Carteira Semanal de Ações | 26 de Outubro

Tempo de leitura: 11 minutos

Essa semana realizamos três trocas na carteira semanal, retiramos Cosan, Lojas Quero-Quero e Movida e incluímos Bradesco, Gerdau e Localiza.

Bradesco PN (BBDC4)
Gerdau PN (GGBR4)
Localiza ON (RENT3)

Cosan ON (CSAN3)
Lojas Quero-Quero ON (LJQQ3)
Movida ON (MOVI3)

Performance:

A Carteira Semanal encerrou a última semana em queda, na contramão do seu índice de referência (Ibovespa). As bolsas globais tiveram desempenhos mais sólidos, com o noticiário norte-americano relacionado ao pacote de estímulos fiscais ainda fazendo preço. O Ibovespa obteve performance positiva novamente, com o setor financeiro puxando o índice baseado nas expectativas de resultados sólidos referentes ao 3T20. No âmbito doméstico, a disputa entre os poderes executivo, legislativo e judiciário seguiu calma. Dessa forma, acreditamos que a confiança do investidor segue demonstrando sinais de recuperação, porém, as incertezas nas frentes política, econômica e sanitária devem continuar fazendo preço.

Na Carteira, Movida foi a ação que mais se valorizou na semana, enquanto Lojas Quero-Quero foi a que mais desvalorizou.

Trocas: Nesta semana, optamos por realizar três alterações em nossa carteira semanal. Acreditamos ser o momento ideal para começarmos a nos posicionar em empresas que devem apresentar fortes resultados referentes ao terceiro trimestre. Nesse sentido, escolhemos sair de Cosan, Movida e Lojas Quero-Quero para dar entrada em Bradesco, Gerdau e Localiza. Vemos espaço para que as três companhias apresentem performances sólidas com a divulgação de seus resultados, tendo em vista que Bradesco deverá reduzir provisionamentos e custos de riscos, enquanto Gerdau poderá apresentar resultado recorde com a retomada do setor siderúrgico e câmbio depreciado, e Localiza deverá dar maior visibilidade relacionado a fusão com a Unidas e sólidos números trimestrais. Seguimos avaliando que a volatilidade deverá se manter elevada nos próximos dias, com eleições dos Estados Unidos fazendo cada vez mais preço.

B2W ON (BTOW3)

A empresa está tendo um forte destaque durante o período de isolamento, devido ao seu marketplace desenvolvido, que permite a seus clientes, tanto aos sellers quanto aos consumidores, maior número de funcionalidades e com isso facilidades. O tal marketplace atingiu o nível recorde de 69,8 mil sellers e também o patamar de 19,3 MM de clientes ativos no 2T20. A base de clientes ativos foi impulsionada pela adição de 5,1 MM de novos clientes, nos últimos 12 meses.

A companhia ajudou pequenos comerciantes, que tiveram de adaptar sua operação durante o lockdown, a entrarem na sua plataforma, aumentando sua oferta de crédito para os micro e pequenos empreendedores e oferecendo carência de até 75 dias para o início do pagamento das prestações. E agora, que os clientes se familiarizaram com a compra pelo meio digital, seu desempenho deve ganhar mais força, mesmo com comércios físicos abertos.

A B2W possui como outro projeto, o Ame, o meio de pagamento digital da companhia que já teve cerca de 8 milhões de downloads. A empresa quer transformá-lo em um superapp, com inúmeras funcionalidades, principalmente na concessão de crédito e meio de pagamento.

Por fim, a companhia encerrou o 2T20 com aproximadamente R$4 bilhões em caixa, o que permite com que consigam enfrentar a crise atual e possíveis oscilações futuras do mercado com bastante segurança. No mesmo período, ela conseguiu reduzir em quase 42% o seu prejuízo líquido no 2T19, que agora totaliza R$74,6 milhões. Além disso, ela está realizando uma série de parcerias que a permitem tornar sua rede de sellers e consumidores ainda mais forte.

Bradesco PN (BBDC4)

A crise do COVID-19 provocará um aumento na inadimplência dos principais bancos brasileiros principalmente no 1S20. De fato, os segmentos de pessoas físicas e micro e pequenas empresas deve gerar perdas significativas. Contudo avaliamos que o balanço dos principais bancos  brasileiro permanece robusto, com baixa alavancagem e grande pulverização do risco de crédito. Além disso, as medidas de injeção de liquidez por parte do Banco Central brasileiro devem garantir o bom funcionamento do sistema financeiro nesse momento de maior aversão a risco.

Com relação ao Bradesco, seguimos otimistas com o avanço do lucro do banco, e expectativa de maior distribuição de dividendos nos próximos trimestres. Ainda vemos espaço para a continuidade de resultados fortes, mesmo em um ambiente de queda da taxa de juros. Esperamos ainda um crescimento no lucro e, melhora na rentabilidade com Retorno sobre o Patrimônio (ROE), atingindo, nos próximos trimestres, um patamar próximo de 20%. Reiteramos nossa visão positiva para BBDC4.

Destacamos ainda os múltiplos atrativos que o banco é negociado, quando comparado ao seu principal concorrente: (i) BF P/L de 9,3x (vs. 10,9x do ITUB4); e (ii) BF P/VC de 1,5x (vs. 1,9x do ITUB4).

Gerdau PN (GGBR4)

A Gerdau encerrou recentemente a sua estratégia de venda de ativos não estratégicos, melhorando a rentabilidade da empresa, e passando a focar em suas operações nas Américas, com controle incisivo dos custos e despesas observados nos últimos trimestres, e operações sólidas na América do Norte, que devem continuar a impulsionar os resultados da operação na região. Gostamos de sua alavancagem operacional, com operações nos Estados Unidos e Brasil, onde a diversificação geográfica ajuda a mitigar riscos.

O setor como um todo vem sendo beneficiado pelo cenário atual, no qual: (i) o dólar deve seguir em patamares elevados, o que beneficia empresas exportadoras; (ii) a alta nos preços do aço e espaço para novos reajustes, também devido ao câmbio desvalorizado; (iii) aumento da demanda por aço com a recuperação acelerada dos setores automotivo e de construção civil, sendo o último impulsionado pelas baixas taxas de juros nas operações de financiamento imobiliário.

Sustentamos nossa recomendação no papel, que deve incrementar o crescimento de sua receita de vendas e Ebitda baseado nos tópicos mencionados acima.

Localiza ON (RENT3)

A pandemia foi bastante nociva ao setor. A Localiza, por sua vez teve de fechar todas as suas lojas de Seminovos, devido (i) a escassez de segmentos onde a companhia poderia atuar, dadas as restrições do governo quanto às atividades; (ii) indicação do ministério da saúde para que não atuem de modo a influenciar as pessoas a circularem; e (iii) poucas unidades de Detran estarem funcionando, o que dificultou a transferência do carro para o cliente. Por outro lado, sem a venda de Seminovos, a vida da frota se eleva, mas não a vida de utilização dela, o que faz com que esse tempo não influencie no preço para o consumidor.

Em termos de liquidez, a companhia vem enfrentando a crise com caixa robusto, que foi reforçado com uma recente captação, totalizando cerca de R$ 4 bilhões. Desse modo, ficam seguros para enfrentar o atual cenário, já que com o caixa atual, a companhia poderá pagar todos os seus compromissos, e ainda ficar com R$1.8 bilhão, o que seria suficiente para que a companhia sobreviva cerca de 6 ou 7 meses sem receita alguma.

Ainda, as perspectivas para o final do período são positivas, após forte resultado reportado no 2T20, período no qual a pandemia atingiu seu pico, além da possível fusão da sua operação com a da Unidas, o que criaria um novo líder do setor, unindo a grande expertise da empresa no segmento Rent a Car com a da Unidas em Gestão de Frotas. Também, com o retorno da circulação das pessoas, muitas vem optando pela utilização de aplicativos de carona (para evitar aglomerações). Além disso, o fluxo de carros nas rodovias vem aumentando de forma acelerada, resultando no aumento do fluxo de aluguel. Assim, dada a posição de caixa da companhia, acreditamos que ela conseguirá rapidamente recuperar o período conturbado causado pela pandemia.

Vale ON (VALE3)

Temos uma visão construtiva para a Vale. Ressaltamos o foco do management no controle de custos, além da contínua redução de capex e endividamento. Além disso, os preços de minério continuam em patamares elevados (fruto da menor oferta no mercado), enquanto a empresa negocia a múltiplos descontados.

No curto prazo, os papéis da mineradora devem continuar voláteis, reflexo do fluxo de notícias negativas em torno da empresa dados os danos de imagem à companhia e provisões para pagamento de multas e indenizações. Algo que poderá aumentar o passivo de contingentes da VALE3, além de atrasar também as concessões e licenças ambientais nas operações do Brasil.

Acreditamos que, (i) a forte valorização recente do minério no mercado internacional e (ii) a maior demanda da China por minério de maior qualidade; além (iii) das melhorias operacionais, reflexo da forte redução de custo caixa, deverão compensar os riscos de governança e ambientais da companhia. Avaliamos a entrada em Vale nesse momento a patamares interessantes, negociada a 3.9x EV/Ebitda, contra uma média de 6.1x do setor.

Metodologia

A Carteira Semanal da Guide Investimentos é composta por cinco ações, com peso de 20% da carteira para cada ativo, selecionadas para o período de uma semana. Enviamos o relatório da carteira ao longo do primeiro dia útil da semana (às segundas-feiras), para os clientes conseguirem montar as posições no fechamento dessa sessão. Importante: as cotações de fechamento dos papéis selecionados é que são utilizadas para a apuração dos resultados da Carteira. Sendo assim, o relatório é válido do fechamento do primeiro dia útil da semana de referência até o fechamento do primeiro dia útil da próxima semana. Vale mencionar que não levamos em consideração na performance o custo operacional (como corretagem e emolumentos).

A seleção das ações é baseada em um critério mais dinâmico, um pouco diferente das nossas demais carteiras recomendadas (que tem uma característica mais estática de posicionamento). Procuramos buscar mais oportunidades de mercado, inclusive as de curtíssimo prazo, observando tendências, movimentos técnicos, momentum dos ativos, eventos e fluxos, além dos fundamentos das empresas.

Contatos
Conheça o nosso time de especialista da área de Investimentos.

RENDA VARIÁVEL
[email protected]

Luis Sales – CNPI
[email protected]

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução da CVM N° 598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.”

Relacionados

Apito Final | (Ainda) entre a cruz e a espada

Internacional Sem novidades no radar, ativos internacionais dão continuidade a perdas após testar máximas consecutivamente nas últimas semanas;Em dia fraco de indicadores, [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 20/04/2021

Rio Bravo: Olhar Atento |O PLN

O Congresso aprovou ontem o PLN que reedita o Programa de Manutenção do Emprego e da Renda e o Pronampe, duas [...]

Rio Bravo - 20/04/2021

Guide Empresas - Vale e Carrefour divulga dados operacionais do 1T21; BRMalls retoma operações de Shoppings

Vale: Cia apresenta dados de produção referente ao 1T21Impacto: NeutroCarrefour: Cia divulga dados de vendas do 1T21Impacto: Marginalmente PositivoBrMalls: Cia anuncia [...]

Luis Sales - 20/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções