Cotações por TradingView

Apito Final | Alterações na PEC dos precatórios fazer juros recuarem

Tempo de leitura: 6 minutos

Internacional

• Inflação e retorno do covid-19 ainda preocupam, mas S&P 500 consegue se manter no positivo;
• Possível contraponto da OPEP+ à liberação de estoques americanos faz petróleo se valorizar
• PMIs surpreenderam para cima na Europa e para baixo nos EUA;

Brasil

• Alterações de PEC dos precatórios pelo governo fizeram com que DIs e dólar revertessem alta;


FECHAMENTO

Ibovespa: 103.445 (+1,30%)
BRL/USD: R$ 5,59 (-0,11%)
DI Jan/27: 11,78% (-23 bps)
S&P 500: 4.690 (+0,17%)

PRINCIPAIS ALTAS:

BRKM5: R$ 50,12 (+6,68%)
PETR4: R$ 27,83 (+5,58%)
PRIO3: R$ 22,65 (+5,20%)

PRINCIPAIS BAIXAS:

CASH3: R$ 3,48 (-5,43%)
TOTS3: R$ 31,36 (-5,26%)
PETZ3: R$ 18,30 (-4,39%)

Fonte: Bloomberg. Obs: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg


Cenário Externo

Liberação de estoques nos eua pode não ser suficiente para derrubar preços

Mercados… Os rendimentos das Treasuries tornaram a abrir, com valorização das commodities e percepção de um Fed mais hawkish. Ações da Nasdaq caíram em reflexo da abertura da curva de juros, mas o S&P 500 fechou lateralizado, com alta do Dow Jones fazendo contraponto no índice. Na Europa permaneceu o receio com o avanço da Covid-19 no continente e inflação depois que PMIs mostraram atividade que as empresas seguem reportando uma forte pressão de custo. No âmbito geopolítico, a tensão entre EUA e Rússia em torno da Ucrânia permanece, com acusações do ministério da Defesa russo de que os EUA teriam ensaiado ataque nuclear contra o país e a avaliação do risco de invasão russa na Ucrânia. No âmbito das commodities, o minério de ferro subiu na China, com possibilidade de relaxamento da política monetária no país. O petróleo subiu apesar de anúncio de liberação de reservas americanas.

Commodities… Biden anuncia que os EUA irão liberar os 50 milhões de barris de petróleo de suas reservas, em conjunto com o Reino Unido, China, e outros asiáticos, para tentar conter os preços da commodity energética, em contraponto à OPEP. Entretanto, com o valor em questão, o sucesso do plano dependerá em muito da reposta da OPEP+. A entidade já alertou que uma eventual liberação dos estoques resultaria no cancelamento do plano de aumento progressivo da produção. O próprio mercado já precificou hoje, com a alta dos preços do Brent e WTI, sua expectativa de que com esse valor (50 milhões de barris), a OPEP+ tem capacidade de sobra para manter os preços elevados. Vale lembrar também que, como a própria agência de energia dos Estados Unidos (EIA, em inglês) mencionou em relatórios passados, o plano de Biden para conter os preços com as reservas estratégicas não tem efeito de longo prazo.

PMIs… Uma bateria de leituras preliminares de indicadores gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) da zona do euro e dos EUA saíram referentes ao mês de novembro, com dados fortes no continente europeu, enquanto nos EUA o índice recuou. Na zona do euro, a aceleração do índice composto, para 55,8 pts. em novembro superou bastante as estimativas, que se encontravam em torno de 53,2 – o que configuraria uma queda no índice. O fortalecimento do PMI composto foi acompanhado pelos indicadores para o setor industrial (58,6) e de serviços (56,6), ambos acima do esperado também. O dado forte veio a despeito do retorno da Covid-19 no continente, porém ele deve desacelerar em decorrência deste mesmo fator para as próximas divulgações, conforme países começar a apertar as medidas de distanciamento. Do lado oposto, nos EUA, o PMI veio abaixo das expectativas, com uma queda para o índice composto (56,5) e do de serviços (57,0), mas alta para o industrial. O dado surpreendeu, uma vez que os números de atividade americana divulgados nas últimas semanas demonstraram fortalecimento da economia do país de forma generalizada entre setores. Por se tratar de uma prévia não é possível ainda inferir que o crescimento do setor empresarial será menor no mês de novembro ainda, principalmente considerando que ainda teremos o Black Friday, onde as vendas americanas atingem níveis elevados. Vamos acompanhar…

No radar… Em dia agenda econômica recheada nos EUA nessa quarta-feira, investidores deverão receber os pedidos de auxílio desemprego (10h30) da última semana, a segunda revisão do PIB (10h30) do terceiro trimestre, o deflator do PCE (12h00) de outubro, a confiança do consumidor de novembro (12h00) e a Ata do FOMC (16h00).


Brasil

Alterações na PEC dos precatórios fazer juros recuarem

Mercados… Ibovespa fechou em alta liderado por papeis ligados à commodities com o ambiente externo positivo e fechamento dos DIs em âmbito local. A queda da curva de juros, em vértices médios e longos ocorreu em resposta as alterações feitas pelo governo na PEC dos precatórios nesta tarde, em que ele torna o Auxílio Brasil permanente, sem valor definitivo, retirando o programa social de limitações fiscais, além de alterar o pagamento dos precatórios pagos a profissionais do antigo Fundef para que aconteçam na forma de abono. Dessa forma, a PEC terá maiores chances de passar no Senado. Seguindo a divulgação das mudanças na PEC, o câmbio também reverteu o movimento de depreciação que vinha apresentando até então, e o real passou a se valorizar contra o dólar.

No radar… No Brasil o maior destaque para amanhã fica para o relatório mensal da dívida pública de outubro, divulgado pelo Tesouro (sem hora definida).

Equipe Econômica

Conrado Magalhães
[email protected]
Rafael Gabriel Pacheco
[email protected]
Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

 
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações. Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Resolução CVM nº 20, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

Relacionados

Guide Mercados Hoje: Ômicron e Powell Hawk voltam a achatar a curva americana

No Mercados Hoje falamos sobre a abertura do mercado e listamos os principais acontecimentos do noticiário e da agenda econômica no [...]

Victor Beyruti Guglielmi - 01/12/2021

Apito Final | Bolsas fecharam novembro com novos riscos no radar

Internacional • Normalização monetária antecipada e receios com Ômicron derrubaram bolsas globais;• Confiança do consumidor americano teve nova queda em novembro. Brasil • Aprovação [...]

Rafael Gabriel Pacheco - 30/11/2021

Rio Bravo: Olhar Atento | A taxa de desemprego ficou em 12,6% no trimestre encerrado em setembro

A taxa de desemprego ficou em 12,6% no trimestre encerrado em setembro, ficando abaixo da expectativa do mercado (12,7%). Essa taxa [...]

Rio Bravo - 30/11/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções