Cotações por TradingView

Acompanhamento Semanal de Fundos Imobiliários (02/05 a 06/05)

Tempo de leitura: 4 minutos

O acompanhamento setorial dos fundos imobiliários reúne os principais indicadores mercadológicos dos fundos imobiliários e atualizações macro sobre os setores.

Recebíveis:

Os fundos de recebíveis apresentaram queda mais amena que o IFIX na última semana, caindo de -1,1%. Acreditamos que os fundos de recebíveis devam continuar sendo a opção mais defensiva e mais rentável no curto prazo (dividendos) em decorrência de pressões inflacionárias e taxa de juros elevada, portanto, temos preferência por nomes com boa diversificação de indexadores no portfólio, como CPTS e HGCR.

FoFs:

Os fundos de fundos apresentaram grande queda na semana, caindo -2,2%. Os FoFs tiveram desempenho bastante fraco nos últimos doze meses e atualmente oferecem um dividend yield elevado (atrás apenas dos fundos de recebíveis e agências bancárias). Acreditamos que os fundos maiores e mais diversificados devem apresentar desempenho melhor nos próximos meses à medida que o desconto destes fundos em relação ao seu valor patrimonial diminua. Nossos top picks para o setor são RBRF, MGFF e HFOF.

Lajes Corporativas:

A performance do setor de lajes corporativas liderou a queda no setor de tijolos, caindo -2,5%. Os fundos de lajes corporativas continuam negociando com um dividend yield baixo em relação aos demais setores, fato associado a dificuldade de repasses de inflação e ciclo imobiliário desfavorável. Acreditamos que o fim do ciclo de aumento de juros pelo Copom está próximo, o que deve beneficiar esta classe de ativos.

Shoppings:

Os fundos de shoppings apresentaram performance mais resiliente dentre ativos de tijolos, caindo levemente abaixo da média (-1,8%), após forte performance no mês. O dividend yield do setor nos últimos 12 meses é o mais baixo entre todas as classes de ativos (6,9%), porém, ressaltamos a forte retomada do setor com recuperação da confiança do consumidor e arrefecimento da pandemia, levando o dividend yield anualizado (8,2%).

Ativos Logísticos:

Os fundos de logística apresentou queda em linha com o índice, em -2,1%. Vemos o setor de galpões como top pick em tijolo àqueles com preferência por nomes defensivos, oferecendo equilíbrio atrativo entre renda e preço de entrada (P/VP). Gostamos de nomes com portfolio premium e descontados em relação aos seus pares como BRCO, BTLG e VILG. Ao contrário do que ocorreu com o segmento de lajes corporativas, o segmento de logística acabou favorecido pela pandemia em função do aumento das vendas on-line, gerando demanda por galpões ao redor dos grandes centros.

RENDA VARIÁVEL
[email protected]

“Este relatório foi elaborado pela Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores,  para uso exclusivo e intransferível de seu destinatário. Este relatório não pode ser reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. Este relatório é baseado em informações disponíveis ao público. As informações aqui contidas não representam garantia de veracidade das informações prestadas ou julgamento sobre a qualidade das mesmas e não devem ser consideradas como tal. Este relatório não representa uma oferta de compra ou venda ou solicitação de compra ou venda de qualquer ativo.  Investir em ações envolve riscos. Este relatório não contêm todas as informações relevantes sobre a Companhias citadas. Sendo assim, o relatório não consiste e não deve ser visto como, uma representação ou garantia quanto à integridade, precisão e credibilidade da informação nele contida. Os destinatários devem, portanto, desenvolver suas próprias análises e estratégias de investimentos. Os investimentos em ações ou em estratégias de derivativos de ações guardam volatilidade intrinsecamente alta, podendo acarretar fortes prejuízos e devem ser utilizados apenas por investidores experientes e cientes de seus riscos. Os ativos e instrumentos financeiros referidos neste relatório podem não ser adequados a todos os investidores. Este relatório não leva em consideração os objetivos de investimento, a situação financeira ou as necessidades específicas de cada investidor. Investimentos em ações representam riscos elevados e sua rentabilidade passada não assegura rentabilidade futura. Informações sobre quaisquer sociedades, valores mobiliários ou outros instrumentos financeiros objeto desta análise podem ser obtidas mediante solicitações. A informação contida neste documento está sujeita a alterações sem aviso prévio, não havendo nenhuma garantia quanto à exatidão de tal informação. A Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores ou seus analistas não aceitam qualquer responsabilidade por qualquer perda decorrente do uso deste documento ou de seu conteúdo. Ao aceitar este documento, concorda-se com as presentes limitações. Os analistas responsáveis pela elaboração deste relatório declaram, nos termos do artigo 21 da Resolução CVM nº 20, que: (I) Quaisquer recomendações contidas neste relatório refletem única e exclusivamente as suas opiniões pessoais e foram elaboradas de forma independente, inclusive em relação à Guide Investimentos S.A. Corretora de Valores. “

Relacionados

Carteira Semanal de Ações | 23 de Maio

Na semana os papéis da Multiplan foram os que mais se apreciaram, enquanto os da Marfrig foram os que mais [...]

Rodrigo Crespi - 23/05/2022

Acompanhamento Semanal de Fundos Imobiliários (16/05 a 20/05)

O acompanhamento setorial dos fundos imobiliários reúne os principais indicadores mercadológicos dos fundos imobiliários e atualizações macro sobre os setores. Recebíveis: Os fundos [...]

Fernando Siqueira - 23/05/2022

Carteira Semanal de Ações | 16 de Maio

Na semana os papéis da Multiplan foram os que mais se apreciaram, enquanto os da Marfrig foram os que mais [...]

Rodrigo Crespi - 16/05/2022
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções