Cotações por TradingView

Apito Final | Risk-off global se mantém com Fed e Rússia no radar

Tempo de leitura: 6 minutos

Internacional

• Além do PPI e Fed, Rússia também deixa o tom dos investidores mais negativos hoje na medida em que o país promete retaliação caso a Finlândia e Suécia entrem na Otan.

Brasil

• Ibovespa fecha destoado de NY em dia de aversão nos mercados desenvolvidos;


FECHAMENTO

Ibovespa: 105.687 (+1,24%)
BRL/USD: 5,14 (-0,08%)
DI Jan/27: 12,34 (+3 bps)
S&P 500: 3.930 (-0,12%)

PRINCIPAIS ALTAS:

COGN3: R$ 2,62 (+10,08%)
QUAL3: R$ 11,52 (+9,82%)
CASH3: R$ 1,79 (+8,48%)

PRINCIPAIS BAIXAS

BEEF3: R$ 12,16 (-8,30%)
CSNA3: R$ 17,22 (-5,64%)
CMIN3: R$ 4,19 (-3,23%)


Cenário Externo

Risk-off global se mantém com Fed e Rússia no radar

Mercados: O sentimento de risk-off ainda reina nos mercados, apesar de o índice de inflação ao produtor trazer algum otimismo no começo do dia. Além dos riscos inerentes ao processo de alta dos juros nos EUA, as tensões na Europa continuam presentes. Líderes da Finlândia e Suécia declararam ser a favor da entrada na Otan, e a Rússia prontamente respondeu à essa possibilidade, dizendo que isso seria uma “ameaça definitiva” ao país e enfatizou que o Kremlin prometeu a “resposta mais enfática possível” para países que tentarem se “intrometer” na guerra da Ucrânia. Dessa forma, a despeito do relatório da OPEP mostrar uma perspectiva pior para a demanda global do petróleo, a commodity teve fechamento positivo. Commodities agrícolas reagiram também à divulgação do relatório de oferta e demanda agrícolas dos EUA (USDA), que reduziu a perspectiva para a safra de diversas culturas (menos oferta = maior preço). 

PPI: A inflação ao produtor nos EUA mostrou variação de 0,5% m/m ou 11,5% em 12 meses, número ainda forte, mas desacelerando contra o mês de março. No núcleo, as variações vieram abaixo do esperado, fator que ajudou a diminuir os receios com as pressões inflacionárias e seu impacto na decisão do Fed e ajudou no recuo do rendimento das Treasuries, que também reagiam ao movimento de aversão nos mercados, na medida em que os investidores buscavam a segurança dos títulos americanos. Ainda assim, o dado de PPI acaba tendo um peso menor nos mercados. De fato, o movimento dos preços ao produtor tende a anteceder o dos preços ao consumidor. Mas ainda assim, os números elevados do CPI de ontem ainda reinam nas expectativas dos agentes, o que pesa para o lado pessimista no sentimento dos investidores.

No radar:

6h00 – Europa – Produção industrial (mar) – Eurostat
11h00 – EUA – Confiança do consumidor (mai) – Universidade de Michigan
12h00 – EUA – Discurso de Neel Kashkari – Fed Minneapolis
13h00 – EUA – Discurso de Loretta Mester – Fed Cleveland


Brasil

Bolsa brasileira descola de dia negativo no exterior

Mercados: O Ibovespa descolou novamente de NY, fechando em alta, com desempenho positivo em quase todos os setores. Do lado da política, beneficiou o bom desempenho do dia as promessas de privatizações da Petrobras do novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, ainda que improvável de ocorrer neste ano. A curva de juros teve movimento de abertura reagindo aos dados de atividade mais recentes divulgados pelo IBGE. O dado de destaque do dia foi o volume de serviços, que mostrou notável crescimento de 11,4% em março, bem acima da mediana das expectativas de mercado. O dólar fechou próximo do zero a zero, depois de começar o dia em alta.

PMS: O volume de serviços avançou +1,7% em março frente a fevereiro, registrando alta notável de 11,4% contra o mesmo período do ano anterior. O número superou consideravelmente as estimativas de mercado (+8,5%) e as nossas (+7,5%), ainda que os números das projeções dos economistas para esse resultado tenham sido bem diversos. Com tal resultado, o índice volta para o patamar de 2015. Os números positivos foram acompanhados por todas as categorias de atividade, mas algumas se destacam, como serviços prestados às famílias, que cresceu 2,4% no mês. Refletindo esse crescimento, o índice de atividade turísticas também registrou um crescimento intenso, de 4,5% em março. Outro item cuja variação se destacou foi o de passagens aéreas, com crescimento de mais de 100% na comparação anual e alta de quase 40% contra o mês anterior. Para mais sobre o dado, não deixe de conferir o nosso Flash Macro sobre o tema, disponível no Guia Financeiro VIP.

No radar: 9h00 – PNAD Contínua trimestral (1T) – IBGE

Equipe Econômica

Rafael Gabriel Pacheco
[email protected]
Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações. Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Resolução CVM nº 20, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

Relacionados

Apito Final | NY fecha em alta com melhor desempenho semanal em meses

Internacional • Bolsas americanas seguiram em rally nesta sexta-feira, em uma das melhores semanas desde o começo da pandemia; • Inflação do PCE [...]

Rafael Gabriel Pacheco - 27/05/2022

Resumo político semanal - 27 de maio de 2022

Confira tudo o que rolou nessa semana no campo político no Brasil e no mundo. JOÃO DORIA O ex-governador de São Paulo [...]

Arko Advice - 27/05/2022

Rio Bravo: Olhar Atento | Índice de inflação preferido do Fed foi divulgado

Hoje, o índice de inflação preferido do Fed foi divulgado. Em abril, o núcleo do PCE apresentou variação em linha com [...]

Rio Bravo - 27/05/2022
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções