Carteira Semanal de Ações | 21 de Setembro

Localiza ON (RENT3)
B3 ON (B3SA3)

Hapvida ON (HAPV3)
Burger King Brasil ON
(BKBR3)

Performance: A Carteira Semanal encerrou a última semana em baixa, porém melhor do que seu índice de referência (Ibovespa). As bolsas globais tiveram desempenhos fracos, com os índices norte-americanos mais uma vez pressionando ativos de risco em todo o mundo. Tal movimento externo atingiu a bolsa brasileira, especialmente na sexta-feira, com empresas de diferentes setores apresentando fortes realizações. No âmbito doméstico, a disputa entre os poderes executivo, legislativo e judiciário se manteve calma. Dessa forma, acreditamos que a confiança do investidor segue demonstrando sinais de recuperação, porém, as incertezas nas frentes política, econômica e sanitária devem continuar fazendo preço.

Na Carteira, Burger King foi a ação que mais se valorizou na semana, enquanto Hapvida foi a que mais desvalorizou.

Trocas: Nesta semana, optamos por realizar duas alterações em nossa carteira semanal. Após obtermos bons ganhos com Burger King, acreditamos que seja hora de fazer uma rotação dado o cenário negativo que se apresenta para o setor de consumo. Ainda, quanto a Hapvida, optamos por retirar da carteira ao observarmos opções com maiores potenciais de retorno no curto prazo. Dessa maneira, escolhemos retirar Burger King e Hapvida, retornando com  B3 e dando entrada em Localiza. Seguimos avaliando que a volatilidade deverá se manter elevada nos próximos dias, com movimento de realização das bolsas americanas ainda no radar.

B3 ON (B3SA3)

Esperamos que os números operacionais da B3 continuem com volume mais forte neste 2020, especialmente de ações (segmento Bovespa) e futuros (segmento BM&F), diante do quadro de taxas de juros mais baixas. Em meio ao cenário conturbado, a companhia vem observando grande fluxo de negociações, por mais que os preços das ações estejam bem mais baixos, o que pode acabar por beneficiar a companhia em volume.

Destacamos ainda o poder de diversificação da receita da B3, com fluxo bastante resiliente, com serviços completos de trading, clearing, liquidação, custódia e registro, e posicionamento dominante em derivativos, ações, câmbio, renda fixa e produtos de balcão. No longo prazo, acreditamos que a B3 continuará procurando por novas oportunidades de crescimento inorgânico na América Latina. Em suma, a B3 possui alto potencial de crescimento e risco menor em relação a uma possível concorrência.

CSN ON (CSNA3)

Gostamos do papel e acreditamos que existem grandes chances de apreciação nas próximas semanas, seguindo a tendência favorável de apreciação como observado no preço do minério de ferro.

O segmento de mineração segue sendo o principal negócio para a CSN desde o desastre de Brumadinho, que reduziu a oferta de minério e elevou os preços da commodity. Ainda assim, a  companhia tem conseguido entregar boa geração de caixa e busca reduzir seu endividamento, principalmente em função da retomada do segmento de siderurgia.

Com isso, temos observado uma melhora de tendência para a companhia que ainda possui níveis de alavancagem financeira que seguem acima de 5x dívida líquida /Ebitda.

Baseado no objetivo de melhorar sua estrutura de capital, a CSN deverá realizar em breve os IPOs das suas unidades de mineração e cimentos. Tal movimento, somado aos patamares de preço do minério de ferro no mercado internacional e retomada da atividade siderúrgica doméstica, deverá servir para redução expressiva das dívidas da empresa e, por consequência, de suas despesas financeiras, melhorando então sua geração de caixa.

Localiza ON (RENT3)

A Localiza foi bastante prejudicada pelas medidas de imposição de isolamento social, tendo de fechar todas as suas lojas de Seminovos. As mesmas se encontraram frente a (i) escassez de segmentos onde a companhia poderia atuar, dadas as restrições do governo quanto às atividades; (ii) indicação do ministério da saúde para que não atuem de modo a influenciar as pessoas a circularem; e (iii) poucas unidades de Detran estarem funcionando, o que dificulta a transferência do carro para o cliente. Por outro lado, sem a venda de Seminovos, a vida da frota se eleva, mas não a vida de utilização dela, o que faz com que esse tempo não influencie no preço para o consumidor.

Em termos de liquidez, a companhia realizou uma captação, para enfrentar os períodos mais críticos com maior segurança, e encerrou o trimestre com posição líquida de R$3 bilhões.

Ainda, as perspectivas para o final do período são positivas, visto que, com o retorno da circulação das pessoas, muitas optarão pela utilização de aplicativos de carona (para evitar aglomerações). Além disso, o fluxo de carros nas rodovias deverá aumentar rapidamente, resultando no aumento do fluxo de aluguel. Acreditamos que ela conseguirá rapidamente recuperar o período conturbado causado pela pandemia.

Locaweb ON (LWSA3)

A companhia de serviços de tecnologia e hospedagem de sites, realizou sua oferta pública inicial de ações no início de 2019 e desde então seus ativos estão mostrando boa performance.

Por fazer parte do setor de tecnologia, a companhia possui vantagem competitiva entre as demais na crise atual. Isso porque, com o isolamento social, a única maneira das pessoas conseguirem se conectar é através da internet. A afirmação é válida também para comerciantes, que tiveram de migrar suas operações para o meio digital.

Ao mesmo tempo, suas duas principais concorrentes, a Rakuten e a Xtech, encerraram suas operações recentemente.

Como consequência disso, em seu resultado, divulgado recentemente, a companhia anunciou que o ritmo de adição de clientes no começo do ano foi de 26% em software como serviço e 103% em comércio eletrônico. Neste ela também registrou aumento de 23,6% em sua receita líquida e de 29,7% em seu lucro líquido.

Em comunicado ao mercado, a Locaweb anúnciou que o GMV teve tendência de crescimento de 80% em abril, comparado ao mesmo mês de 2019 e somou R$ 4,9 bilhões nos doze meses que se encerraram no mês passado.

Por fim, seguindo a estratégia descrita em seu prospecto, a Locaweb já está com sete aquisições em negociações avançadas.

Natura ON (NTCO3)

A companhia apresentou resultados ainda modestos no 1S20, altamente impactado por fatores não recorrentes, relacionados ao seu acordo com a Avon e o fechamento das lojas. Entretanto a empresa deverá seguir com um ritmo de crescimento acelerado tanto em receita com expansão das vendas na Europa e Ásia (sendo ainda favorecido pelo cambio desvalorizado) quanto em ganhos de margens decorrente das sinergias das aquisições recentes (expectativa de aumento das vendas por consultora).

Mesmo em meio a pandemia, a empresa aumentou o guidance de sinergias que espera para a integração de suas operações com as da Avon em mais de US$100 milhões, atingindo um valor entre US$ 300 e US$ 400 milhões. O deal deve oferecer uma série de sinergias, que deverão ser adiadas por conta da pandemia, mas ainda assim permitirão com que grande valor seja destravado para a Natura através do fortalecimento do canal de vendas diretas e aumento do mix de categorias de produtos que serão oferecidos aos clientes.

Ainda, a empresa conseguiu apresentar significativo crescimento em seu lucro operacional após a aquisição da The Body Shop (TBS) em 2017. Esta operação, permitiu um grande avanço na estratégia de multicanalidade do grupo, através de maiores investimentos nos meios digitais, além de um grande aumento de receita, apoiado em ganhos de eficiência.

A Natura possui uma relação de dívida líquida/ Ebitda elevada, em 4,9x, no entanto, parte significativa de seu endividamento vem do financiamento adquirido para a aquisição da Avon. A companhia possui 45% de sua dívida referenciada em dólar, porém,  apenas a menor parte (R$1,5 bilhão) possui vencimento em 2020.

Metodologia

A Carteira Semanal da Guide Investimentos é composta por cinco ações, com peso de 20% da carteira para cada ativo, selecionadas para o período de uma semana. Enviamos o relatório da carteira ao longo do primeiro dia útil da semana (às segundas-feiras), para os clientes conseguirem montar as posições no fechamento dessa sessão. Importante: as cotações de fechamento dos papéis selecionados é que são utilizadas para a apuração dos resultados da Carteira. Sendo assim, o relatório é válido do fechamento do primeiro dia útil da semana de referência até o fechamento do primeiro dia útil da próxima semana. Vale mencionar que não levamos em consideração na performance o custo operacional (como corretagem e emolumentos).

A seleção das ações é baseada em um critério mais dinâmico, um pouco diferente das nossas demais carteiras recomendadas (que tem uma característica mais estática de posicionamento). Procuramos buscar mais oportunidades de mercado, inclusive as de curtíssimo prazo, observando tendências, movimentos técnicos, momentum dos ativos, eventos e fluxos, além dos fundamentos das empresas.

Relacionados

Apito Final | COVID-19 e estímulos seguem em destaque

Internacional Bolsas globais encerram mais um dia no vermelho, repercutindo cautela dos investidores quanto à recuperação econômica e a ausência de estímulos [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 27/10/2020

Flash Empresas - Está na hora de comprar LAVV3 ? | Início de Cobertura

Um pouco do histórico da companhia... Constituída em 2016, a Lavvi é controlada pela família Horn e tem como sócios a Cyrela [...]

Luis Sales - 27/10/2020

Rio Bravo: Olhar Atento | Senado americano aprova indicação da juíza Amy Barret para a Suprema Corte

O Senado americano aprovou ontem a indicação da juíza Amy Barret para a Suprema Corte. A aprovação acontece em um momento [...]

Rio Bravo - 27/10/2020

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções