Flash Macro – Ata do COPOM 17/12/19

A ata da reunião de dezembro do COPOM passou a mensagem que a economia brasileira ganhou tração em relação ao observado até o 1º semestre do ano, mas reiterou que a economia segue em processo de recuperação gradual, apresentando um alto nível de ociosidade. No que tange à inflação, diversas medidas subjacentes mantiveram-se em níveis confortáveis, inclusive os componentes mais sensíveis à política monetária, reforçando a necessidade de uma política monetária estimulativa, ou seja, com taxas de juro abaixo da estrutural. Não obstante, os formuladores de política monetária sinalizaram que uma maior cautela será necessária para a condução de política monetária daqui para frente. Em primeiro lugar, porque há necessidade de avaliar a sensibilidade de variáveis macroeconômicas à política monetária, uma vez que não há comparativos na história do país para o atual grau de estímulo. Além disso, alguns membros também destacaram que as mudanças no mercado de crédito e na intermediação financeira podem impulsionar os efeitos da política monetária. Para as próximas reuniões, o documento trouxe a mesma mensagem do comunicado pós-reunião: “que seus próximos passos continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções de inflação.

*Nossa Visão:* A grande novidade trazida no documento foi que o Comitê voltou a citar o fato de que o momento é que vivemos um movimento inédito na política monetária do país, reforçando a cautela necessária para a condução da mesma daqui para frente. Além disso, a menção dos impactos que as mudanças no mercado de crédito poderão ter sobre os efeitos da política monetária também sinalizam que o BC deverá planejar futuros estímulos com mais parcimônia. Em função disso, acreditamos que o Copom deverá manter a Selic estável em 4,5% entrando em 2020, pausando o ciclo de cortes iniciado em julho deste ano.

Relacionados

Apito Final | Pelosi sinaliza ausência de estímulos até depois das eleições

Internacional Ativos internacionais encerram o dia no vermelho, espelhando os riscos do cenário;Democratas e Casa Branca continuam avançando com discussões em torno [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 21/10/2020

Rio Bravo: Olhar Atento | Senado pode votar autonomia do Banco Central

O Senado pode votar amanhã a proposta de autonomia do Banco Central. O acordo feito entre os senadores e o BC [...]

Rio Bravo - 21/10/2020

Guide Empresas - Weg divulga fortes resultados; Oi lança marketplace; e mais...

IRB: Cia disponibilizou sua prévia operacionalImpacto: Marginalmente PositivoNeoenergia: Empresa divulga números do 3T20Impacto: PositivoOi: Cia lança shopping virtualImpacto: PositivoPetrobras: Cia divulga [...]

Luis Sales - 21/10/2020

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções