+0,00% R$0,00
+0,00% R$0,00
Carregando...

Apito Final | De olho no vírus, bolsas encerram o mês de fora mista

Internacional

• Bolsas globais encerram em queda na esteira de um fluxo de dados preocupantes;
• PIB americano registra contração recorde 32,9% no 2T2020;
• Mercado de trabalho Europeu segue resiliente.

Brasil

• Ibovespa acompanha exterior e encerra em baixa;
• Resultado primário do governo atinge patamar histórico de -6,1% do PIB;
• Localiza e Pão de Açucar são destaques do dia.


FECHAMENTO:

Ibovespa: 102.912
(-2,00%)

BR$/US$: 5,21
(+1,10%)

DI Jan/27: 6,10%
(-1 bps)

S&P 500: 3.217
(+0,77%)

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg

MAIORES ALTAS:

CIEL3: R$ 5,37
(+10,95%)

ECOR3: R$ 14,52
(+6,92%)

TIMP3: R$ 15,75
(+6,42%)

MAIORES BAIXAS:

COGN3: R$ 8,28
(-12,47%)

ABEV3: R$ 13,90
(-4,47%)

EMBR3: R$ 7,61
(-4,28%)


Cenário Externo:

Mercados…  Investidores promoveram uma fortemente desfavorável para ativos de risco no último dia do mês. Como destaque do dia, dados do PIB (como mencionamos no Mercados Hoje de manhã) referentes ao 2T20, a despeito de virem em linha com as expectativas, pontuaram como a retração econômica derivada das medidas de isolamento social tiveram forte impacto sobre os diversos componentes da demanda privada. Por lá, os principais países membros todos registraram contrações de mais de dois dígitos. Junto aos dados de PIB, o ressurgimento perigoso de novos casos na Espanha e na Alemanha torna cada vez mais provável uma segunda onda de infecções – processo que configura o maior risco para retomada econômica do continente. Nos EUA, o bom desempenho das empresas do setor de tecnologia no trimestre atuou na contramão da piora de humor com a economia, levando os principais índices de mercado as reduzirem perdas significativamente e encerrarem no verde. Sob esta nuvem de maior aversão ao risco, o ouro, seguiu em trajetória de valorização.

Economia americana… Além dos dados do PIB divulgados ontem, investidores fixaram suas atenções para o deflator do consumo privado, o chamado PCE (Personal Consumption Expenditure, em inglês) – medida preferencial de inflação utilizada pelo Fed. Em julho, o índice registrou a volta de pressões inflacionárias que acompanharam o processo de reabertura do negócios, acelerando ao ritmo de 0,4% no mês. Em termos anuais, o índice registrou um avanço de 0,8%. A desaceleração na atividade econômica que vem se observando nos índices de alta frequência, tal como gastos com cartão de crédito, além das mais recentes deteriorações observadas no mercado de trabalho (alta nos pedidos de seguro-desemprego por 2 semanas consecutivas), pontuam que este movimento de alta no nível de preços pode perder força. Diante de tal cenário, torna ainda mais crítico o avanço de um novo plano de estímulo fiscal dentro do Congresso americano.


BRASIL:

Mercados… Sem grandes destaques para dar norte às decisões de investimento, o mercado local acompanhou os movimentos do exterior e fechou com desempenho negativo de ativos de risco ao longo da sessão. Balanços fracos, a despeito de superarem expectativas, também contribuíram para o movimento. Assim, a bolsa perdeu os 104 mil pontos e encerrou a semana em queda. No mercado cambial, a maior aversão ao risco voltou a pressionar o real contra o dólar. O CDS de cinco anos, métrica de risco-país, no entanto, caiu, não reagindo à divulgação das estatísticas fiscais do BCB, que apontaram para uma elevação da dívida liquida e bruta do governo. No mercado de juros, as taxas voltaram a operar predominantemente em queda, enquanto investidores aguardam a decisão de política monetária do Copom na quarta-feira da semana que vem, quando a curva precifica com grande probabilidade um corte de 25 bps na taxa Selic.

Finanças públicas… O Banco Central divulgou hoje estatísticas referentes à evolução do endividamento consolidado do setor público. Em junho, a DLSP (Dívida Líquida do Setor Público) foi para R$ 4.176,2 bilhões, ou 58,1% do PIB, configurando um aumento de três pontos percentuais com relação ao mês passado. Tal resultado refletiu, principalmente, a elevação do déficit primário, variação do PIB, a apropriação dos juros e da desvalorização cambial (por meio de seus efeitos sobre as reservas internacionais). A Dívida Bruta do Governo Geral (DBGG) alcançou R$ 6.153,5 bilhões, ou 85,5%, decorrente principalmente dos fatores anteriores, mas também em função da emissão líquida de dívida, cujo aumentou foi de 2,7 p.p com relação ao mês anterior. Por fim, a análise de elasticidade apresentada pela autoridade monetária demonstra que os juros e inflação baixa, junto da desvalorização do câmbio, seguem jogando a favor de uma dinâmica mais favorável para o endividamento.

Ecorodovias… A companhia encerrou o dia entre os destaques de alta após divulgar, via fato relevante, a celebração de um contrato de dissociação entre seus acionistas co-controladores indiretos, o que deve fortalecer de maneira significativa a situação financeira e a posição competitiva da Ecorodovias. Além disso, a cia anunciou um aumento de capital que pode atingir valor agregado base de até R$1,8 bilhão.

Cogna… A empresa teve um desempenho muito fraco nesta sexta-feira. A queda expressiva ocorreu em um dia de sell off dos mercados, com fluxo bastante negativo para ativos de risco. Além disso, com o início das negociações da Vasta na Nasdaq, sua subsidiária, também apresentou forte volatilidade, pesando nos papéis da companhia brasileira.

Equipe Econômica

Conrado Magalhães
[email protected]

Alejandro Ortiz Cruceno
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Bitnami