Apito Final | Impasse fiscal mantém receio elevado com problemas domésticos

Tempo de leitura: 7 minutos

Internacional

• Bolsa americana sobe em correção das baixas recentes e em meio à valorização do petróleo;
• Dados chineses bem menores que o esperado derrubam bolsas asiáticas e europeias.

Brasil

• Ibovespa tem nova baixa em meio ao impasse fiscal, dólar recua seguindo fala de Campos Neto ontem;
• Índice de atividades do Banco Central tem nova alta.


FECHAMENTO

Ibovespa: 115.062,54 (-0,96%)
BRL/USD: 5,23 (-0,38%)
DI Jan/27: 10,48% (+1 bps)
S&P 500: 4.480 (+0,85%)

PRINCIPAIS ALTAS:

PRIO3: R$ 21,09 (+7,44%)
BRAP4: R$ 63,81 (+5,23%)
GOLL4: R$ 19,78 (+2,59%)

PRINCIPAIS BAIXAS:

COGN3: R$ 3,03 (-4,42%)
SULA11: R$ 28,46 (-4,05%)
AMER3: R$ 39,58 (-4%)

Fonte: Bloomberg. Obs: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg


Cenário Externo

Atividade na china levanta dúvida sobre crescimento global

Mercados… As bolsas europeias e asiáticas fecharam o dia em queda com dados de atividade chineses abaixo do esperado. Os números oficiais da segunda maior economia mostraram desaceleração nas principais atividades, como varejo e indústria, que tiveram alta bem menor que a registrada no último resultado. Esses indicadores reforçam o receio de que a economia global possa desacelerar diante da variante Delta. No campo das commodities, o minério de ferro voltou a cair hoje, refletindo o cenário citado, mas o petróleo registrou nova sessão de forte alta após o relatório do DoE nos EUA mostrarem que os estoques do energético caíram bem mais do que o esperado na semana (6,4 mi vs esperado de 2,5 mi) o que se soma às projeções de demanda aquecida anunciadas pela OPEP. As bolsas americanas conseguiram seguir na onda do petróleo e tiveram dia de alta, mas também em correção das perdas dos últimos dias. Com esse cenário, o rendimento dos treasuries e o dollar index caíram. Contudo, os investidores ainda seguem atentos ao progresso do programa de infraestrutura de Biden no Senado, bem como ao plano de vacinação compulsória que o presidente quer passar, na medida em que os Estados Unidos começam a ficar para trás no número de vacinados.

Dados na China… Os números do setor industrial chinês vieram praticamente estáveis na comparação mês a mês em agosto, avançando 0,31%. Na comparação anual, o avanço foi de 5,3%. O dado foi visto como negativo pelo mercado, pois confirma a tendência de desaceleração que temos observados nos últimos meses, desde junho do ano passado. Quanto ao varejo e serviços, a atividade cresceu a nível bem reduzido por conta do surto de covid-19 que aconteceu no país nos meses de julho e agosto. A atividade nos serviços cresceu 4,8% a.a, bem abaixo dos 7,8% em julho. Já no varejo, as vendas avançaram 2,5% em relação ao mesmo período do ano passado, também bem inferior ao resultado de julho, que registrou alta de 8,5%. Embora os dados tenham sido impactados pelo aperto das restrições da pandemia, eles geraram dúvidas no mercado sobre o potencial restante de crescimento da economia chinesa. Não obstante, a possível desaceleração da segunda maior potência econômica também preocupa em relação ao crescimento global, e mantém a cautela sobre o efeito que a disseminação da variante Delta pode ter nos Estados Unidos.

No radar… Na agenda de amanhã, os destaques ficarão com as vendas do varejo dos EUA, os dados semanais de pedidos de auxílio desemprego e a sondagem industrial do Fed Filadélfia às 9h30.


Brasil

Impasse fiscal mantém receio elevado com problemas domésticos

Mercados… Ibovespa manteve viés negativo no dia de hoje, com investidores voltando suas atenções às pautas de Brasília, com destaque para a solução dos precatórios, em meio a ampliação do novo Bolsa Família. Apesar da melhora no ambiente político após Bolsonaro recuar da disputa com o Supremo, a dificuldade de negociação entre os poderes permanece. Hoje em evento, o ministro da Economia, Paulo Guedes fez um pedido de socorro ao presidente do STF, Luiz Fux, que respondeu “Guedes é tão meu amigo que coloca no meu colo um filho que não é meu”, gerando um clima de estranhamento entre os dois. O presidente da Câmara dos Deputados Arthur Lira também comentou sobre os precatórios, dizendo que a solução para o impasse deveria sair via Congresso. Os desentendimentos entre os líderes políticos foram malvistos pelo mercado, pois adia a solução de problemas fiscais urgentes, enquanto o governo anuncia que pretende ampliar o orçamento para o enquadramento de imóveis no programa de habitação popular “Casa Verde e Amarela”. Enquanto isso, o dólar e os DIs mais curtos fecharam em baixa, ainda precificando a fala de RCN ontem, que indicou que o BC não acelerará o passo do aumento da Selic na semana que vem. Já a parte longa da curva de juros registrou nova abertura em meio à manutenção do impasse fiscal.

IBC-Br… O índice de atividade econômica do Banco Central, o IBC-Br, proxy mensal para o PIB, apresentou avanço de 0,60% em julho, após alta revisada de 0,92% em junho. Na comparação com igual mês do ano passado, o índice registrou avanço de 6,22%. O resultado de hoje foi levemente acima das expectativas, que apontavam uma expansão, e apesar da desaceleração frente ao último resultado, o dado nos mostra que a economia deve continuar avançando no terceiro trimestre, como efeito da redução das restrições da pandemia, apesar das preocupações com o ritmo do PIB. De fato, quando observamos os dados setoriais, varejo e serviços continuaram avançando de maneira forte em julho. A indústria por outro lado teve recuo expressivo, o que reflete alguns dos obstáculos que se mantém para a retomada da economia, como os gargalos das cadeias globais, a dissipação dos impulsos do auxílio emergencial, estabilização do nível de mobilidade em patamares pré-pandêmicos e a inflação elevada.

No radar… Em dia de agenda econômica vazia, o Tesouro realiza seu leilão tradicional de títulos (LTNs, NTN-Fs e LFTs).

Equipe Econômica

Conrado Magalhães
[email protected]
Rafael Gabriel Pacheco
[email protected]
Alejandro Ortiz Cruceno
[email protected]
Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

 
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações. Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Resolução CVM nº 20, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

Relacionados

Apito Final | Vendas do varejo e balanços reforçaram apetite ao risco

Internacional • Mercados estendem apetite ao risco com varejo americano;• Vendas do varejo subiram enquanto o mercado esperava dado negativo; Brasil • Investidores buscam [...]

Rafael Gabriel Pacheco - 15/10/2021

Guide Empresas: Assaí compra operações da rede Extra; PDG sai da recuperação judicial; e mais!

Grupo Pão de Açúcar (PCAR3): Assaí compra 71 lojas da rede Extra por R$ 5,2 bi e vai acabar com a [...]

Luis Gustavo Pereira - 15/10/2021

Rio Bravo: Olhar Atento | Prévia mensal do PIB

O IBC-Br, prévia mensal do PIB, retraiu 0,15% MoM em agosto. O resultado ficou ligeiramente abaixo da projeção do mercado (-0,05%). [...]

Rio Bravo - 15/10/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções