Apito Final |Incerteza pode persistir

Tempo de leitura: 6 minutos

Internacional

  • Ativos americanos têm dia de reviravolta e encerram mais uma sessão em campo negativo;
  • Ativos europeus encerraram no verde com manutenção de postura estimulativa por parte de Banco Central da região;
  • Dados de atividade econômica nos EUA voltam a reforçar tese de recuperação robusta da maior economia do mundo;
  • Agenda de amanhã destaca índices de confiança nos EUA e na Europa.

Brasil

  • Índice Bovespa acompanha mercado externo e encerra o dia com variação negativa, mesmo em meio a alta das commodities;
  • “Desfecho” em torno do orçamento dá sequência ao rali do real e dos juros, mas incertezas quanto ao tema podem persistir ao longo do ano.

FECHAMENTO

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg

Ibovespa: 119.371 (-0,58%) ­­
BR$/US$: 5,44 (-2,31%)
DI Jan/27: 8,39% (-24 bps)
S&P 500: 4.134 (-0,92%)

PRINCIPAIS ALTAS:

CIEL3: R$ 3,87 (+6,03%)
USIM5: R$ 22,21 (+5,36%)
CSNA3: R$ 48,72 (+4,41%)

PRINCIPAIS BAIXAS:

LREN3: R$ 40,80 (-5,99%)
SUZB3: R$ 69,55 (-3,79%)
MULT3: R$ 23,10 (-3,47%)


Cenário Externo

Reviravolta

Mercados…. Mercados internacionais, após uma sessão positiva na quarta-feira, encerraram o dia com desempenhos mistos. Mesmo em meio à divulgação de dados de atividade robustos, ativos americanos passaram por um sell-off, tendo em vista o nível esticado em que se encontram os ativos da região. Nos EUA, pesou sobre o sentimento a notícia de que Biden pretende implementar um imposto salgado sobre os ganhos de capital dos mais ricos. Pela Europa, o movimento foi contrário, com ativos encerrando a sessão no verde. Além de refletir a retomada da economia e a maior aceleração na campanha de vacinação, investidores receberam, novamente, de bom grado mais uma decisão dovish de política monetária por parte do Banco Central Europeu.

Doves pela Europa… Sem grandes novidades, a autoridade monetária do continente europeu voltou a expressar sua postura dovish em mais uma reunião. Além de reiterar a continuidade do juro próximo de zero, reforçou a manutenção e atual ritmo do programa de compra de ativos, de tal forma a contrariar a pressão altista que se observou recentemente sobre as taxas de juros de longo prazo. Em essência, o que se observa é uma BC europeu ainda muito preocupado com a atividade econômica, tranquilo quanto à inflação e determinado em manter as condições financeiras ultraestimulativas enquanto o suporte fiscal – por meio do pacote pan-europeu de recuperação econômica – ainda não é integralmente implementando ao redor do continente.

Atividade econômica nos EUA… Dados de atividade referentes à economia americana voltaram a reforçar o otimismo com a recuperação cíclica da economia. Enquanto procede a vacinação e são sentidos os efeitos dos estímulos fiscais – além de todos os recursos parados em poupança –, o mercado de trabalho e recuperação da economia como um todo continua sólida. Com isto, os novos pedidos semanais de seguro-desemprego voltaram a cair na semana passada, indo de 576 mil para 547 mil, superando as expectativas do mercado, que previam alta para 610 mil. Já o índice de atividade nacional do Fed de Chicago teve alta para 1,71 ante -1,09, indicando taxa de expansão da economia bastante superior à tendência de crescimento de longo prazo.  

No radar… Para amanhã, o investidor deverá se atentar à divulgação dos índices de confiança (PMIs) da indústria e dos serviços na Europa e nos EUA.


Brasil

Incerteza pode persistir

Mercados… Ativos de risco domésticos operaram em linha com o mal-estar dos mercados internacionais. A contínua valorização das commodities ao longo da sessão não foi suficiente, novamente, para evitar uma desvalorização da bolsa de valores. No mercado de juros e câmbio, ativos estenderam os ganhos observados outrora, em essência ignorando que o “desfecho” do orçamento, na verdade, todavia resguarda diversas incertezas para a condução da política fiscal do país. Não foram divulgados, ao longo do dia, dados de atividade ou inflação relevantes, deixando a dinâmica dos mercados ao sabor dos ativos internacionais e da política, que não apresentaram novas surpresas ao longo da sessão.

Incerteza pode persistir… Como comentamos na edição do Apito Final de terça-feira, o corte de R$ 10 bi nas emendas parlamentares acordado entre Planalto e Congresso, acoplado a um contingenciamento adicional da mesma magnitude nas despesas discricionárias do executivo, não é suficiente para cumprir o teto de gastos. Como pontuou Felipe Salto, diretor-executivo da IFI, é possível que um contingenciamento de despesas maior seja feito ao longo do ano, criando riscos ao funcionamento da máquina estatal. Reforçamos que, por mais que a novela do orçamento tenha sido colocada de lado, ainda podem persistir pressões derivadas dela ao longo do ano na medida em que o orçamento é executado.

Equipe Econômica

Conrado Magalhães
[email protected]

Alejandro Ortiz Cruceno
[email protected]

Alejandro Ortiz Cruceno
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

 
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº20, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

Relacionados

Guide Empresas - Mosaico reporta forte crescimento de usuário e receita líquida sobe 18% no trimestre; Cia informa forte performance no digital e atinge 15,3% das vendas totais; e mais...

Mosaico: Cia tem forte crescimento de usuário e receita líquida sobe 18% no trimestreImpacto: Marginalmente positivoDimed: Cia informa forte performance no [...]

Luis Sales - 18/05/2021

Rio Bravo: Olhar Atento | Reforma administrativa

A reforma administrativa avançou ontem na CCJ. A expectativa é que a admissibilidade da proposta seja votada na quinta-feira (20/05) e [...]

Rio Bravo - 18/05/2021

Mercados Hoje | Otimismo com reabertura dá fôlego aos mercados

Introdução: Internacional: Otimismo com reabertura dá fôlego aos mercados • Bolsas globais têm manhã de recuperação pautada no otimismo com a reabertura; [...]

Victor Beyruti Guglielmi - 18/05/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções