Cotações por TradingView

Apito Final | Crescimento Chinês e apostas com o Fed mantém tom negativo no mercado

Tempo de leitura: 5 minutos

Internacional

• Bolsas globais mantém tom negativo apesar de ajustes ao longo do dia;

• China tem queda expressiva nas exportações e aumenta receios de recessão global.

Brasil

• Ibov não escapa de quedas no exterior, mas registra perda menor que em NY;


FECHAMENTO

Ibovespa: 103.250 (-1,79%)
BRL/USD: 5,15 (+1,60%)
DI Jan/27: 12,33 (-6 bps)
S&P 500: 3.991 (-3,20%)

PRINCIPAIS ALTAS:

BPAC11: R$ 22,78 (+4,02%)
BRFS3: R$ 12,30 (+2,59%)
BRKM5: R$ 40,52 (+2,58%)

PRINCIPAIS BAIXAS

LWSA3: R$ 5,40 (-14,29%)
PETZ3: R$ 11,83 (-10,65%)
RRRP3: R$ 40,01 (-9,07%)


Cenário Externo

Crescimento Chinês e apostas com o Fed mantém tom negativo no mercado

Mercados: Em mais uma sessão marcada pela alta volatilidade, as bolsas americanas fecharam em quedas fortes, com a Nasdaq registrando nova queda de -4,00%. Ao longo do dia, novos membros do Fed deram sinais mais positivos para o mercado, o que levou a um ajuste por um curto período de tempo. Bostic, do Fed de Atlanta, disse que vê o ajuste de 0,5 ponto já “bastante agressivo”, dizendo que não seria necessário um aumento maior (de 0,75 por exemplo). As commodities em queda, embora tenham contribuído para o recuo dos juros futuros, recuaram após dados do setor externo chinês mostrarem piora considerável frente ao último mês, aumentando o receio de desaceleração da segunda maior economia do mundo e, em última instância, aumentando o risco de recessão global.

Contas externas China: A China registrou um superávit de US$ 51 bi em abril, com avanço de 3,9% das exportações contra o ano anterior (em março, a variação foi de 14,7%) e com variação nula (0,0%) das importações. Ainda que melhores do que o esperado, os números reforçam os impactos dessa nova rodada de lockdowns sobre a economia chinesa. Olhando a tendência dos números da balança, vemos que há um sinal de desaceleração no período mais recente, a despeito do nível historicamente elevado do valor comercializado. Sendo a economia chinesa a maior exportadora do mundo, e o maior mercado consumidor em termos de população, isso naturalmente tem consequências sobre o crescimento global e, em especial, sobre as commodities. Tão importante quanto o aumento de juros do Fed, os desafios para o Ibovespa estão intrinsecamente ligados ao futuro do nosso maior parceiro comercial. Vamos acompanhar…

No radar: Alemanha: índice de expectativas (6h00); EUA: Discurso de Kashkari (14h00), Mester (16h00) e Bostic (20h00); China: CPI e PPI (22h30).


Brasil

Ibov volta a cair com nova piora do sentimento externo

Mercados: Por aqui, o sentimento do investidor seguiu a piora das condições dos mercados globais. Em meio às perspectivas de aperto monetário no Fed e possível recessão global, o Ibov não conseguiu escapar das quedas, mesmo com o final do ciclo de alta da Selic mais próxima. A queda das commodities também gerou pressão adicional sobre o índice, que, não obstante, fechou em queda menor que as bolsas em NY. O dólar operou o dia inteiro em alta. A maior aversão ao risco, e a consequente saída de investidores estrangeiros do país voltaram a pesar sobre a moeda. Ainda assim, a curva de juros terminou o dia com fechamento na maioria dos vértices, também após sessão volátil, operando entre altas e baixas ao longo do dia. Amanhã de manhã, o mercado reage à ata do Copom, prevista para sair às 08h00. 

No radar: Ata do Copom (8h00); PMC: Vendas do varejo (9h00).

Equipe Econômica

Rafael Gabriel Pacheco
[email protected]
Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações. Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Resolução CVM nº 20, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

Relacionados

Apito Final | NY fecha em alta com melhor desempenho semanal em meses

Internacional • Bolsas americanas seguiram em rally nesta sexta-feira, em uma das melhores semanas desde o começo da pandemia; • Inflação do PCE [...]

Rafael Gabriel Pacheco - 27/05/2022

Resumo político semanal - 27 de maio de 2022

Confira tudo o que rolou nessa semana no campo político no Brasil e no mundo. JOÃO DORIA O ex-governador de São Paulo [...]

Arko Advice - 27/05/2022

Rio Bravo: Olhar Atento | Índice de inflação preferido do Fed foi divulgado

Hoje, o índice de inflação preferido do Fed foi divulgado. Em abril, o núcleo do PCE apresentou variação em linha com [...]

Rio Bravo - 27/05/2022
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções