Flash Empresas | Muito mais que do uma varejista – Início de Cobertura Track&Field PN (TFCO4)

Tempo de leitura: 9 minutos

Fundada em 1998, a Track&Field visa conectar pessoas a um estilo de vida ativo e saudável, a companhia não apenas cumpre seu papel como varejista, crescendo seu número de lojas de maneira exponencial através das franquias, mas também engloba uma série de outros serviços e experiências, que a encaixam no segmento de wellness. Em 2009 a companhia passou a operar também através do e-commerce, quando possuíam apenas 36 lojas, e em 2011 deu início ao seu programa de franquias, permitindo com que atingisse um patamar acima de 200 de lojas da marca atualmente. A partir de 2018, aprimoraram sua estratégia e governança corporativa, caminhando para que em 2020 ingressassem na B3. Sua oferta saiu abaixo da faixa estabelecida (R$10,65 a R$14,95) em $9,25, mas desde então, suas ações já apreciaram mais de 30%.

Da fundação ao IPO… A história da companhia se iniciou em 1988, quando três colegas tiveram a iniciativa de inaugurar uma primeira loja com foco em moda esporte. A partir daí, a empresa cresceu de forma orgânica, trazendo eventos esportivos como a T&F Run Series Brasil e o Iron Man Brasil e lançando novas lojas. Até que em 2009, a empresa inaugurou a sua plataforma de e-commerce, oque impulsionou a expansão de sua atuação para todo o país. Tendo conseguido entrar em novas regiões, a companhia observou então uma oportunidade para fortalecer a presença da marca, o que a levou, em 2011, a dar início ao seu projeto de franquias. A grande mudança na Track&Field ocorre em 2018, quando os sócios fundadores vislumbram a necessidade de profissionalizar o business e para isso, recebem o ex-diretor financeiro (de 2014 a 2017) Túlio Landim como CEO de volta ao time. Este veio com o objetivo de aprimorar uma nova governança corporativa na companhia e traçar uma nova estratégia de crescimento, com foco na abertura de capital. E então no dia 26 de outubro de 2020, a varejista finaliza seu processo de IPO e passa a ter suas ações negociadas na B3, com o ticker TFCO3. Os recursos da oferta serão essenciais para que a empresa dê continuidade ao desenvolvimento de novas tecnologias que colabora para aprimorar sua plataforma de bem-estar e ampliar sua participação tanto no meio físico como no digital.

A maior varejista exclusiva de bem-estar do país… A Track&Field é mais do que apenas uma varejista com nicho específico, como a Centauro ou Petz. Os produtos comercializados em suas lojas, voltados para o bem-estar, esportes e moda praia ofertados pela empresa, fazem parte de algo muito mais amplo, chamado de ecossistema Track&Field, que engloba não apenas uma plataforma de vendas com quase 200 mil usuários cadastrados, mas ainda frentes de experiências esportivas responsáveis por organizar mais de 160 eventos anuais.

No que consiste a TF ExperienceA companhia possui a missão de conectar pessoas a um estilo de vida mais saudável. Para que isto se concretize, a Track&Field é responsável por viabilizar uma série de eventos como corridas de rua (Track&Field Run), aulas de ciclismo, aulas de yoga e outras práticas, comandadas sempre por grandes profissionais. Durante 2019, a companhia promoveu 80 corridas e mais 82 eventos, no entanto, não pode manter este ritmo em 2020 após a disseminação do coronavírus e o consequente estabelecimento de medidas de isolamento social. Visando adaptar sua estratégia ao cenário de pandemia, a empresa promoveu uma campanha com o nome “continue em movimento”, na qual disponibilizou uma série de aulas de atividades esportivas a partir de seu aplicativo TF Sports, plataforma de vida saudável desenhada para engajar franqueados, treinadores e atletas com conteúdos relacionados à esporte.

Desafios e oportunidades de 2020… A pandemia de Covid-19 impactou o setor de varejo como um todo. Isto porque os shoppings e comércios de rua ficaram fechados por longos meses, obrigando com que as companhias tivessem de reinventar sua operação, para que conseguissem manter seus negócios de forma sustentável. Diante disso, observamos uma grande migração das varejistas para o segmento digital, onde aceleraram lançamentos que estavam previstos apenas para os próximos anos. Para a Track&Field não foi diferente, a empresa felizmente já possuía um ambiente de e-commerce, mas aproveitou o cenário adverso para desenvolvê-lo ainda mais. A empresa foi beneficiada, em termos de venda, pela rápida adaptação de sua operação e implementação de novos serviços do omnichannel, como o ship from store e o pick-up-in-store, que transformam as lojas físicas em pequenos armazéns e reduz o tempo de entrega ao cliente final. Com relação aos eventos, a varejista conseguiu realizar 771 (somando os presenciais e digitais) que impactaram mais de 200 mil pessoas. Muitos deles foram feitos de forma gratuita, o que implicou em uma redução da receita, mas também foi importante para fidelizar seus clientes, que passaram a ter acesso livre a aulas gratuitas (algumas inclusive forneceram cupons de desconto, o que contribuiu ainda mais para o aumento das vendas e aderência à plataforma) todas em seu aplicativo. Em números, comparando a receita do 3T20 ano/ano, observamos uma queda de 7,5%, no entanto, quando retiramos os ganhos com eventos do 3T19, houve um aumento de 1,9%.

Próximos passos… Segundo seu prospecto da oferta pública, a Track&Field deve destinar grande parte dos recursos obtidos para seguir investindo em tecnologia e inovação e na expansão de sua participação nos meios físico e digital. Seu principal objetivo para os próximos meses é concluir o projeto de comércio unificado, passando a oferecer todos os serviços de omnichannel com o lançamento da vitrine infinita, que deve ser concluído até o mês de abril, e implementá-los em todas as unidades físicas, que está projetado para finalizar até o quarto trimestre desse ano.

Nossa visão… Na nossa visão, o case da Track&Field é bastante interessante, já que se trata de uma varejista segmentada para o segmento de moda esporte, com alta capacidade de desenvolver sua atuação no e-commerce, meio no qual a companhia mostra ter expertise, operando através do modelo de asset light, que contribui para poupar possíveis custos e despesas e expandir a presença da marca, e que ainda promove eventos combinados à seus produtos, oferecendo a seus consumidores um ecossistema de wellness. No entanto, dado o cenário atual, no qual as expectativas para a vacinação de toda a população parecem estar ainda distantes, vemos um destino ainda incerto para suas principais vias de crescimento no ano de 2021. Isto porque acreditamos que: (i) abertura de novas franquias em shoppings ainda deve ter uma retomada lenta; (ii) a realização de novos eventos ainda deve ter uma recuperação gradual, em função das medidas de isolamento social ainda em curso; (iii) o fato de a empresa ter cerca de 84% de suas lojas no modelo de franquias e produção terceirizada pode dificultar a organização e consolidação de toda a operação nos serviços de omnicanalidade de forma eficiente, meta que está prevista para o final de 2021; (iv) e por mais que a participação do e-commerce em suas vendas tenha aumentado de maneira significativa, ainda representa parcela pouco relevante das vendas totais. Com isso, optamos por adotar uma recomendação Neutra e um preço alvo de R$ 13,00 para o ativo nesse momento. A ação é negociada próximo a 37x o lucro projetado de 2021, superior aos principais pares na bolsa (ex. Arezzo), além de apresentar riscos consideráveis nas principais métricas de crescimento, tornando o risco-retorno não atrativo em nossa visão. Seguimos monitorando o atual cenário e as vias de crescimento da companhia e destacamos que nossa visão pode se tornar mais otimista se as as perspectivas com relação ao crescimento da companhia se tornarem mais claras.

Contatos
Conheça o nosso time de especialista da área de Investimentos.

RENDA VARIÁVEL
[email protected]

Luis Sales – CNPI
[email protected]

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução da CVM N° 598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.”

Relacionados

Apito Final | Próximo das máximas

Internacional Ativos americanos têm dia de baixa, mas continuam operando acerca das máximas históricas;Ativos europeus encerram no verde, com continente se adaptando [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 14/04/2021

Rio Bravo: Olhar Atento | A inflação americana

A inflação americana acelerou para 0,6% a.m. em março, ligeiramente acima das expectativas (0,5%). Em 12 meses, a inflação registrou alta [...]

Rio Bravo - 14/04/2021

Guide Empresas - Gol divulga estimativas do 1T21; JHSF divulga prévia operacional

Gol: Cia divulga estimativas do 1T21Impacto: Marginalmente PositivoJHSF: Cia registra venda de R$ 346 milhões no trimestreImpacto: Marginalmente PositivoBanco Inter: Anuncia [...]

Luis Sales - 14/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções