Apito Final | Ibovespa fecha em alta e mercado de juros tem alívio com atuação BC-Tesouro

Internacional

  • Bolsas globais encerram o dia no vermelho, ainda repercutindo anseios fiscais;
  • Inércia dentro do Congresso americano deve continuar caracterizando a política americana ao longo do mês de outubro;
  • Inflação ao consumidor americano desacelera em setembro, pontuando a necessidade de mais suporte fiscal.

Brasil:

  • Ibovespa destoa do exterior e encerra o dia com ganhos;
  • Ação conjunta BC-Tesouro Nacional promove alívio de curtíssimo prazo no mercado de juros;
  • Interação entre política fiscal e monetária demonstra alinhamento de objetivos;
  • Setor de varejo eletrônico e CSN são destaques do dia.

FECHAMENTO

Ibovespa: 98.502 (+1,05%)­­
BR$/US$: 5,57 (+0,70%)
DI Jan/27: 7,39% (-14 bps)
S&P 500: 3.511 (-0,63%)

Fonte: Bloomberg. Obs.: a taxa de câmbio utilizada é a referência da Bloomberg

PRINCIPAIS ALTAS:

BTOW3: r$ 95,02 (+6,73%)
MGLU3: R$ 104,00 (+5,96%)
MRFG3: R$ 14,87 (+4,72%)

PRINCIPAIS BAIXAS:

EMBR3: R$ 6,49 (-2,995)
YDUQ3: R$ 26,65 (-2,63%)
MRVE3: R$ 17,84 (-2,19%)


Cenário Externo

Inércia no congresso americano segue em pauta

Mercados…  Ativos de risco internacionais contrariaram a tendência altista de ontem e encerram o dia em território vermelho, ainda espelhando os principais riscos do cenário. Por um lado, a incapacidade do Congresso americano de formar um consenso em torno de um pacote de estímulos inibe valorizações maiores a curto prazo, ao passo que o ressurgimento de casos da covid-19 continua ameaçando um ritmo de recuperação que continua dando constantes sinais de arrefecimento. No pano de fundo, a aproximação cada vez mais latente da temporada de balanços mundo afora ocasiona um rebalanceamento de portfólios e tende a exercer pressão vendedora sobre os ativos de risco. Ao longo do dia, a divulgação da inflação ao consumidor americano marcou a agenda econômica.

Inércia dentro do Congresso americano… Como temos recorrentemente mencionado, democratas e republicanos ainda parecem estar distantes de um acordo em torno de um novo pacote de estímulos. Esta tese foi novamente reforçada ao longo do dia quando Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Deputados, comunicou que “mudanças significativas” precisariam ser feitas à proposta enviada pelo presidente americano, Donald Trump. Com exatas três semanas até o resultado das eleições presidenciais e legislativas nos EUA, reforçamos que a aprovação de mais um pacote é altamente improvável até lá. Democratas tem um incentivo político – além do incentivo moral auferido pela ajuda que um pacote trilionário proporcionaria – para retardar o trâmite do pacote, uma vez que que sua ausência exacerba a deterioração do mercado de trabalho, prejudicando candidatos republicanos.

Inflação americana… Como mencionamos em outra edição do Apito Final, o índice de preços ao consumidor americano voltou a catalogar uma desaceleração na leitura de setembro. Avançou 0,2% na margem, configurando uma alta interanual de 1,4%. No mês passado, a inflação havia avançado 0,40%. O núcleo, que exclui itens voláteis como alimentos e energia, também avançou 0,2% e catalogou alta de 1,7% com relação ao mesmo mês do ano passado. A desaceleração no nível de preços é mais um indicador econômico que pontua como o ritmo de recuperação está de fato perdendo força. Voltamos a enfatizar que, até que um novo pacote de gastos não seja aprovado, a inflação de preços continuará perdendo força, possivelmente colocando em xeque a implementação do novo arcabouço de política monetária praticado pelo Fed.


BRASIL:

Ibovespa fecha em alta e mercado de juros tem alívio com atuação BC-Tesouro

Mercados… Assim como mencionamos no Mercados Hoje desta manhã, ativos de risco locais passaram por um dia de ajuste positivo, em linha com o desempenho das bolsas globais na sessão de ontem. Ao longo do dia, investidores exerceram um fluxo comprador adicional, condicionado pela renovação da esperança quanto ao avanço da reforma tributária, além da ausência de novas surpresas negativas no âmbito das contas públicas. Declarações feitas pelo senador Roberto Rocha, presidente da comissão mista da reforma tributária, assim como pelo deputado Aguinaldo Ribeiro, de que a reforma poderia ser votada em comissão até o dia dez de dezembro elevou os ânimos. De qualquer maneira, o otimismo em torno das pautas reformistas não foi suficiente para valorizar o real, que perdeu força contra o dólar em dia de fortalecimento da moeda americana em âmbito internacional. No mercado de taxas, os juros futuros operaram em baixa, refletindo a nova ação conjunta entre o Tesouro Nacional e o Banco Central. O CDS de cinco anos, métrica de risco país, operou em alta em dia de ajuste, ainda situando-se em um patamar elevado e espelhando o famigerado risco fiscal.

Banco Central e Tesouro Nacional atuam em conjunto… Após o fechamento de mercado na sexta-feira passada, o BCB comunicou ao mercado que limitaria o montante a ser aceito para realização do leilão de rolagem de operações compromissada com vencimento em 29 de outubro no valor de R$ 600 bilhões. O valor financeiro de todas as operações com vencimento nessa data é de R$ 981 bilhões. Adicionalmente, serão revistas a frequência, os prazos e os montantes dos leilões para a contratação de operações compromissada com livre movimentação de títulos, disse o banco.  A medida visa aperfeiçoar a administração da liquidez no sistema bancário frente às mudanças conjunturais proporcionadas pela crise da covid-19, além de reforçar o cumprimento com a meta Selic estabelecida pelo Copom.

O que isto significa?… Em essência, limitar o montante a ser aceito em operações compromissadas na data de referência, além de revisitar os prazos e os montantes das operações compromissadas, demonstra o alinhamento de objetivos entre as autoridades monetária e fiscal. Sabe-se que o Tesouro Nacional tem encurtado o prazo da dívida pública, e, a partir da 6aF passada, anunciou que passará a emitir LFTs com vencimento em março de 2022 e deixará de ofertar o mesmo papel com vencimento em março de 2023. Em outras palavras, o Banco Central está trabalhando de forma a se adequar à estratégia do Tesouro Nacional para que ela consiga ser implementada adequadamente, pois o Banco Central é o ente responsável pelo gerenciamento da liquidez do sistema financeiro. Ele expande ou enxuga a liquidez justamente por meio das operações compromissadas com títulos públicos.

A ação conjunta e a curva de juros… Além de sinalizar uma maior interação entre a política fiscal e monetária, a ação conjunta tem efeitos práticos sobre o mercado de juros. Ao anunciar que limitará o montante de operações compromissadas a serem aceitas, o que o BCB está efetivamente fazendo é limitando o número de títulos públicos que podem ser ofertados à autoridade monetária. Ou seja, uma menor oferta de títulos aumento seus preços e induz uma baixa em suas respectivas taxas, explicitando o movimento baixista da curva de juros ao longo do dia. O movimento traz um certo alívio, mas cabe lembrar que o problema estrutural das contas públicas – o crescimento vegetativo dos gastos obrigatórios – tenderá a manter a curva de juros pressionada a médio prazo, indicando a elevada necessidade de seguir em frente com as reformas fiscais.

Setor de Varejo Eletrônico… Apesar do setor de consumo ter tido um dia bastante positivo como um todo, o grande destaque do pregão de hoje foi o e-commerce. Nesse sentido, vimos Magazine Luiza fechar em sua máxima histórica. A sólida performance decorreu do bom humor para com o setor vindo do exterior pelo segundo dia consecutivo, ao mesmo tempo em que dados nacionais do varejo, divulgados na semana passada, seguem corroborando para a tese de que o setor permanece aquecido, porém apresenta sinais de desaceleração.

CSN… Após a notícia de que a casa de rating S&P Global Ratings elevou de negativa para positiva a perspectiva do rating global da empresa, os papeis dela encerraram no verde. Foi mantida sua nota em “B-”, ao passo que o rating nacional foi elevado de “brBBB-” para “brBBB +”. Segundo a agência, a mudança reflete as perspectivas de desalavancagem nos próximos meses, que podem fazer com que a relação dívida/Ebitda fique abaixo de 5 vezes e o fluxo de caixa proveniente das operações (FFO) sobre dívida supere o patamar de 12%.

Equipe Econômica

Conrado Magalhães
[email protected]

Alejandro Ortiz Cruceno
[email protected]

Victor Beyruti Guglielmi
[email protected]

 
“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores, para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo. Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações.Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Instrução CVM nº.598/2018, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores.“

Relacionados

Apito Final | COVID-19 e estímulos seguem em destaque

Internacional Bolsas globais encerram mais um dia no vermelho, repercutindo cautela dos investidores quanto à recuperação econômica e a ausência de estímulos [...]

Alejandro Ortiz Cruceno - 27/10/2020

Flash Empresas - Está na hora de comprar LAVV3 ? | Início de Cobertura

Um pouco do histórico da companhia... Constituída em 2016, a Lavvi é controlada pela família Horn e tem como sócios a Cyrela [...]

Luis Sales - 27/10/2020

Rio Bravo: Olhar Atento | Senado americano aprova indicação da juíza Amy Barret para a Suprema Corte

O Senado americano aprovou ontem a indicação da juíza Amy Barret para a Suprema Corte. A aprovação acontece em um momento [...]

Rio Bravo - 27/10/2020

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções