+0,00% R$0,00
+0,00% R$0,00
+0,00% Carregando...
Carregando...

Apito Final | Dados de atividade animadores voltam a valorizar bolsas globais

Internacional
• Ativos financeiros internacionais apreciam valorização a despeito do avanço no número de novos casos nos EUA e na Europa;
• Dados de atividade advindos da economia europeia alimentam expectativa de recuperação em V;
• Confiança do consumidor alemão registra melhora relevante em junho

Brasil
• Ibovespa opera em alta na esteira do exterior;
• IPCA-15 quebra tendência deflacionaria e avança 0,02% em junho;
• BCB divulga o Relatório Trimestral da Inflação.


FECHAMENTO:

Ibovespa:95.983 (+1,70%)
BR$/US$: 5,36 (+0,32%)
DI Jan/27: 6,79% (-14 bps)
S&P 500: 3.083 (+1,10%)

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg

MAIORES ALTAS:

CCRO3: R$ 15,70 (+9,03%)
WEGE3: R$ 49,22 (+6,88%)
ECOR3: R$ 13,42 (+5,75%)

MAIORES BAIXAS:

CVCB3: R$ 18,28 (-2,56%)
BRKM5: R$ 23,39 (-1,68%)
MRFG3: R$ 12,71 (-1,55%)


Cenário Externo:

Mercados… Bolsas globais seguiram em frente com a dinâmica de alta volatilidade que tem caracterizado preços dos ativos de ativos financeiros nos últimos meses. O contínuo ressurgimento de novos casos em alguns estados dos EUA, assim como em alguns países da Europa, seguem alimentando o medo de uma segunda onda – fato que pode retardar o processo de recuperação econômica verificado até o momento. Na ponta positiva, porém, dados relacionados à atividade econômica nos EUA seguiram alimentando as expectativas daqueles que acreditam no início de uma recuperação em V. Ao fim do dia, depois de oscilar entre ganhos e perdas, bolsas da Europa e dos EUA encerraram a sessão em terreno positivo.

Economia americana… A começar pelo lado da oferta, os pedidos de auxílio-desemprego seguiram em frente com sua trajetória descendente na leitura da semana passada. Nesta frente, foi registrada uma queda dos novos pedidos para 1,48 milhões de 1,54 milhões na semana anterior. Do lado da demanda, tanto os pedidos de bens duráveis quanto os pedidos de bens de capital que excluem itens de defesa, uma proxy para o investimento das firmas, também apresentaram aumentos. O primeiro avançou 15,8% em maio ante queda de -17,7% em abril, enquanto o segundo elevou-se em 2,3% ante queda de -6,1% no mês anterior. Os dados são encorajadores, porem reforçamos que, assim como o Fed tem dito, o processo de recuperação sugue altamente incerto e sujeito a riscos latentes, principalmente no que toca a crescente de novos casos no país.

Economia alemã…. Do outro lado do continente, o destaque do dia ficou a confiança do consumidor alemão, que, devido ao processo de reabertura, relativo sucesso no combate ao alastramento da covid-19 e às medidas fiscais anunciadas pelo governo, registrou uma alta relevante na leitura preliminar de junho, com o índice passando de -18,9 para -9,6 no período. De qualquer maneira, como o índice ainda está situado em território negativo, o mesmo indica que muitos consumidores ainda seguem pressionados pela incerteza inerente à atual crise. Caso o pacote de estímulo de EUR$ 750 bilhões que está sendo costurado pelos membros da União Europeia se concretize, esperamos observar um efeito residual sobre as expectativas dos consumidores alemães


BRASIL:

Mercados… Apesar do cenário incerto, ativos de risco locais voltaram a se valorizar ao longo do pregão desta 5ªf. O desempenho positivo das bolsas no exterior respingou sobre os ativos locais, que também se beneficiaram da aprovação do Novo Marco Legal do Saneamento no Senado ontem, após o fechamento de mercado. No mercado cambial, o dólar também oscilou muito ao longo do dia, fechando com leve alta após o presidente do Bacen, Roberto Campos Neto, reforçar que não vê necessidade de maiores intervenções no câmbio. No mercado de juros futuros, a curva encerrou estável nos vértices mais curtos e fechando nos mais longos, devolvendo parte do movimento verificado com a piora de humor na sessão de ontem.

Atividade Econômica… O resultado de junho do IPCA-15, dado de inflação intermediário que serve de proxy para o IPCA, quebrou com a tendência deflacionaria vista nas duas últimas leituras ao avançar 0,02% na leitura de junho (15/05-15/06). No ano, o IPCA-15 acumula alta de 0,37% e, em doze meses, uma variação acumulada de 1,92%. O movimento dentro das categorias foi similar ao das leituras passada: preços de alimentos apresentando inflação enquanto os de transportes continuaram deflacionando em função da queda brusca nos preços de combustíveis e das passagens aéreas no período. Ao todo, o dado corrobora com a nossa expectativa de manutenção da taxa Selic na reunião de agosto. Comentamos o dado no nosso Flash Macro.

Relatoria Trimestral da Inflação… O BCB divulgou hoje o RTI – documento que explicita a visão do Copom com relação evolução de uma gama de facetas da economia (inflação, atividade, mercado de crédito, mercado de trabalho, etc). De interessante, observou-se a repetição de alguns pontos visto na ata, além da revisão das projeções de PIB e inflação do BCB. No tocante ao PIB, o Bacen fez um reajuste baixista de 0,0% para -6,5% em 2020. No entanto, como frisou o diretor de Política Monetária, Kanzcuk, na apresentação do RTI, por mais que este seja o cenário base do Copom, é considerado pessimista por ele. O diretor acredita que as medidas de estímulo ao crédito, junto com o corte de juros e expansão de gastos serão efetivos no amortecimento da queda na demanda agregada. Sobre a inflação, técnicos da instituição continuaram apontando para uma inflação controlada de 2,4% a.a. no fim de 2020 com base no câmbio e na Selic retirada da pesquisa Focus (mercado) – dado próximo ao piso da meta estipulada pelo CMN

Gol… A companhia aérea encerrou o dia em alta, após notícia de que esta observando um aumento na demanda por passagens no mês de junho. Na semana passada, as vendas de passagens aumentaram 27% em relação à semana anterior, de acordo com a Gol. Ainda, comparando aos números da semana de 22 de março, quando se iniciou a quarentena no Brasil, as vendas da Gol na última semana aumentaram 196%. A recuperação da demanda acabou ocorrendo concomitantemente à sua negociação com o governo federal, para vender R$100 milhões em passagens.

CCR… Na mesma ponta, a empresa de concessões encerrou o dia no verde, após a aprovação do novo marco regulatório do saneamento. A companhia iniciou seus negócios com concessões rodoviárias, expandiu para aeroportos e mobilidade urbana. Agora avalia sua entrada no setor de saneamento. Em uma nota, o grupo afirmou que está sempre atento a oportunidades de negócios no mercado brasileiro e internacional.

 

Equipe Econômica

Conrado Magalhães
[email protected]

Alejandro Ortiz Cruceno
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“
Bitnami