Guide Empresas – 3R Petroleum analisa realizar nova oferta de ações; Petrobras conclui venda de ativos no Uruguai; e mais…

Tempo de leitura: 7 minutos

3R Petroleum: Cia busca expandir e considera Follow-on
Impacto: Positivo
BR Distribuidora: Cia retoma venda de gasolina de aviação após problema em lote

Impacto: Positivo
CCR: Empresa divulga evolução do tráfego em suas concessões

Impacto: Positivo
Cosan: Raízen está finalizando o processo de compra da Biosev

Impacto: Positivo
Petrobras: Empresa finaliza venda de US$68 milhões em ativos no Uruguai

Impacto: Positivo

Confira os destaques de hoje:

3R Petroleum: Cia busca expandir e considera Follow-on    

Em novembro de 2020, a 3R Petroleum se tornou a mais recente petroleira a abrir capital na B3 e conseguiu levantar R$690 milhões, utilizados na expansão de sua atividade e no reforço de seu caixa.

Até agora, a empresa já realizou seis contratos de compra de campos maduros da Petrobras, que está realizando desinvestimentos nesses, sendo que cinco ainda necessitam ser concluídos. De acordo com os dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP), os novos campos da petroleira gerarão uma produção estimada de 17 mil barris/dia de óleo, colocando-a como um dos dez maiores produtores do país.

Como esses negócios já eram previstos no IPO da 3R, será necessário, para continuar com esse processo de expansão, realizar um follow-on – oferta subsequente de ações -, de acordo com Ricardo Salvani, o presidente da companhia.

Segundo Salvani, a estratégia para a expansão é mesclar dívida e capital próprio, trabalhando com uma alavancagem (dívida líquida/Ebitda) de 2 à 2,5 vezes. 

Impacto: Positivo. A 3R deixou claro desde a sua oferta pública inicial de ações que sua estratégia de crescimento é baseada na aquisição de ativos que fazem parte do plano de desinvestimento da Petrobras. O fato de a companhia pensar em realizar uma nova oferta, a poucos meses de sua primeira, sugere que a empresa planeja seguir realizando uma série de de aquisições e tornando seu portfólio ainda mais robusto.

BR Distribuidora: Cia retoma venda de gasolina de aviação após problema em lote

Em 03 de fevereiro, a BR Distribuidora identificou problema em amostras do combustível utilizado por aviões de pequeno porte com motores a pistão, e consequentemente suspendeu a venda do produto.

Na manhã de ontem (07/02), a companhia anunciou ao mercado que retomou a comercialização de gasolina de aviação (AVGAS).

O documento divulgado contém laudos da Petrobras, que consiste hoje na única fornecedora de combustível no país, atestam que os novos lotes do produto estão dentro das normas da Agência Nacional do Petróleo (ANP). Em seguida, a BR diz também ter feito testes. 

Segundo a Petrobras, o lote pode ter sido afetado por uma adulteração detectada pela companhia, de cerca de 2.000 metros cúbicos de gasolina de aviação produzidos em janeiro pela Refinaria Presidente Bernardes, em Cubatão (SP), onde fica a base da empresa. A estatal afirmou na ocasião que o retorno do fornecimento deveria ocorrer no dia 8 de fevereiro.

Impacto: Positivo. Após problemas com amostra de combustível de aviação, que pode vir a afetar aviões de pequeno porte com motores a pistão, a BR anuncia a retomada de sua comercialização. Visando regularizar o abastecimento em menor tempo possível, a base da empresa em Cubatão, que é hoje o único polo de suprimento de AVGAS do país, está trabalhando em regime estendido.

CCR: Empresa divulga evolução do tráfego em suas concessões 

A CCR novamente divulgou a evolução do movimento em suas concessões entre o período de 29 a 04 de Fevereiro de 2021, comparado ao mesmo intervalo em 2020.

No segmento de rodovias, a empresa apresentou crescimento de +1,9%, principalmente por conta dos veículos comerciais, que se destacam com alta de 10,5%. Na comparação ano/ano, a alta chega a 3,0%.

No CCR Mobilidade, o período apresenta queda de -46,2% no movimento, enquanto que na comparação a/a, a diminuição é de 44,8%.

Por fim, no segmento de aeroportos, as quedas são as mais relevantes, de 54,3% no período, e 52,5% no ano.

Impacto: Positivo. O movimento se encontra em moldes bastante similares aos divulgados na última semana. Ainda assim, os números são muito superiores aos observados ha alguns meses. A companhia foi bastante prejudicada pela imposição das medidas de isolamento social, e agora já retomou grande parte do volume.

Cosan: Raízen está finalizando o processo de compra da Biosev

A Raízen, uma das empresas que compõem o Grupo Cosan, possivelmente concluirá, hoje, as negociações de compra da Biosev, a segunda maior empresa de açúcar e álcool do Brasil e pertencente ao grupo Louis Dreyfus.

No negócio, a Raízen pagará aproximadamente R$3,6 bilhões, os quais devem ser usados para reduzir a dívida de R$7,6 bilhões da Biosev, e terá a empresa comprada como sua acionista minoritária, com cerca 3,5% de suas ações e ainda 1,5% de dividendos a serem pagos, nos próximos anos.

No setor de álcool e açúcar, a Raízen é a líder, com 26 usinas e um faturamento de R$30 bilhões. Já a Biosev é a vice-líder do segmento, possuindo 9 usinas, sendo 8 em funcionamento, e um faturamento de R$7 bilhões.

Dessa forma, a junção de tais operações deve reunir 100 milhões de toneladas de cana, em capacidade produtiva, o que corresponde a aproximadamente 15% da moagem do Centro-Sul. 

Impacto: Positivo. Com a nova aquisição, a Raízen, e também o Grupo Cosan, se tornam ainda mais especializados no negócio de açúcar e álcool do Brasil. A Raízen é hoje líder do segmento na região, enquanto que a Biosev é a segunda maior.

Petrobras: Empresa finaliza venda de US$68 milhões em ativos no Uruguai

A Petrobras anunciou que sua controlada, Petrobras Uruguay Sociedad Anónima de Inversíon (Pusai), concluiu a venda de parcela que detinha da Petrobras Uruguay Distribuición (Pudsa).

A transação teve valor de US$ 62 milhões para a Pusai, já com ajustes previstos no contrato. Somada aos US$ 6,17 milhões pagos à Pusai na data de assinatura do contrato de venda, a quantia totaliza US$ 68,17 milhões.

A participação foi vendida à Mauruguay, que consiste subsidiária indireta da Disa Corporación Petrolífera.

Impacto: Positivo. A transação simboliza mais um movimento da Petrobras em linha com sua estratégia de crescimento, que é pautada na venda da sua participação em ativos que não são estratégicos à sua operação no momento. Isto permite com que a estatal consiga concentrar seu portfólio em um único segmento, e assim explorá-lo mais afundo.

Contatos
Conheça o nosso time de especialista da área de Investimentos.

RENDA VARIÁVEL
[email protected]

Luis Sales – CNPI
[email protected]

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução da CVM N° 598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.”

Relacionados

Flash Macro | Pesquisa Mensal dos Serviços – fev/21

O índice de volume no setor de serviços apresentou expansão de 3,7% em fevereiro, contrariando boa parte das expectativas do mercado, [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 15/04/2021

Rio Bravo: Olhar Atento |O setor de serviços

O setor de serviços surpreendeu em fevereiro (+3,7% a.m.), ficando acima da expectativa do mercado (+1,3%) e retornando ao nível pré-pandemia. [...]

Rio Bravo - 15/04/2021

Guide Empresas - Hering rejeita fusão com Arezzo, Positivo firma acordo para venda de PCs Compaq.

Hering: Cia rejeita acordo de fusão com ArezzoImpacto: PositivoSanepar: Agência reguladora aprova aumento de 5,77% na tarifaImpacto: Marginalmente PositivoPositivo: Cia anuncia [...]

Luis Sales - 15/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções