fevereiro a paralisação nacional da categoria. O evento proposto tem como objetivo pressionar o governo de Jair Bolsonaro.

Este movimento é liderado pela Associação Nacional de Transporte no Brasil (ANTB) e pelo Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC), entidades que apoiaram a eleição de Bolsonaro, mas não têm interlocução com o Ministério da Infraestrutura até o momento.

A decisão de paralisação ocorreu em 15 de dezembro, durante assembleia virtual dos dirigentes do CNTRC.

Impacto: Negativo. A greve dos caminhoneiros impacta muitos setores diferentes, pois interrompe o abastecimento de mercadorias, especialmente em um cenário onde os consumidores já se familiarizaram com curtos prazos de entrega dos produtos.

Contatos
Conheça o nosso time de especialista da área de Investimentos.

RENDA VARIÁVEL
[email protected]

Luis Sales – CNPI
[email protected]

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução da CVM N° 598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.”

Relacionados

Apito Final | Riscos sanitários e fiscais andam de lado

Internacional Bolsas internacionais encerram o dia próximos à estabilidade;Banco Central Europeu reforça postura acomodatícia em decisão de política monetária;Pedidos de seguro-desemprego nos [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 21/01/2021

Rio Bravo: Olhar Atento | Decisão do Copom

Como esperado, o Copom retirou ontem a orientação de que manteria o juro baixo por um tempo, abrindo a porta para [...]

Rio Bravo - 21/01/2021

Guide Empresas - Enjoei amplia parceria com varejistas, Aeris negocia contrato com Siemens de cerca de R$2,5 bilhões; e mais...

Aeris: Cia negocia contrato de cerca de R$2,5 bilhões com a SiemensImpacto: PositivoEngie: Cia enxerga espaço para ampliar seu portfólio no [...]

Luis Sales - 21/01/2021

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções